Publicidade

Depois de 12 anos, Marlon Koerich retorna à Mitsubishi Cup. Um retorno em grande estilo

Foram 12 anos longe das pistas da Mitsubishi Cup, mas na hora de acelerar… Isso pareceu não fazer a menor diferença! O piloto Marlon Koerich retornou à competição neste último sábado (31/03), na 1ª etapa do campeonato, realizada em Ribeirão Preto, SP. Ao lado do navegador Sidinei Broering, formou-se uma dupla que promete movimentar a disputa pelo pódio da categoria L200 Triton RS.

Considerada a categoria mais acirrada (onde a maioria dos pilotos é de renome), a L200 Triton RS marcou também o retorno do piloto Ingo Hoffmann… Uma disputa de titãs que abrilhantará todo o campeonato.

O evento contou com a presença de 69 duplas – 11 L200 Triton ER Máster, 8 L200 Triton ER, 10 L200 Triton RS, 6 Pajero TR4 ER Máster, 15 TR4 ER e 19 Pajero TR4 R. O palco da disputa foi a Fazenda Santa Francesca, que emprestou 28,43 quilômetros de estradas de terra, onde pilotos e navegadores aceleraram fundo e levantaram poeira. Foram três voltas no dia, totalizando 85,29 quilômetros.

“Esta foi a primeira vez que pilotei uma L200 Triton e o carro é sensacional. Na última bateria do certame, fizemos o terceiro melhor tempo, chegando muito próximo do pessoal que anda aqui há mais anos”, salientou o piloto. “Como estou retornando agora para Cup, pensei que fossemos demorar um pouco para ‘pegar a mão’, principalmente, por não ter a familiaridade com o veículo e com o evento”, completou Koerich, demonstrando toda a sua felicidade e satisfação.

Para o piloto, a Mitsubishi Cup é uma competição que obriga a dupla a acelerar forte, aumentando o ritmo de disputa e a se superar a cada quilômetro. “É bom para aprimorar as técnicas de pilotagem e buscar alcançar seus próprios limites”, opinou Koerich, elogiando bastante a navegação de Broering.

A Fazenda Santa Francesca é dedicada ao cultivo de cana de açúcar, e pelo período da safra, as canas estavam bem altas, dificultando a visibilidade das mudanças de direção. “O navegador teve que ter uma precisão impecável, já que as curvas não estavam visíveis. Desta forma, tínhamos que confiar plenamente na metragem que ele passava para identificarmos os melhores pontos de frenagem”, detalhou o piloto. “Como todos os carros são iguais, com a mesma preparação mecânica, o que se destaca na Mitsubishi Cup é a técnica e habilidade de cada competidor. E isto serve para compararmos o nosso nível técnico”, avaliou.

Entusiasmados e confiantes, Koerich e Broering já pensam na próxima etapa, que acontecerá em Paulínia, SP, no dia 21 de abril.

Classificação – 1ª etapa da Mitsubishi Cup

Categoria L200 Triton RS

1º Cristian Baumgart/Alberto Andreotti Neto – 12 Pontos
2º Marcos Cassol/Luis Felipe Eckel – 13 Pontos
3º Augusto Soares/Rafael Capoani – 15 Pontos
4º Marcos Baumgart/Kleber Cincea – 14 Pontos
5º Marlon Koerich/Sidinei Broering – 11 Pontos


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade