Publicidade

Bosch alcança a marca de 75 milhões de sistemas ESP® fabricados no mundo. ESP® pode evitar até 80% dos acidentes causados por derrapagem

A Bosch alcançou a marca de 75 milhões de sistemas ESP® fabricados desde o início da produção em 1995. Este processo contribuiu de forma vital para elevar a segurança nas estradas, especialmente em pistas escorregadias, onde o programa de estabilidade eletrônica mantém o veículo seguro ao fazer uma curva em alta velocidade.

Dessa forma, o sistema evita acidentes de derrapagens, que geralmente são graves. “Após o cinto, o ESP® é o sistema de segurança mais importante dos automóveis, e ele tem salvado muitas vidas ao longo dos últimos anos”, afirma Gerhard Steiger, presidente da divisão Sis temas de Chassis Control da Bosch, resumindo as constatações de diversos estudos sobre a eficácia do ESP®.

A Bosch desenvolveu o sistema antiderrapagem e, em 1995, tornou-se a primeira empresa no mundo a produzi-lo em série. “Desde 2010, a Bosch vem produzindo mais unidades do ESP® do que ABS”, observa Steiger, comprovando a tendência mundial de elevar a segurança dos automóveis.

ESP® se torna equipamento padrão
As Nações Unidas consideram o ESP® uma maneira eficiente de reagir contra o aumento recorrente do número de mortes nas estradas. De acordo com estudos, esse sistema de segurança ativa pode evitar em até 80% dos acidentes causados por derrapagens. Por esse motivo, cada vez mais países estão exigindo que os automóveis novos saiam da fábrica com o ESP® como equipamento padrão.

Na Europa, isso já ocorre em todos os veículos desde outubro de 2011. Na União Europeia, a partir de novembro de 2014, não será mais necessário procurar o ESP® na lista de itens opcionais, pois ele virá instalado como item de série em todos os veículos novos.
Atualmente, 72% dos automóveis e veículos comerciais leves registrados recentemente na Europa estão equipados com o ESP®. Nos Estados Unidos, o sistema já é obrigatório em todos os veículos de até 4,5 toneladas métricas, e regulamentações semelhantes entrarão em vigor nos próximos anos na Austrália, Japão, Coréia e Rússia. Em todo o mundo, 48% dos automóveis de passeio novos e veículos comerciais leves estão equipados com o ESP®; na China, aproximadamente 20% dos automóveis novos saem da linha de produção com o sistema.

Desde o início da produção em 1995, a Bosch realizou melhorias no sistema de segurança ativa, incorporando funções adicionais. Enquanto a primeira versão pesava 4,3 kg, a versão básica da mais nova Geração 9 é mais leve e compacta, pesando apenas 1,6 kg. A Bosch também conseguiu reduzir o preço, um quesito importante para tornar esse sistema de seg urança acessível mesmo para carros menores.

Sistemas de assistência ao condutor são baseados no ESP®
Os novos sistemas de assistência tornarão a direção ainda mais segura e confortável. A Bosch, por exemplo, está desenvolvendo funções que automaticamente mantêm uma distância segura do carro da frente, guiam o veículo em espaços mais estreitos do estacionamento e avisam o motorista em caso de situações críticas.

Muitas dessas funções possuem um item em comum: operam os freios independentemente do condutor e o ESP® é um exemplo desse tipo de sistema. Isso significa que os veículos que já possuem o ESP® podem ser equipados com as funções adicionais de segurança e conforto. Um pré-requisito é a interligação com os sensores que monitoram os arredores do veículo, reconhecendo outros usuários da estrada e calculando sua distância, velocidade e direção. A Bosch possui um amplo portfólio de funções de assistência ao condutor baseadas em sensores de ultrassom, vídeo e radar como o piloto automático adaptativo (ACC) e o sistema de frenagem de emergência preventiva.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade