Publicidade

Fabio Fogaça disputa temporada de 2012 pela Mitsubishi. Piloto de Sorocaba (SP) parte para seu segundo ano na competição, e segue na equipe comandada pelo piloto de Stock Car Duda Pamplona

O sorocabano Fabio Fogaça começa neste fim de semana (21 e 22), em São Paulo, a disputa pelo título da segunda temporada da Copa Petrobras de Marcas, reedição do antigo Campeonato Brasileiro de Marcas lançada em 2011 pela Vicar – mesma promotora da Stock Car.

Fogaça segue na equipe Officer ProGP, chefiada pelo piloto carioca Duda Pamplona, time com o qual conquistou dois pódios e o oitavo lugar na classificação geral da competição no ano passado.

Embora a estrutura responsável por seus carros seja a mesma, é justamente da equipe Officer que vem a maior novidade relacionada à participação do sorocabano nesta segunda temporada da Copa Petrobras: Fogaça, que no ano passado competiu com o modelo Ford Focus, pilotará o recém-chegado Mitsubishi Lancer GT.

“O grande segredo para uma parceria de sucesso no automobilismo é a continuidade da relação entre piloto e equipe”, disse Fabinho. “Por isso estou muito feliz por seguir na Officer ProGP. A mudança para o modelo Lancer vai demandar um período de adaptação, mas trabalhamos muito bem juntos no ano passado e essa dificuldade logo será superada. Este ano é marcado pela estreia de novos carros e de novos pilotos, e acredito que podemos pensar em pódio desde o começo da temporada”, acrescentou.

Fogaça ainda não testou o novo modelo japonês com o qual competirá neste ano, e sua primeira experiência de pista com o Lancer GT será na próxima sexta-feira (20), quando serão realizados treinos coletivos para toda a categoria. Os treinos livres e de classificação para as duas corridas começam no sábado (21). As duas provas da rodada dupla estão marcadas para domingo (22), às 11h e às 13h30.

“O começo da temporada vai ser especialmente agitado para nossa equipe, que terá que começar um novo trabalho partindo do zero. Mas essa condição me motiva ainda mais. Não chegaremos à primeira corrida como favoritos, e o objetivo vai ser conhecer o carro e buscar informações. Isso cria um ambiente de trabalho mais tranquilo e livre de pressão, e há sempre a expectativa de que possamos surpreender”, acrescentou.

Ainda mais forte – A segunda temporada da Copa Petrobras de Marcas confirmou a expectativa de crescimento da categoria. Isso porque, além da manutenção das estruturas da Ford, Honda e GM, que competirão, respectivamente, com os modelos Focus, Civic e Cruise, o campeonato terá equipes oficiais da Toyota, com o modelo Corolla, e Mitsubishi, com o Lancer GT.

Avaliando este cenário, Fabio Fogaça acredita ter tomado a decisão correta ao migrar da Top Race V6 argentina para a Copa Petrobras de Marcas no ano passado, apesar do torneio brasileiro estar, na época, em seu primeiro ano.

“Um campeonato que conquistou o apoio de diversos fabricantes de veículos e de patrocinadores como a Petrobras, e cuja organização e promoção são feitos pela Vicar, é destino certo para um piloto profissional. Vejo um futuro tão promissor para a Copa Petrobras de Marcas quanto para a própria Stock Car, e por isso estou muito feliz por poder continuar na categoria. Tenho que agradecer muito pela confiança depositada em mim pela equipe Officer, e espero que neste ano possamos ir além dos dois pódios e do oitavo lugar conquistados no campeonato do ano passado”, encerrou o sorocabano.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade