Publicidade

Kanaan vê evolução na equipe. Quarto lugar em Long Beach deixa brasileiro animado para correr em casa neste final de semana

Às vésperas de sua terceira São Paulo Indy 300, Tony Kanaan demonstra empolgação por correr novamente em casa e destaca a evolução que sua equipe, a KV Racing Technology. Depois de dois abandonos nas duas etapas iniciais do ano, Kanaan terminou o GP de Long Beach em quarto lugar, superando a punição aplicada aos pilotos que usam motores Chevrolet pela troca dos propulsores e a consequente perda de dez posições no grid.

“Estas duas falhas mecânicas custaram muito para a gente. Foram duas corridas muito difíceis por problemas, e depois veio um resultado muito positivo em Long Beach, um quarto lugar largando lá de trás por causa da punição. Ainda não estamos onde queremos, mas estamos trabalhando para chegar mais perto”, disse Tony.

O brasileiro também falou da expectativa em correr novamente em solo brasileiro – e da vontade de vencer diante de seu público. “A ansiedade é sempre grande para correr no Brasil. Por um lado é uma semana muito ocupada por vários compromissos com mídia e patrocinadores, mas por outro meu filho vai me ver correndo, junto com a minha família e meus compatriotas, e a atmosfera que cerca essa corrida é muito especial. Desde que corremos aqui – primeiro no oval do Rio, na época da CART, e agora em São Paulo -, seu sempre desejei vencer esta prova”, destacou.

Tony ainda brincou sobre um “acordo” que teria feito com Rubens Barrichello, seu amigo e companheiro de equipe. “Fizemos um trato: eu o deixo vencer aqui se ele me deixar vencer as 500 Milhas de Indianápolis”, revelou. “Mas acho que vou voltar atrás nesse acordo…”, finalizou.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade