Santos Export 2012 debaterá os impactos da privatização e do novo marco regulatório dos portos. Polêmicos, temas vão compor o programa de palestras e mesas-redondas do evento, que acontece nos dias 13 e 14 de agosto no Casa Grande Hotel, em Guarujá

Temas polêmicos como a implantação do novo marco regulatório no sistema portuário nacional e a privatização dos portos estão inseridos no programa de palestras e mesas-redondas do Santos Export – Fórum Internacional para Expansão do Porto de Santos, evento promovido pelo Sistema A Tribuna de Comunicação e pela Una Marketing de Eventos que chega em 2012 a sua décima edição. O encontro acontecerá dias 13 e 14 de agosto, no Casa Grande Hotel, em Guarujá, e vai abordar questões como a relação Porto-Cidade, os investimentos públicos e privados necessários para o aperfeiçoamento do cais santista, além de apresentar um balanço do que foi discutido ao longo de dez anos de fórum.

“Temos a preocupação de atender, com o evento, todos os setores envolvidos com o porto e, principalmente, colocar em discussão os temas que podem aperfeiçoar o funcionamento do complexo”, destacou Fabrício Guimarães, diretor da Una Eventos, durante encontro realizado com o comitê técnico organizador para definir a pauta de palestras e mesas-redondas do fórum. “Dessa forma, é fundamental que os principais players tenham este espaço para debater fatores que estejam nas prioridades da agenda que envolve o segmento”, concluiu.

O diretor executivo da Centronave (Centro Nacional de Navegação), Claudio Loureiro, concordou: “A preocupação do setor, atualmente, é com o marco regulatório e com a infraestrutura dos portos. O ideal para o armador é encontrar um ambiente ideal para atuar e hoje o problema não está nos terminais, mas nos acessos, conforme demonstra estudo encomendado pelo Centronave”. O levantamento feito pelo Centronave aborda os desafios para o crescimento do Porto de Santos. “O estudo revela que cada porto tem partes desenvolvidas e outras não. É necessário que o setor tenha essa visão sistêmica”, afirmou.

O diretor-presidente da empresa da Brasil Terminais Portuários (BTP), Henry James Robinson, ressaltou que as dúvidas ainda não sanadas dos operadores podem ser elucidadas durante o Santos Export, justamente pelo evento promover debates entre gestores públicos e iniciativa privada. “Precisamos dialogar com quem toma as decisões políticas, para que todo o processo fique claro para quem opera nos portos e possamos planejar os futuros passos com mais tranquilidade e planejamento”, frisou.

Programação preliminar – Com a solenidade de abertura marcada para o dia 13 de agosto, às 17h, o Santos Export abre a programação com uma palestra do economista, consultor financeiro e debatedor do programa Manhattan Connection da Globo News, às 18h30. No dia 14, às 9h30, terá início a primeira mesa-redonda da programação com o tema “A Gestão Portuária Brasileira no Século 21”, que discutirá a falta de autonomia das companhias docas e os novos papéis da Secretaria de Portos, autoridades portuárias e agências reguladoras.

Ainda pela manhã, às 11h15, está programada a palestra “A Reinvenção do Agronegócio e o Crescimento das Operações no Porto de Santos”, que elenacará os impactos da modernização das operações portuárias, as novas tecnologias de armazenamento, as perspectivas no aumento do volume de exportação para os próximos anos, as oportunidades de negócios no cais santista e os avanços e demandas do setor de granéis líquidos.

Após o intervalo do almoço, começa, às 14h30, a primeira parte da mesa-redonda “10 anos de Santos Export – os novos desafios do Porto de Santos”, que colocará em debate a desburocratização do sistema portuário, a demanda por maior agilidade na liberação de cargas, o novo custo Brasil, os desafios do marco regulatório e a estratégia nacional para a área portuária, os próximos arrendamentos de áreas portuárias e os novos terminais e os novos negócios do Porto de Santos.

Na segunda etapa da mesa-redonda, prevista para às 16h30, haverá a apresentação do estudo realizado pela Centronave (Centro Nacional de Navegação) sobre os desafios para o crescimento do Porto de Santos e debates sobre temas como os acessos rodoviários e os novos gargalos do Porto de Santos, a entrada de Santos e o difícil acesso à margem direita do complexo portuário e os investimentos em infraestrutura e o desafio do poder público e da iniciativa privada.

Londres – Além da programação de debates e palestras, uma missão técnica formada por empresários e agentes públicos vai percorrer os principais portos de Londres, entre os dias 15 e 21 de setembro. “O sucesso da Santos Export tem relação com estas viagens. Nas outras edições do fórum, pudemos conhecer complexos importantes na Ásia, Europa e América do Norte, que nos permitiram trazer novas ideias e fazer comparações com o desempenho do nosso porto”, explica Fabrício Guimarães, diretor da Una Eventos.

Sobre o Santos Export
Em sua décima edição, o Santos Export é considerado pelo mercado o principal fórum sobre o tema no País em função do alto nível de debate que engendra e pelos especialistas que atrai. E, em 2012, além de debater as questões pontuais do cais santista, trata também de apresentar o modelo portuário inglês, tema de destaque da programação este ano. O evento promoverá ainda uma viagem internacional na qual empresários e autoridades poderão conhecer, in loco, portos da capital inglesa.

Serviço:
SANTOS EXPORT 2012 – Fórum Internacional para Expansão do Porto de Santos
13 e 14 de agosto de 2012 – Casa Grande Hotel (Av. Miguel Stéfano, 1001 – Guarujá- SP)



Leia Também:
Anterior:

Próxima: