Publicidade

Aplicações do sistema Light Steel Framing serão apresentadas na Construction Expo 2013. Exposição terá o I Salão da Construção Seca, que mostrará as novidades em serviços, materiais e equipamentos para esse sistema

O uso do Light Steel Framing (LFS) se ampliou significativamente na última década no Brasil. Muito usado em países como Estados Unidos, Japão, África do Sul, Austrália e Chile, tem como principais vantagens, a redução no prazo de execução da obra, material estrutural em aço mais leve e com maior resistência à corrosão, durabilidade, maior precisão na montagem de paredes e pisos, desperdício e perda de material reduzidos, custo reduzido e material 100% reciclável e incombustível.

De acordo com Catia Mac Cord, diretora do Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA), o sistema de construção seca passou a ser aplicado, não só em residências unifamiliares, mas também em edifícios multiandares, de até quatro ou cinco andares, e em fechamento de edifícios. “Empreendimentos comerciais também têm utilizado o sistema”, afirma.

Para os próximos anos, as perspectivas de crescimento são muito positivas em razão das demandas da construção sustentável. “Não adianta apenas projetar as edificações com sistemas de energia mais eficientes e menos poluentes. É preciso escolher de maneira integrada os processos e os materiais construtivos, pensando na menor geração de resíduos, reaproveitamento futuro e reciclagem com lixo zero”, explica Mac Cord.

Apesar das boas perspectivas de crescimento e dos inúmeros benefícios, os fatores culturais ainda são um entrave que dificultam a disseminação rápida desse sistema. O LSF é uma edificação que utiliza esqueleto estrutural projetado para dar forma e suportar a edificação, sendo composta por elementos leves – os perfis formados a frio (PFF). “Com isso, o sistema acaba confrontando com os tradicionais elementos pesados utilizados no mercado”, avalia Mac Cord. “No entanto, a leveza dos materiais não traz nenhuma desvantagem em relação à segurança ou conforto”, acrescenta.

Para quebrar conceitos pré-estabelecidos sobre o LSF, o CBCA em parceria com a Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção promoverá na Construction Expo 2013 – 2ª Feira Internacional de Edificações e Obras de Infraestrutura, o I Salão da Construção Seca, que reunirá a cadeia produtiva do Light Steel Framing, incluindo fabricantes de materiais, de insumos, de acessórios, de ferramentas e máquinas para instalação do sistema, construtoras, montadoras, projetistas, calculistas e demais empresas de prestação de serviços.

“O I Salão da Construção Seca, certamente, contribuirá para a difusão e troca de informações ampliando conhecimento, mudando paradigmas e mostrando as vantagens e diferenciais competitivos desse sistema”, avalia Mac Cord. O espaço exclusivo mostrará como as empresas desse segmento estão prontas para atender a demanda crescente de obras. No mesmo local, também haverá a exposição da cadeia produtiva do Drywall.

A Construction Expo 2013 irá reunir toda a cadeia da construção, integrando as principais construtoras e entidades do país em busca de soluções para os desafios das obras de edificações e da infraestrutura brasileira. O evento está marcado para 5 a 8 de junho do próximo ano, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

Congresso

Simultaneamente à feira, haverá um Congresso que irá debater os temas mais importantes para o setor da construção, sendo palco de difusão de informações e troca de experiências entre profissionais, representantes e empresas desse segmento.

Resultado da participação das mais representativas entidades nacionais e internacionais, construtoras, fornecedores, universidades e renomados profissionais do setor da construção, o Congresso terá uma programação ampla com temas atuais, como desenvolvimento tecnológico, segurança e conformidade, alinhado às grandes metas setoriais da qualidade.

Apoio

As entidades confirmadas para participar do Conselho da Construction Expo 2013 são: ABCEM – Associação Brasileira da Construção Metálica, ABCIC – Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto, ABIFER – Associação Brasileira da Indústria Ferroviária, ABRAMAT – Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção, ABRASFE – Associação Brasileira das Empresas de Formas e Escoramentos, ABRAVIDRO – Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos, ANEPAC – Associação Nacional das Entidades de Produtores de Agregados para Construção Civil, ASFAMAS – Associação Brasileira dos Fabricantes de Materiais para Saneamento, CBCS – Conselho Brasileiro de Construção Sustentável, CTE – Centro de Tecnologia de Edificações, DRYWALL – Associação Brasileira do Drywall, Fundação Carlos Alberto Vanzolini, IABr / CBCA – Instituto Aço Brasil / Centro Brasileiro da Construção em Aço, IBRACON – Instituto Brasileiro do Concreto, INSTITUTO DE EGENHARIA – SP, SINAENCO – Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva, SINDAREIA – Sindicato das Indústrias de Extração de Areia do Estado de São Paulo, SINDUSCON-SP – Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo, e SINICESP – Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo.

As entidades que confirmaram apoio à feira são: ABCE – Associação Brasileira de Consultores de Engenharia, ABCR – Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias, ABDIB – Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base, ABELME – Associação Baiana de Empresas Locadoras de Máquinas e Equipamentos, ABEMI – Associação Brasileira de Engenharia Industrial, ABENDI – Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção, ABESC – Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Concretagem, ABIFA – Associação Brasileira de Fundição, ABITAM – Associação Brasileira da Indústria de Tubos e Acessórios de Metal, ABMS – Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABPE – Associação Brasileira de Pontes e Estruturas, ABRAFILTROS – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas Automotivos e Industriais, ABRAMAN – Associação Brasileira de Manutenção, ABRATT – Associação Brasileira de Tecnologia Não Destrutiva, ABRINSTAL – Associação Brasileira pela Conformidade e Eficiência de Instalações, ABS – Associação Brasileira de Soldagem, ABTC – Associação Brasileira dos Fabricantes de Tubos de Concreto, ABTS – Associação Brasileira de Tratamento de Superfície, ADEMI-DF – Associação Brasileira de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal, ALEC – Associação Brasileira das Empresas Locadoras de Bens Móveis, ANAPRE – Associação Nacional de Pisos e Revestimento de Alto Desempenho, ANFIR – Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários, ANPEI – Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras, APELMAT / SELEMAT – Associação Paulista dos Empreiteiros e Locadores De Máquinas De Terraplanagem e Ar Comprimido / Sindicato das Empresas Locadoras de Equipamentos e Máquinas para Terraplanagem e Construção Civil do Estado de São Paulo, APEOP-SP – Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas, ASBEA – Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura, CBT – Comitê Brasileiro de Túneis, COBRACON – Comitê Brasileiro de Construção Civil, CREA-SP – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo, FABET – Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte, FESEMG – Federação de Serviços do Estado de Minas Gerais, SECOVI – Sindicato das Empresas de Compra, Venda,Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo, SENAI/SP – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, SICEPOT-MG – Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais, SINDILEQ-MG – Sindicato das Empresas Locadoras de Equipamentos, Máquinas, Ferramentas e Serviços Afins do Estado de Minas Gerais, SINDILEQ-PE – Sindicato dos Locadores de Equipamentos, Máquinas e Ferramentas de Pernambuco, SINDILUB – Sindicato Interestadual do Comércio de Lubrificantes, SINDIPEDRAS – Sindicado da Indústria de Mineração de Pedra Britada do Estado de São Paulo, e SINDIPESA – Sindicato Nacional das Empresas de Transporte e Movimentação de Cargas Pesadas e Excepcionais.

Informações: www.constructionexpo.com.br


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade