Publicidade

Campanha do Fusca traz Chacrinha e Rivellino para a internet . Volkswagen lança teasers para campanha publicitária do novo Fusca no Youtube

A Volkswagen do Brasil lança hoje (06/11) no Youtube o primeiro teaser do filme publicitário do Fusca. Criada pela AlmapBBDO, a ação tem como objetivo gerar curiosidade e grande expectativa do público para o lançamento da campanha publicitária do modelo.

Seguindo os principais atributos do Fusca como inovação, diversão e irreverência, os teasers, pelo caráter inusitado, devem mobilizar os internautas e se tornarem “virais” nas redes sociais. Tratam-se de dois filmes: o “Rivellino” e o “Chacrinha”.

Em “Rivellino”, são utilizadas imagens de uma entrevista do jogador quando ele conquistou o título de tricampeão mundial, e faz divertidas referências ao Fusca de 2012. Dentro desta mesma linha, o segundo filme teaser, o “Chacrinha”, mostra imagens do saudoso velho guerreiro trazendo um recado bem humorado para o pessoal do futuro.

O filme “Rivellino” está disponível no link: http://www.youtube.com/watch?v=RyaPNir29ik&feature=youtu.be. O filme Chacrinha também estará no canal da Volkswagen no Youtube a partir desta quinta-feira, 8 de novembro.

O nome Fusca

Nessa nova era do Fusca, a Volkswagen inovou e deixou livre a escolha do nome do modelo, de acordo com o nome (ou apelido) que o modelo recebeu em cada mercado ao longo da sua história. Na França, o veículo é chamado de “Coccinelle”, nome já utilizado no passado naquele país. Na Itália, o modelo também resgatou o nome Maggiolino. No Brasil não poderia ser diferente. O Fusca é um dos carros mais lembrados, reconhecidos e carismáticos do mercado brasileiro.

Mais do que um carro eficiente, o Fusca sempre ocupou um lugar especial no coração das pessoas. As crianças o desenhavam quando queriam representar um carro e os brasileiros se identificaram com o Fusca, um carro extremamente ágil e confiável, que conquistou a simpatia de todos e invadiu ruas e estradas do País.

Fusca do século 21

Outro fator que contribuiu para o ressurgimento do nome Fusca é que a história do Fusca no Brasil se confunde com a própria história da industrialização brasileira e é parte memorável do cotidiano do povo desde os anos 50. O Fusca, no mundo, é um ícone. E como tal, possui bagagem cultural própria. Esse peso histórico e afetivo faz do Fusca um patrimônio da Volkswagen.

Mais do que o nome, o Fusca da nova era traz linhas de design e detalhes internos tendo como referência o primeiro Fusca. A nova geração do Fusca chega para ser um veículo com grande valor emocional, repleto de tecnologia e qualidade de última geração – atributos indispensáveis para o seu público-alvo: as pessoas que buscam um estilo de vida diferenciado.

Fabricado em Puebla (México), o Fusca – que estreou mundialmente no Salão de Xangai, em abril de 2011, com o nome Beetle – desembarca no mercado brasileiro este mês por R$ 76.600, na versão com câmbio manual, e por R$ 80.990, com transmissão DSG de dupla embreagem. Concebido para o mercado global, é o Fusca mais potente de todos os tempos, com motor 2.0 TSI com injeção direta de gasolina, que desenvolve 200 cv de potência, acoplado à transmissão de seis marchas DSG (Direct Shift Gearbox) de dupla embreagem. Esse conjunto mecânico faz com que o Fusca acelere de 0 a 100 km/h em apenas 7,3 segundos e alcance a velocidade máxima de 210 km/h.

O Fusca surge para continuar o sucesso desse ícone da marca Volkswagen. Um carro para proporcionar emoções, com comportamento dinâmico superior, atendendo a todos os requisitos para o uso diário ou longas jornadas.

Design reinterpretado

Em relação ao New Beetle de 1998, nada permaneceu igual. “O Fusca se caracteriza por uma clara e dominadora esportividade. Não tem apenas um perfil mais baixo: é mais largo, o capô dianteiro é mais longo, o para-brisa foi mais para trás, criando um novo dinamismo”, explica Bischoff. A nova geração do Fusca é mais ousada, mais dinâmica e mais masculina. Interior mostra personalidade.

Isto se nota principalmente no novo painel. As formas e o uso da cor na superfície plana do painel remetem ao design do primeiro Fusca. De forma similar ao primeiro Fusca, o novo carro tem um porta-luvas adicional integrado à superfície do painel, cuja tampa se abre para cima (a do compartimento standard, integrado a ele, abre-se para baixo).

Outro equipamento clássico são os instrumentos auxiliares, posicionados acima do sistema de áudio e navegação: temperatura do óleo, relógio com cronômetro e medidor da pressão do turbo. Também são novidade os novos volantes especialmente criados para o Fusca, com detalhes pintados nos raios.

O novo Fusca proporciona uma experiência de direção muito mais esportiva, a começar pela forração em preto do teto no interior do veículo. No mercado brasileiro, o Fusca contará com várias opções de personalização, que vão desde a tonalidade da iluminação na lateral das portas ao acabamento de couro bicolor dos bancos. Tudo isso, com qualidade de materiais internos que excede a expectativa dos consumidores mais exigentes.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade