Publicidade

Máquinas com tecnologia 100% nacional são destaques na Mecminas

Até sexta-feira, dia 9 de novembro, o Expominas recebe a 10ª edição da Mecminas – Feira da Indústria Mecânica de Minas Gerais. O evento é simultâneo a 1ª edição da Mecplast – Feira do Plástico, Borracha, Ferramentas e Moldes.

Participam da Mecminas 2012, 90 expositores nacionais e 19 representantes de empresas internacionais. A Mecplast conta com 29 empresas participantes. Dentre os produtos apresentados, algumas empresas mostram, em seus estandes, máquinas com tecnologia e fabricação 100% nacional.

Apesar da forte concorrência dos produtos chineses, os empresários garantem que ainda é um bom negócio produzir no País. De acordo com Luiz Carlos Sachetto, gerente da Romi, que participa desde a primeira edição da Mecminas, apesar do desafio de ser uma empresa nacional começam a aparecer iniciativas de um melhor cenário. “Nosso principal obstáculo é competir com os chineses. Por outro lado, a ABIMAQ em parceria com o governo reconhece essa dificuldade e está lutando pelo setor da produção industrial, fazendo com que aumentem as taxas de importação e diminuam as taxas de juros interno”, comenta.

A Romi é uma empresa 100% nacional atuante há 82 anos no mercado, com sede em Santa Bárbara do Oeste (SP) e com filiais espalhadas pelas principais capitais. Possui fábricas na Itália e Alemanha. De acordo com o gerente, a expectativa para a Mecminas é muito boa. “No primeiro dia de feira já realizamos negócios. Acreditamos que aumentaremos nossas vendas em 30% em relação ao ano passado. O mercado aquece e desaquece, mas o mercado mineiro tem mantido um padrão e uma estabilidade em termo de venda, o que constatamos na feira”, destacou.

A empresa mineira Mectrial, que participa pela décima vez da Mecminas expõe em seu estande algumas máquinas e peças com tecnologia e produção brasileira. Segundo o diretor da Mectrial, Claudinei Francisco Tavares, não é fácil produzir no Brasil, mas existem possibilidades. “Os custos da produção nacional são altos em relação aos produtos chineses que chegam ao país, mas ainda tem lugar no mercado para todo mundo. Existem clientes que querem o produto nacional, então a indústria nacional não pode parar”, analisou.

Além dos produtos brasileiros a Mectrial também conta com uma linha de importação de máquinas chinesas que são revendidas no Brasil. Sobre a Mecminas 2012, Claudinei acredita que o evento é uma oportunidade de divulgação. “É uma espaço que podemos estar frente a frente com os clientes. A feira é o melhor caminho para mostrarmos nossa marca e realizar negócios, inclusive no pós-venda”, contou.

Curso básico de elastômeros na Mecplast

Nesta quinta-feira, dia 8, de 16h às 19h, durante a Mecplast, será ministrado o curso básico de elastômeros (borracha sintética), com o palestrante André Mautone, que atua há 28 anos no segmento de aplicações técnicas do material.

Com realização da Associação Brasileira de Tecnologia de Borracha e com o apoio do Sindicato das Indústrias de Artefatos de Borracha de Minas Gerais o curso tem como objetivo disseminar conhecimentos sobre as tecnologias que envolvem a produção de peças de borracha.

Serviço:
O quê: Mecminas 2012 – Feira da Indústria Mecânica de Minas Gerais e Mecplast 2012 – Feira do Plástico, Borracha, Ferramentas e Moldes
Quando: de 6 a 9 de novembro
Horário: de 15h às 21h
Onde: Expominas (Av. Amazonas, 6.030, bairro Gameleira, Belo Horizonte – MG)
Quanto: Entrada gratuita para profissionais do setor (faça o pré-credenciamento no site)
Mais informações: www.mecplast2012.com.br / www.mecplast2012.com.br ou (31) 3371-3377


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade