Publicidade

AUDI AG: vendas mundiais crescem 12,9%. Cerca de 123.600 veículos foram entregues em todo o mundo no mês de outubro (+13,9%)

A AUDI AG iniciou o quarto trimestre do ano com um novo aumento de dois dígitos nas vendas. Graças aos modelos SUV Q3, Q5 e Q7, apoiados pela família A5, as vendas mundiais do mês passado tiveram um aumento de 13,9% comparado a 2011, totalizando cerca de 123.600 automóveis entregues. No acumulado do ano, 1.221.150 clientes compraram um novo Audi, um aumento de 12,9% em comparação a 2011. Em outubro, a montadora alemã contrariou novamente a tendência de mercado na Europa, atingindo um crescimento de 4,2%. As vendas da Audi continuaram a crescer, significativamente, com dois dígitos nos Estados Unidos (+14,5%) e na China, onde atingiu +29,5% no mês passado.

“A China continua sendo um dos principais mercados em crescimento para a Audi. Em outubro, nós superamos o registro total do ano passado e, em 2012, estabeleceremos um novo recorde significativo”, diz Luca de Meo, vice-presidente mundial de marketing e vendas da AUDI AG. “A nossa participação no segmento Premium do mercado chinês aumentou desde janeiro também graças aos novos modelos que atendem a demanda crescente dos clientes por progressividade e esportividade“, completa de Meo.

Devido às apresentações recentes do SUV compacto Q3, do A4 allroad quattro e do RS5 Coupé, a Audi conseguiu conquistar novos segmentos para a marca na China. Desde janeiro, foram entregues ao todo 332.959 unidades, um aumento de 31,2% comparado ao total de 313.036 em 2011. O crescimento percentual de 29,5 em outubro (35.899 unidades) foi liderado principalmente pelos Audi A6 L e Q5, modelos fabricados em Changchun.

Em outubro, a Audi também foi destaque em outros mercados da Ásia e Pacífico: na Coreia do Sul, por exemplo, as vendas aumentaram 62,5% comparadas ao mesmo mês de 2011. Na Índia, as vendas do Q3 – lançado em junho deste ano, contribuíram para um aumento de 76,3% nas entregas.

Com vendas de 11.708 unidades e um incremento de 14,5% nos Estados Unidos, a Audi Americana conquistou, em outubro, seu 22º mês consecutivo de recorde. O A4 foi um dos principais impulsionadores deste crescimento no país: A procura pelo modelo mais vendido no portfólio da Audi dos Estados Unidos subiu 20,6% (3.151 carros entregues). As vendas do A6, A7 Sportback, Q7 e A8 também cresceram dois dígitos e receberam um impulso extra a partir da introdução no mercado do S6, S7 Sportback e versões do modelo S8, que ocorreu em setembro. As versões S (esportivas) da Audi são tradicionalmente apreciadas pelos clientes norte-americanos. As versões S do Audi TT, A4 e A5 estão no mercado dos Estados Unidos por mais tempo e quase um, em cada quatro clientes, mostrou preferência pelas versões esportivas da família dos respectivos modelos nos últimos meses.

O forte crescimento no Canadá (37,6%) e em toda a América do Sul (55,8%) em outubro confirmou o desempenho dinâmico da Audi em todas as Américas. Só no Brasil, onde o A1 Sportback vem conquistando novos clientes para a marca dos quatro anéis desde setembro, a Audi teve um resultado positivo de 18,9% comparado a 2011, com 485 carros entregues.

Na Europa, a Audi manteve mais uma vez o padrão de crescimento dos últimos meses. No mês passado, apesar do ambiente de mercado claramente negativo, cerca de 60.950 veículos (+ 4,2%) foram entregues aos clientes na maior região de vendas da montadora alemã.

No mercado alemão, as famílias Q3 e A5 contribuíram com 5,1% no aumento das vendas (23.450 unidades). Durante os 10 primeiros meses do ano, a fabricante Premium entregou um total de 222.227 automóveis aos consumidores na Alemanha, crescendo 7,2%, comparado com o mesmo período de 2011. Esse resultado demonstra que a procura por modelos da Audi está notavelmente mais forte do que no mercado como um todo.

No Reino Unido, a Audi registrou um aumento de 19,8% nas vendas de outubro, totalizando 9.100 carros vendidos; Além do Q3 e do A5, também os modelos do segmento de luxo contribuíram para esse crescimento. Enquanto, em algumas regiões, a marca dos quatro anéis novamente registrou um número menor de vendas no mês passado – Itália (-14,1% para 3.903 carros) e Espanha (-11,8% para 2.561 carros), as entregas, por outro lado, nos mercados da Bélgica (+16,6% para 2.993 carros) e Turquia (+13,1% para 1.000 carros) aumentaram substancialmente. A maior taxa de crescimento para a Audi entre os maiores mercados europeus foi novamente registrada na Rússia, onde as vendas em outubro aumentaram 57,1%, alcançando 2.946 veículos comercializados. A Rússia, portanto, continua a liderar o forte desempenho da Audi em toda a região da Europa oriental, onde a companhia aumentou suas entregas de janeiro a outubro em 31,5% para 48.650 unidades aproximadamente, colocando-a a caminho de exceder 50.000 vendas pela primeira vez na história até o final deste ano.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade