Publicidade

Fusões e aquisições em Mineração têm forte recuperação no trimestre, aponta pesquisa da KPMG

O setor de mineração no Brasil protagonizou no terceiro trimestre deste ano nove operações de fusões e aquisições, 200% a mais do que no mesmo período do ano passado, quando foram registradas apenas três transações. No comparativo do acumulado do ano, a indústria também apresentou bons resultados: foram 19 transações nos nove meses de 2012, contra 17 em 2011, em período equivalente. Os números constam da Pesquisa de Fusões e Aquisições realizada trimestralmente pela KPMG com 43 setores da economia brasileira.

Das nove operações deste trimestre, quatro são domésticas, uma do tipo CB1*, duas CB4* e duas CB5*. Já no ano todo, foram feitas quatro operações domésticas, oito do tipo CB1*, uma CB2*, quatro CB4* e duas CB5*.

“O setor vive um momento delicado em função da queda do preço do minério no mercado e da redução do apetite chinês pelo produto brasileiro. Acreditamos que o aumento do número de operações ocorreu por inúmeros fatores: as transações realizadas foram pulverizadas, algumas são de pequeno porte e outras estão relacionadas com a estratégia de grandes empresas”, explica o sócio da KPMG Paulo Guilherme Coimbra. “A pesquisa mostrou ainda que o mercado doméstico de mineração é o que ainda tem maior destaque”, concluiu.

Sobre a Pesquisa

A Pesquisa de Fusões e Aquisições da KPMG no Brasil é realizada trimestralmente e apura as operações de fusões e aquisições efetivamente concluídas e divulgadas envolvendo empresas no presente no país.

A atual edição do estudo considera as operações de fusões e aquisições anunciadas e concluídas entre 1° de janeiro e 30 de setembro de 2012. O levantamento é realizado sistematicamente desde 1994.

*Legendas

Transações Domésticas: entre empresas de capital brasileiro

CB1: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de brasileiros, capital de empresa estabelecida no Brasil.

CB2: Empresa de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no exterior.

CB3: Empresa de capital majoritário brasileiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil.

CB4: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no Brasil.

CB5: Empresa de capital majoritário estrangeiro adquirindo, de brasileiros, capital de empresa estabelecida no exterior.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade