Publicidade

Ford comemora a venda de 5 milhões de veículos equipados com o SYNC, revolucionário sistema de conectividade

A Ford atingiu a venda de 5 milhões de veículos equipados com o SYNC, o revolucionário sistema de conectividade lançado há cinco anos em parceria com a Microsoft, que se tornou referência em tecnologia nessa área. No Brasil, este sistema está presente nos modelos EcoSport, New Fiesta, Fusion e Edge.

“O SYNC nos ajudou a evoluir como montadora, a pensar e agir mais como uma empresa de tecnologia, com uma abertura que mudou para sempre a forma como olhamos para os negócios e respondemos aos nossos clientes”, disse Paul Mascarenas, vice-presidente de Pesquisa e Inovação da Ford. “O SYNC incorpora a visão da Ford de ??ir mais longe e transformar idéias inovadoras em produtos acessíveis e de valor para milhões de pessoas.”

Parceria com a Microsoft

Quando a parceria foi iniciada, em 2005, os times de engenharia da Ford e da Microsoft constataram que a tecnologia móvel estava se tornando um item cada vez mais importante na vida das pessoas, com o avanço dos celulares e dispositivos digitais. A rapidez com que essa tecnologia móvel cresceu levou a equipe de desenvolvimento a decidir que era preciso adotar uma nova abordagem.

“A parceria com a Microsoft nos permitiu transformar o carro em uma plataforma com grandes oportunidades para os desenvolvedores, agregando valor e novos recursos na velocidade que os consumidores esperam”, continua Mascarenas. “O mundo tem hoje mais de 1 bilhão de smartphones em serviço e a conectividade móvel continuará sendo um elemento fundamental na nossa estratégia.”

“Trabalhamos com a Ford no sistema SYNC desde o início”, diz Kevin Dallas, gerente geral do Windows Embedded da Microsoft. “Adotamos uma abordagem de plataforma que nos permitiu avançar rapidamente e oferecer uma solução sem igual na indústria, que ao mesmo tempo traz flexibilidade para a criação de novos recursos e melhorias para os clientes da Ford.”

Plataforma aberta

Os carros têm um tempo médio de uso de mais de 10 anos, mas para acompanhar os avanços da tecnologia as pessoas costumam trocar seus aparelhos eletrônicos a cada dois anos.

A equipe de desenvolvimento do SYNC criou uma arquitetura baseada na plataforma Windows Embedded Automotive que aproveita protocolos abertos, como USB e Bluetooth, para se conectar com praticamente qualquer dispositivo de mídia e comunicação. Essa decisão acabou sendo uma das mais visionárias que se poderia imaginar.

Quando o SYNC foi anunciado em 7 de janeiro de 2007, na Feira Internacional CES, outras tecnologias também foram apresentadas, como o iPod. Dois dias depois, a Apple iniciou uma revolução na telefonia móvel, e o negócio de aplicativos, com o anúncio do primeiro iPhone. No final do mesmo ano, foi lançado o primeiro carro com SYNC, o Focus 2008, que permitia fazer chamadas no celular e tocar músicas do iPod por comando de voz, usando a tecnologia de reconhecimento de voz da Nuance.

Hoje, existem smartphones com uma ampla gama de plataformas, como iOS, Android, Blackberry e Windows Phone, com memória e poder de processamento maior que os computadores pessoais daquela época, que ainda funcionam com o sistema SYNC original. Eles também podem operar com novos aplicativos, como o 911 Assist, de conexão com serviços de emergência, e o SYNC Services, rede de serviços em nuvem que oferece boletins de trânsito, informações comerciais, notícias e resultados esportivos.

“Hoje, está claro que usar uma plataforma de conectividade aberta e atualizável tem sido chave para o sucesso do SYNC”, diz Mascarenas. “Ele permite que os veículos da Ford não fiquem presos às tecnologias de fábrica e possam ser atualizados com novos softwares”.

Conectividade em nuvem

O sistema SYNC já é disponível, em diferentes versões, nos modelos Fusion, Edge, New Fiesta e EcoSport vendidos pela Ford no Brasil. Agora, ele começa a ser lançado também na Europa e na Ásia. A Ford e a Microsoft estão trabalhando constantemente, junto com a Nuance, para manter o sistema na liderança das tecnologias embarcadas de conectividade.

“Na Microsoft, hoje estamos focados em criar sistemas inteligentes combinando informação e conectividade. No veículo, isso significa a capacidade de se conectar com mais fontes e dados para ajudar o motorista. Junto com a Ford, estamos ajudando a transformar o veículo conectado em um veículo inteligente”, diz Kevin Dallas.

Conectividade em nuvem, sensores embarcados e acesso a dados são componentes-chave para criar esse tipo de veículo. Outros avanços, como processamento de linguagem e aprendizado de máquina, podem ajudar o SYNC a oferecer uma interação mais natural entre o carro e o motorista e uma experiência de direção mais personalizada e conveniente.

“O carro é uma fonte rica de informações em tempo real que, combinado ao poder de processamento disponível na nuvem, pode se transformar no dispositivo mais inteligente que você já teve”, completa Mascarenas.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade