Publicidade

Ford comemora a produção de 500.000 veículos com motor Ecoboost

A Ford atingiu a produção de 500.000 motores EcoBoost, mais um marco dessa tecnologia inovadora que leva a eficiência e a economia de combustível a um novo nível. Esse volume foi alcançado apenas três anos depois do lançamento e representa mais um passo no plano da Ford de se tornar líder da indústria em economia de combustível.

Até o final do ano, a marca terá oito veículos nos Estados Unidos com consumo na faixa de 17 km/l – o dobro do volume de um ano atrás e maior que o de qualquer outro fabricante. O novo Fusion Hybrid, que chega em breve ao mercado, será o sedã de luxo mais econômico do mundo, com consumo de 20 km/l.

Com o lançamento do Fusion EcoBoost 2.0 no Brasil e América do Sul, a Ford completou a introdução dessa nova tecnologia de motores em todos os mercados onde atua. Na América do Norte, com a oferta do EcoBoost em modelos de alto volume, como Fusion, Escape e F-150, a marca lidera a aplicação de motores turbo com injeção direta de gasolina.

A família global de motores Ford EcoBoost inclui o premiado 1.0 de três cilindros, as versões 1.6 e 2.0 de quatro cilindros e o poderoso 3.5 V6. O EcoBoost foi lançado em julho de 2009, na versão 3.5 V6, com o Taurus SHO 2010, e impulsionou as vendas da linha. Em 2011, a Ford vendeu 127.683 veículos com motor EcoBoost nos Estados Unidos. Até 2013, mais de 90% da sua linha na América do Norte será equipada com esses motores.

A Ford usa centenas de milhares de linhas de códigos de computador nos módulos de controle para otimizar a operação dos seus motores e transmissões. A tecnologia EcoBoost usa turbo, injeção direta de gasolina e comando de válvulas variável para elevar em cerca de 20% a economia de combustível sem sacrificar o desempenho. No seu desenvolvimento, a Ford registrou mais de 125 patentes industriais.

Turbinando as vendas

O Fusion e o Escape são exemplos de como a Ford pretende ampliar o uso dessa tecnologia em seus produtos de alto volume. O Fusion não contava com nenhuma opção EcoBoost na linha 2012 e em 2013 terá 60% da produção equipada com esses motores. O novo Escape traz dois motores EcoBoost, 1.6 e 2.0, que deverão responder por 90% do volume de vendas da linha.

Na Europa, o EcoBoost segue a mesma tendência. A Ford planeja triplicar a produção de veículos com esses motores até 2015, para cerca de 480.000, em comparação com 141.000 no ano passado. Desse total, mais de 300.000 serão da versão 1.0 EcoBoost.

Os limites para a redução do tamanho dos motores não estão definidos. A Ford planeja continuar a oferecer os motores EcoBoost globalmente e anunciou o lançamento da versão 1.0 de três cilindros na América do Norte no ano que vem. O Focus europeu passou a oferecer este ano uma versão com motor EcoBoost 1.0, que já responde por cerca de 30% das vendas da linha.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade