Publicidade

Allison e Randon tem papel de destaque nas obras de infraestrutura do Rodoanel. Todos os modelos Randon RK 430M que circulam por este e outros canteiros de obras no Brasil e exterior são equipados com as transmissões automáticas Allison da Série 4000

As obras do Trecho Leste do Rodoanel, uma das mais importantes para o progresso da cidade de São Paulo e, com certeza, uma das mais representativas em termos de desenvolvimento da infraestrutura nacional, conta com utilização maciça dos caminhões Randon equipados com as transmissões totalmente automáticas Allison.

Grande parte da construção da infraestrutura nacional passa, sem dúvida, pelos caminhões da Randon Veículos, que representam cerca de 70% da frota nacional de caminhões fora-de-estrada até 30 toneladas. Consequentemente, a Allison Transmission participa de forma ativa e inequívoca da consolidação da infraestrutura do País, uma vez que equipa estes caminhões com suas transmissões 4430 ORSR desde 2007.

O acordo Randon/Allison está presente em grande parte dos canteiros de obras em execução o Brasil, entre eles, os que estão diretamente ligados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Também marcam presença significativa nas obras voltadas para a solução da carência energética, que se traduzem na construção de empreendimentos de hidrelétricas de todos os portes em território nacional. Essa presença também se estende para países da América Latina, Oriente Médio e África.

A parceria firmada entre a Randon Veículos, divisão do tradicional fabricante de implementos rodoviários, e a Allison Transmission tem se mostrado extremamente importante para ambas as empresas. Iniciada em 2005, a partir da identificação de oportunidades de negócios, essa colaboração redundou na configuração de uma transmissão automática da Série 4000 que se adequasse perfeitamente aos caminhões da Randon. E foi a partir dessa união de produtos e interesses, que foi gerado um produto final extremamente adequado às condições de mercado. O uso da transmissão Allison S4430ORSR desenvolvida para aplicações fora-de-estrada veio ao encontro tanto das expectativas da Randon quanto dos clientes da marca.

Para que se tenha uma ideia da importância de uma transmissão automática em aplicações fora-de-estrada, um operador em um único período de trabalho chega a fazer 600 mudanças de marchas com um caminhão manual. No final do dia isso pesa muito em termos de produtividade e segurança. Com uma transmissão automática o caminhão leva mais carga, e faz mais ciclos durante o dia, pois não para por problemas no trem de força, uma constante nos modelos com transmissões mecânicas. A disponibilidade do veículo é outro ponto importante, uma vez que a manutenção necessária nas transmissões Allison resume-se apenas às trocas programadas de óleo e filtro. E, em aplicações mais severas o usuário fica especialmente atento para fatores como rentabilidade da operação e custos de manutenção do caminhão, o que faz com que os RK 430M equipados com Allison sejam muito mais atrativos.

Para Carlos Augusto Roma, Gerente Nacional de Vendas da Allison Transmission, a parceria com a Randon é extremamente importante para ambas as marcas. “Nossa experiência têm mostrado que nossas transmissões são eficientes em uma grande variedade de aplicações e solicitações, e está parceria com a Randon reafirma uma das principais características do nosso produto: a grande resistência. Quaisquer que sejam as situações e exigências a que os caminhões sejam submetidos – campos de mineração ou construção pesada – nossas transmissões continuam a proporcionar maior disponibilidade e rentabilidade ao veículo, alguns dos itens que têm levado fabricantes como a Randon a optar por nossos produtos”.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade