Publicidade

Volkswagen do Brasil conquista marco histórico de 3 milhões de veículos exportados. Empresa é líder em exportações do setor automobilístico brasileiro e maior fabricante de veículos do País

A Volkswagen do Brasil – maior fabricante de veículos do País e líder em exportações do setor automobilístico brasileiro – acaba de atingir o marco histórico de 3 milhões de unidades (automóveis e comerciais leves) exportadas desde 1970, quando tiveram início as vendas da marca para o Exterior. A Volkswagen é a primeira indústria automobilística brasileira a alcançar esse volume de exportações. O recorde é representado pelo Novo Gol, que embarcou no Porto de Santos rumo à Argentina, onde a marca é líder de vendas.

Atualmente, a Volkswagen do Brasil tem a América Latina como seu mercado de exportações; a marca, no entanto, já vendeu seus modelos para 147 países, nos cinco continentes. Segundo levantamento do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a Volkswagen do Brasil é a 18ª maior empresa exportadora do País, considerando todos os setores, e a primeira automobilística do ranking; a segunda colocada entre as automobilísticas aparece na 24ª posição geral.

“A Volkswagen do Brasil se orgulha de atingir o marco histórico de 3 milhões de unidades exportadas, sendo a principal empresa exportadora do setor automobilístico brasileiro. Os dados revelam o sucesso global de nossos veículos, que são amados no Brasil e no Exterior. A demanda é resultado da alta qualidade de nossos produtos, fabricados com foco em inovação, segurança e tecnologia, para conquistar a satisfação dos clientes”, diz o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall.

O Gol, que é o modelo mais exportado da história da indústria automobilística brasileira, totalizou em outubro 1.121.215 unidades exportadas, que já foram enviadas para 66 países. No Brasil, o Gol é líder de vendas há praticamente 26 anos consecutivos.

O Fox é o segundo modelo mais exportado pela Volkswagen do Brasil, totalizando 425.016 unidades vendidas, até outubro, para 62 países. O Voyage vem em terceiro lugar no ranking de exportações da Volkswagen do Brasil, com 328.679 unidades vendidas, até outubro, para 58 países.

Com 59 anos de atividades, a Volkswagen do Brasil foi a primeira operação da marca fora da Alemanha e se tornou um importante centro de desenvolvimento de novos veículos. Atualmente, a Volkswagen do Brasil é a terceira maior operação do Grupo Volkswagen no mundo, atrás somente da China e da Alemanha.

Atuais mercados de exportação

A Volkswagen do Brasil exporta atualmente para cerca de 20 países da América Latina, sendo que Argentina e México são os principais mercados, respondendo por 64% e 22% das exportações, respectivamente.

Na Argentina, a Volkswagen é líder de vendas no acumulado de 2012. O Gol é o veículo mais vendido no país, onde já manteve a liderança por 12 anos, sendo 9 anos consecutivos. Também na Argentina, o Voyage alterna entre a 2ª e 3ª posição em vendas no seu segmento. A empresa também exporta para países como Chile, Peru, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Colômbia, Equador, entre outros.

Atualmente, a Volkswagen do Brasil utiliza os Portos de Santos (SP), São Sebastião (SP) e Paranaguá (PR) para exportar automóveis, dada a proximidade estratégica com as fábricas localizadas em São Bernardo do Campo – Anchieta (SP), Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Gol: o modelo mais exportado da história da indústria automobilística brasileira

O Volkswagen Gol – o automóvel mais vendido no Brasil há praticamente 26 anos consecutivos – é o modelo mais exportado da história da indústria automobilística brasileira, tendo totalizado, em outubro, 1.121.215 unidades vendidas para o Exterior. Com mais de 7 milhões de unidades produzidas no Brasil, um marco conquistado em agosto de 2012, o Gol também é o automóvel mais produzido e vendido da indústria nacional.

Voyage: exportado para 58 países

Com mais de 1 milhão de unidades produzidas ao longo de sua história, o sedã Voyage é o derivado do Gol de maior sucesso. Lançado em 1981, foi totalmente projetado e desenvolvido no País e, ao longo de seus mais de 30 anos de história, já registrou 328.679 unidades exportadas, até outubro, para 58 países, sendo o terceiro modelo mais vendido pela Volkswagen do Brasil para o Exterior.

Uma curiosidade sobre as exportações do Voyage, que significa “viagem” em francês, é que esse nome foi mantido apenas nas unidades exportadas para os países Argentina, Peru, Guatemala e Equador. Nos demais países da América Latina, o automóvel leva o nome de Gol Sedan. Nos Estados Unidos, onde foi vendido de 1987 a 1993, foi chamado de Fox (o atual modelo com este nome ainda não existia) e somou mais 202 mil unidades comercializadas. O Voyage foi o primeiro carro produzido em série, projetado e fabricado no Brasil, exportado para os Estados Unidos.

Ranking dos veículos Volkswagen mais exportados (até outubro de 2012)

1º- Gol 1.121.215 unidades exportadas
2º- Fox 425.016 unidades exportadas
3º- Voyage 328.679 unidades exportadas
4º- Golf 281.172 unidades exportadas
5º- Passat 200.578 unidades exportadas
6º- Parati 168.201 unidades exportadas
7º- Saveiro 155.270 unidades exportadas
8º- Kombi 93.981 unidades exportadas
9º- CrossFox 72.215 unidades exportadas
10º- Fusca 57.726 unidades exportadas

Fatos marcantes

Passat Iraque

Em 1983, teve início uma das primeiras grandes operações de exportação da Volkswagen do Brasil: o Passat, famoso por suas características de durabilidade e estilo, agradou também o mercado iraquiano. O projeto terminou em 1988, com aproximadamente 170 mil unidades vendidas.

O projeto, além de um marco na história de exportações, representou uma grande oportunidade para o Brasil, pois o pagamento pela compra dos veículos era realizado com petróleo, que era repassado à Petrobrás em troca de pagamento monetário. Formou-se assim um contrato triangular.

Projeto 99 – Voyage (Fox) e Parati (Fox Station) EUA e Canadá

O Projeto 99 permitiu à Volkswagen do Brasil conquistar uma importante fatia no mercado automobilístico dos Estados Unidos e Canadá. Com início em 1987, o Projeto 99 teve um ciclo de vida de 7 anos para o Voyage (exportado, na ocasião, com o nome Fox), com 202.062 unidades vendidas, e de 2 anos para a Parati (exportada com o nome Fox Station), com 25.022 unidades vendidas.

Golf EUA e Canadá

O programa para os Estados Unidos foi realizado entre os anos 2000 e 2005, com 137.925 unidades do Golf exportadas; para o Canadá, as exportações foram de 2000 a 2009, com 75.063 unidades.

Gol Rússia

O Gol foi o primeiro carro brasileiro a circular na Rússia. A operação foi um grande desafio e exigiu testes de resistência no automóvel, para enfrentar baixas temperaturas, que podem chegar a 40ºC negativos. Além da umidade relativa do ar entre 20% e 90%, foram simuladas as mais variadas condições climáticas entre 40ºC e 60ºC negativos. Os componentes que receberam avaliação extremamente rigorosa foram elétricos, guarnições, motor e câmbio.

O projeto foi realizado entre 2004 e 2005, com 1.609 unidades exportadas. Nesse programa, o Gol recebeu o nome de Pointer.

Total Flex

A Volkswagen do Brasil iniciou em janeiro de 2009 a exportação de veículos Total Flex para o Paraguai. Após negociações e testes de combustíveis, os veículos foram exportados exatamente nos mesmos padrões dos comercializados no mercado brasileiro. O pioneiro foi o Gol, mas atualmente o país também recebe Voyage, Fox, CrossFox, Golf e Saveiro com motores bicombustíveis. O Paraguai é único país que importa veículos com a tecnologia que permite abastecimento com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade