Primeiros 30 ônibus “Superarticulados” Mercedes-Benz entram em operação em São Paulo. Com carroçaria Millenium BRT da Caio e piso baixo, novo ônibus articulado destaca-se pela alta capacidade de transporte: são 58 passageiros sentados e 112 em pé

Os ônibus urbanos “Superarticulados” Mercedes-Benz O 500 UDA “low entry”, de piso baixo e alta capacidade de transporte de passageiros, entram em circulação, a partir dessa semana, nos corredores da cidade de São Paulo. A VIP Transporte Urbano Ltda. colocou em operação 30 unidades deste modelo para atuar em corredores das Zonas Leste e Sul, como Estrada do M’Boi Mirim e avenidas Santo Amaro, Nove de Julho e Ibirapuera. “Nossa intenção é ter um total de 70 veículos ‘Superarticulados’ O 500 UDA da Mercedes-Benz em operação em nossa empresa até o fim desse ano”, informa Carlos de Abreu, presidente do Grupo VIP.

Os 30 ônibus “Superarticulados” adquiridos pela VIP receberam carroçaria Millenium BRT da Caio. Com 23 metros de comprimento, cada veículo tem capacidade para 58 passageiros sentados e 112 em pé, contando com maior espaço entre os assentos e áreas para cadeiras de rodas e cão guia.

“Estamos muito satisfeitos com o início das operações dos ônibus Mercedes-Benz ‘Superarticulados’ na cidade de São Paulo. Esses veículos contribuem muito para a melhoria do transporte público, conquistando assim a satisfação dos usuários”, afirma Gustavo Nogueira, gerente da área Sistemas de Transporte (BRT) da Mercedes-Benz do Brasil. “Eles ainda proporcionam maior conforto e produtividade para os motoristas e garantem a rentabilidade operacional para as empresas”.

Capacidade para mais de 200 passageiro

O chassi O 500 UDA “low entry” foi lançado no mercado juntamente com o O 500 MDA de piso normal. A grande novidade desses “Superarticulados” são seus 4 eixos, sendo o último eixo na parte traseira direcional, o que possibilita a instalação de carroçarias de até 23 metros, para o transporte de mais de 200 passageiros no modelo O500 MDA, dependendo da configuração interna do ônibus.

Estes veículos trazem novas soluções para o segmento de alta capacidade de transporte de passageiros, como os corredores exclusivos e especialmente o sistema BRT (Bus Rapid Transit), que vem ganhando espaço no Brasil, principalmente nas cidades que sediarão a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Outro importante diferencial desses veículos é que eles são operacionalmente rentáveis durante todo o período de sua utilização e não apenas nos horários de pico, aumentando assim as vantagens para os operadores, gestores e planejadores dos sistemas de transporte urbano de passageiros.

Mercedes-Benz amplia a oferta de ônibus articulados

Com os “Superarticulados”, a Mercedes-Benz amplia o leque de opções para seus clientes. Às já conhecidas versões O 500 MA e UA “low entry”, a marca agrega os modelos O 500 MDA e UDA “low entry”.

Todos os modelos da atual linha O 500 de articulados se destacam pela avançada e exclusiva tecnologia BlueTec 5 e por motores mais econômicos e ecológicos. Além de reduzir drasticamente as emissões, o BlueTec 5 proporciona menor custo operacional, com redução no consumo de combustível, maiores intervalos de troca de óleo e de manutenção, excelente desempenho, eficácia e confiabilidade.

Os modelos O 500 UA e UDA (de piso baixo) são indicados para pontos de embarque ao nível da calçada. Já os O 500 MA e MDA, com piso normal, são mais adequados para corredores que utilizam plataformas de embarque elevadas. Todos os chassis articulados Mercedes-Benz são indicados para BRT e corredores exclusivos, ficando a cargo dos gestores e operadores a escolha do modelo que melhor atenda ao dimensionamento da capacidade do seu sistema de transporte.

4º eixo direcional amplia o conforto e dirigibilidade

Destaque dos chassis O 500 UDA e O 500 MDA é o último eixo traseiro móvel, com suspensão independente. Instalado atrás do eixo de tração, ele reduz o arraste, melhora as manobras e evita o desgaste dos pneus.

Com esse eixo direcional, o raio de giro é reduzido. Isso proporciona maior facilidade de operação nas estações e terminais de passageiros, garantindo com isso uma pequena distância entre o veículo e a plataforma em qualquer situação. Os planejadores dos Sistemas BRT também são beneficiados com o 4º eixo direcional, pois eles passam a ter mais possibilidades nos projetos de terminais e estações dos sistemas.

A padronização de frota com chassis articulados O 500 da Mercedes-Benz traz mais benefícios para os clientes. Favorece, por exemplo, a intercambiabilidade de peças, os trabalhos de manutenção e o treinamento de motoristas e mecânicos. Com exceção do eixo traseiro direcional, todos os demais componentes do MDA e UDA são os mesmos do MA e UA.



Leia Também:
Anterior:

Próxima: