Publicidade

Iveco Hi-Way traz a melhor cabine do segmento, além de motores econômicos e de alto desempenho. Veículo vem, de série, com câmbio Eurotronic de 16 velocidades

O Iveco Hi-Way é um veículo desenvolvido sob a ótica do condutor. Isso significa que a equipe de engenharia da empresa utilizou o que há de mais moderno para tornar a cabine do caminhão um sinônimo de eficiência e ergonomia tanto nos momentos de trabalho quanto no descanso do motorista. Com amplo espaço interno, o veículo está disponível nas versões teto alto ou teto médio, ambas com cabine leito com 2,5 metros de largura por 2,25 de comprimento, o que possibilita mobilidade e favorece a sensação de bem-estar. Com piso semipleno, a versão teto alto permite que uma pessoa de até 1,90 metro fique em pé sem encostar a cabeça no teto.

“A Iveco entende a cabine do caminhão, sobretudo os estradeiros, como a segunda casa do condutor. É um espaço que deve ser visto como um ambiente de trabalho, um centro de gestão de frota e um ambiente acolhedor, onde quem está ao volante também possa relaxar quando não estiver conduzindo”, afirma Marcello Motta, diretor de Plataforma e Desenvolvimento de Produto da Iveco.

No Centro de Engenharia de Turim, foram realizados estudos em uma sala virtual, que tornaram possível simular cenários bi e tridimensionais, para projetar uma cabine perfeita para centenas de perfis de condutores. Foram esses estudos que também possibilitaram transformar o Hi-Way em referência em ergonomia, deixando os comandos ao alcance das mãos do motorista, o que faz a direção ser mais intuitiva, confortável e prazerosa. Contando com acabamento de primeira linha, similar ao encontrado em automóveis de luxo, o Hi-Way traz uma série de teclas incorporadas ao volante, o que permite que o motorista permaneça a maior parte do tempo com as mãos na direção.

Para maior conforto do condutor, foram também desenvolvidos estudos sobre os assentos, considerados a principal interface entre o veículo e quem o dirige. O objetivo é garantir não apenas o conforto, mas também auxiliar na segurança e na prevenção de doenças ocupacionais. Nesse intuito, os bancos do motorista e passageiro contam com apoia-braços, regulagens pneumáticas de altura – com memória –, profundidade e inclinação, além de ajuste lombar, cinto de segurança integrado e revestimento de couro de série.

O Hi-Way conta também com sistema de quebra-sol diferenciado, com cortina frontal elétrica, cortina lateral e blackout com interior claro para deixar o ambiente ainda mais acolhedor. Para os momentos de descanso, a Iveco equipou o Hi-Way com a cama High-Confort, concebida com tecnologia viscoelástica, que fornece conforto máximo ao usuário, além de não se deformar, ser lavável e antimofo. A estrutura mede 2,0 m X 0,80 m, o que permite acomodar diversos perfis de condutores. Como opcional, o veículo da Iveco oferece um beliche, com auxílio de dois amortecedores para facilitar o manuseio, escada em alumínio e possibilidade de ser completamente embutido na parede, deixando mais espaço interno para os ocupantes.

A cabine é equipada com climatizador de baixo ruído e baixo consumo, posicionado no teto. Mesmo com o motor desligado, ele consegue manter o ar refrigerado e umedecido. Para aumentar a comodidade, o condutor pode acionar o aparelho por controle remoto, deitado em sua cama. Também como item de série, o Iveco Hi-Way traz ar-condicionado digital, com controle automático de temperatura e direcionamento do ar por teclas para o motorista e o ocupante.

O veículo tem também uma grande quantidade de porta-objetos, que auxiliam na organização do espaço interno, permitindo que os itens de uso pessoal e profissional do motorista fiquem sempre posicionados em locais acessíveis. A cabine traz geladeira e box térmico localizados entre o banco do condutor e do passageiro, com a possibilidade de serem acomodados sob a cama, sem comprometer o espaço interno da cabine.

O ambiente também conta com diversos pontos de iluminação, além de luzes led para leitura – incluindo na cama – e luz automática de segurança. No próprio painel, o condutor poderá encontrar rádio com CD, leitor de MP3, entrada USB e função RDS, além de conector de diagnóstico com 16 pinos padronizados, tomadas elétricas de 12 volts para a ligação de acessórios e tomada de ar comprimido.

Para obter uma direção segura e econômica, o motorista terá o auxílio de uma série de dispositivos. Exemplo disso é o computador de bordo, que traz informações completas e precisas sobre a condução do veículo. Por meio dele, torna-se possível visualizar níveis de pressão dos circuitos de freio, média de consumo de combustível, tempo de funcionamento do motor e indicador do nível de Arla 32, entre outras funcionalidades.

Também ganha destaque o Econômetro, integrado ao computador de bordo. O instrumento é um importante auxílio para o gerenciamento da frota. Como o próprio nome indica, ele aponta parâmetros precisos para uma direção mais eficiente, indicando consumo de combustível instantâneo e o nível de pressão do turbo.

Em nome da segurança, o Iveco Hi-Way traz piloto automático, que permite manter a velocidade desejada sem a necessidade de pisar no acelerador. Da mesma forma, o veículo conta com limitador de velocidade, que não permite que a velocidade máxima programada seja ultrapassada mesmo com carga no pedal de aceleração. Também atuando pela segurança do condutor, o Hi-Way teve cabine projetada para fornecer o máximo de visibilidade direta e refletida. Para as manobras, o Hi-Way traz dois retrovisores auxiliares frontal e lateral, ampliando ao máximo o campo de visão do motorista.

A cabine conta com isolamento acústico, que torna o nível de ruídos interno o menor da categoria, colaborando também para o conforto na condução. Esse aspecto é resultado direto do design arrojado e aerodinâmico do Hi-Way, que lhe valeu o prêmio de caminhão mais bonito do mundo também no Salão de Hannover 2012. Moderno e robusto, o design foi concebido para reduzir a resistência do ar, proporcionando uma direção agradável e econômica. A grade central, os defletores e os para-choques formam um conjunto que conseguiu otimizar o coeficiente aerodinâmico do Hi-Way, tendo como consequências diretas o baixo nível de ruídos e ganhos em consumo de combustível, sobretudo nas longas viagens do estradeiro da Iveco.

Desempenho e economia

Todos os instrumentos tecnológicos, acabamento de primeira linha e inovações que estão à bordo do Hi-Way não fazem o novo veículo da Iveco fugir à linha que a empresa aplica no desenvolvimento de todos os seus produtos. A empresa conseguiu novamente levar uma solução de ponta aos seus clientes, mas com custos de operação e de serviços reduzidos. Para isso, a engenharia Iveco atuou diretamente em soluções mecânicas que resultaram em maior durabilidade, robustez e economia de combustível.

Um dos grandes destaques nesse último aspecto fica por conta do motor Cursor 13, da FPT Industrial. Os propulsores atendem às normas de emissões do Proconve P7 e utilizam sistema SCR para redução da emissão de poluentes. Forte, econômico e durável, o propulsor garante alto desempenho nas três versões em que está disponível no Iveco Hi-Way: 440 cv, 480 cv e o novo 560 cv.

Nos três casos, a potência máxima já está disponível a 1.900 rpm. O torque máximo dos novos motores chega a 2.100 Nm, na versão de 440 cv; 2.250 Nm, na versão de 480 cv; e 2.500 Nm, na versão de 560 cv, sempre na faixa de 1.000 a 1.550 rotações, o que garante uma direção mais agradável, maior amplitude de rotação dentro da faixa econômica e grande redução no consumo de combustível.

A versão de 560 cv, desenvolvida exclusivamente para as versões top de gama do Hi-Way, é resultado de um grande trabalho de engenharia em nome do alto desempenho e consumo reduzido de combustível. O propulsor faz uso de materiais nobres, que possibilitam a redução do seu peso e garantem resultado direto nos excelentes números de consumo do caminhão da Iveco. Exemplo disso é o uso de cabeçote em alumínio, 50% mais leve que o aço fundido, material geralmente utilizado neste componente.

O propulsor tem também filtro de óleo ultrafino com membrana microporosa – o chamado Green Filter. O componente tem maior facilidade de manutenção e maior poder de reter impurezas, fator que resulta diretamente em intervalos maiores de troca de óleo e economia nos custos de manutenção.

O novo Cursor 13 560 cv utiliza a novíssima turbina VGT de geometria variável e aftercooler. O equipamento proporciona a redução do desgaste e do esforço na operação do turbo, resultando em mais eficiência no uso do combustível e durabilidade de todo o sistema. Essa nova tecnologia da FPT Industrial foi desenvolvida para substituir as tradicionais aletas móveis disponíveis atualmente no mercado, colocando no lugar um anel deslizante formado por uma peça única que abre e fecha de acordo com a necessidade de entrada de ar na turbina. Em baixas rotações, o anel se abre completamente. À medida que o giro do motor se eleva, o instrumento vai gradativamente se fechando, controlando o fluxo de ar.

Outro destaque da família Hi-Way é o freio motor por descompressão e borboleta, que garante potência de frenagem de 415 cv, uma das maiores do segmento. Esse componente garante maior segurança para o condutor e vida útil mais longa ao sistema de freio do caminhão – assegurando, consequentemente, mais rentabilidade para o transportador.

O Hi-Way também conta com freio auxiliar Intarder, que, combinado ao freio motor, chega em quase 1.000 cv, a maior potência de frenagem do seu segmento. Como adicional, esse sistema gera mais segurança no sistema antitravamento das rodas. Também nesse sentido, o Hi-Way traz de série ajustador automático de freios, freios ABS e sensor do nível de desgaste da lona.

“As novidades apresentadas nos motores somadas ao design aerodinâmico da cabine entregaram o que chamamos de kits Hi-Efficiency e Hi-Performance. Com eles, conseguimos uma redução de até 10% em consumo de combustível em relação a propulsores Euro III. É o que nos dá a certeza de que estamos oferecendo aos nossos clientes um dos extrapesados mais potentes e econômicos do mercado”, diz Motta.

O veículo premium da Iveco vem equipado de série com câmbio automatizado Eurotronic, com 16 velocidades, permitindo mudanças rápidas e precisas de marcha, traduzidas em ganho de conforto ao motorista e redução de consumo. Em nome de uma autonomia ainda maior nas grandes viagens, as versões 4 X 2 e 6 X 2 vêm equipadas com tanque duplo de alumínio, com capacidade de 600 + 220 litros. Nas versões 6 X 4, a capacidade é ainda maior, chegando a 600 + 300 litros.

O Iveco Hi-Way conta com duas opções de suspensão: mecânica e pneumática full air. Nesse último caso, o componente é equipado com um sistema especial para manter a altura do chassi em trânsito e ajustar durante o carregamento e descarregamento, além de facilitar o engate e desengate de semirreboques. Essa tecnologia traz ganho de conforto aos ocupantes da cabine, melhora a proteção para a carga e aumenta a durabilidade do veículo, à medida que proporciona uma distribuição uniforme da carga nos chassis e pneus.

Por fim, o caminhão conta com basculamento elétrico da cabine, um ganho considerável em praticidade nesse procedimento. A habilitação do sistema de levantamento é feita por tecla no painel de instrumentos, o que também se reverte em incremento de segurança para o condutor.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade