Publicidade

Carros com tecnologia híbrida diesel da PSA Peugeot Citroën são expostos no 10° Fórum SAE Brasil de Tecnologia de Motores Diesel

Um Peugeot 3008 e um Citroën DS5 com sistema HYbrid4, tecnologia híbrida diesel da PSA Peugeot Citroën, estão sendo expostos pela organização durante o 10° Fórum SAE Brasil de Tecnologia de Motores Diesel. O evento está acontecendo em Curitiba e é promovido pela Seção Regional Paraná e Santa Catarina da SAE Brasil. Nele, são debatidas políticas e formas como a indústria pode contribuir com tecnologias que favoreçam um melhor aproveitamento da tecnologia diesel no país.

Com o HYbrid4, o Grupo PSA lançou o desafio de conjugar os desempenhos ambientais de um motor térmico a diesel com as vantagens da propulsão elétrica: uma revolução em termos de redução de consumo e de emissões – cerca de 30% em comparação com um veículo a diesel tradicional – e emissões de CO2 inferiores a 100 g/km. E os resultados são significativos. Apresentada mundialmente no Peugeot 3008, no fim de 2011, a tecnologia híbrida diesel HYbrid4 já integra, atualmente, também versões do Citroën DS5 e dos Peugeot 508 e 508 RXH comercializadas na Europa.

Esta linha de veículos fez com que, no primeiro semestre de 2013, a PSA Peugeot Citroën consolidasse sua posição como a maior produtora de veículos híbridos da Europa – e a segunda montadora do segmento em vendas. Além disso, apesar de recente, esta inovação já ganhou reconhecimento internacional, acumulando conceituados prêmios, como o Goldenes Lenkrad (“Volante de Ouro”, na categoria Meio Ambiente), das revistas alemãs Auto Bild e Bild am Sonntag, o Family Car of the Year (com o 3008 HYbrid4), do programa inglês Top Gear, e o Prêmio Paul Pietsch, do grupo editorial Motor Press.

O HYbrid4 associa um motor térmico, no caso, a diesel, localizado sob o capô dianteiro, a um motor elétrico, situado na parte traseira do veículo, e o funcionamento pode ser realizado de forma conjunta ou separadamente. Todo o conjunto é gerenciado eletronicamente, sem ligações mecânicas entre as partes dianteira e traseira, e essa configuração proporciona uma vantagem efetiva em termos de consumo de combustível e de emissões de CO2, permitindo ainda ganho de potência e, sobretudo, tração integral das quatro rodas. Este gênero de tração nas quatro rodas permite que o condutor se beneficie de todas as vantagens deste tipo de sistema, como a segurança reforçada em caso de situações de baixa aderência do piso, sem seus inconvenientes (peso e aumento do consumo).

Tanto no Peugeot 3008 HYbrid4 como no Citroën DS5 HYbrid4, as rodas dianteiras são movimentadas por um motor a diesel 2.0 HDi de 120 kw (163 cv), equipado de série com um Filtro de Partículas (FAP), e as rodas traseiras são acionadas por um motor elétrico de 27 kw (37 cv), permitindo a tração nas quatro rodas. A soma dos motores gera uma potência de 200 cv, com um consumo médio de 26,3 km/l (3,8 litros por 100 km) e emissões de 99g de CO2 por quilômetro com diesel normal.

A PSA Peugeot Citroën no Brasil

Segunda maior montadora da Europa, a PSA Peugeot Citroën está presente industrialmente no país desde 2001, quando foi inaugurado o Centro de Produção de Porto Real, no estado do Rio de Janeiro. Atualmente, a unidade industrial produz os modelos Peugeot 208, 207, 207 Passion e Hoggar e os Citroën C3, Aircross e C3 Picasso. Em Porto Real, o Grupo PSA também fabrica motores de 1,4, 1,5 e 1,6 litro flexfuel e a gasolina (para exportação).

No Brasil, o Grupo PSA conta ainda com a sede de um dos seus centros mundiais de Pesquisa, Desenvolvimento e Design: o Latin America Tech Center. No total, somando as atividades industriais, comerciais e de Pesquisa & Desenvolvimento, a PSA Peugeot Citroën possui cerca de 5.000 colaboradores efetivos no país.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade