Publicidade

Air China inaugura serviço sem escalas Beijing-Washington

A Air China vai inaugurar o serviço sem escalas Beijing-Washington em 10 de junho de 2014, fazendo de Washington o 7º destino norte-americano que a Air China atende junto com Nova York, Los Angeles, São Francisco, Houston, Havaí e Vancouver. Isso vai expandir a agenda norte-americana da empresa e cimentar sua presença no mercado norte-americano, oferecendo uma nova conexão entre as capitais das duas nações.

O serviço CA817/8, que terá frequência de quatro vezes por semana, será oferecido nas segundas, terças, quintas e sábados com B777-300ER. O voo de saída deixará Beijing às 13:00 e chegará em Washington às 14:35, horário local. O voo de retorno deixará Washington às 16:35, horário local e chegará em Beijing às 18:15, horário de Beijing no dia seguinte.

Centro político dos Estados Unidos, Washington é onde está a Casa Branca, o Congresso, a Corte Suprema e muitos outros órgãos do governo. Diferente de Nova York ou Chicago, onde gigantescos arranha-céus e agitados fluxos humanos reinam supremos, Washington impressiona por seus centros culturais, parques e gramados. A Biblioteca do Congresso, a Washington Opera House, o John F. Kennedy Center for the Performing Arts e 9 universidades como Georgetown University acrescentam um forte sabor cultural à cidade.

A América do Norte é o maior e mais bem estabelecido mercado de aviação do mundo, enquanto que a China é mercado de aviação mais promissor e com mais rápido crescimento. Em 2012, o número de assentos e passageiros disponíveis no mercado de aviação sino-americano chegou a 4,52 milhões e 3,89 milhões respectivamente, aumentos de 60,9% e 85,2% comparado com 2009. Também em 2012, os Estados Unidos se tornaram um dos destinos mais atraentes para viajantes chineses, e desfrutaram da maior taxa de crescimento de viajantes chineses comparado com outras partes do mundo. Os dados da embaixada dos EUA na China mostram que os pedidos de vistos para não-imigrantes aos Estados Unidos em 2012 aumentou mais de 20% em comparação com 2011.

Para responder a esta forte demanda por viajar aos Estados Unidos e melhorar sua rede de rotas globais com o ponto em Beijing, a Air China expandiu sua presença no mercado dos Estados Unidos. A Air China aumentou seu serviço Beijing-Nova York para 11 vezes semanais e Beijing-Los Angeles para duas vezes diárias, e acrescentou os serviços Beijing-Houston e Beijing-Havaí. A B777-300ER, uma aeronave popular entre os viajantes de negócios do mundo todo, agora é operada nestas rotas e também será operada na futura rota Beijing-Washington, o que significa que esta aeronave será usada em todas estas cinco rotas. A Primeira Classe e a Executiva estão equipadas com assentos full f lat e um bar central. Sistema de entretenimento pessoal, tomadas de energia individuais e banheiros acessíveis estão disponíveis em todas as classes de serviço. O sistema de iluminação ambiente apresenta diversos possibilidades de iluminação que imitam momentos maravilhosos do nascer ao pôr-do-sol.

Além do mais, a Air China também oferece refeições gourmet aos viajantes e Sky Cellar a bordo assim como transferências com motorista para VIPs no destino. Com ambiente de cabina confortável e serviços atenciosos, a Air China será uma grande escolha para viajantes entre a China e os Estados Unidos.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade