Publicidade

Piquet e Cirino partem para o 12º ano como companheiros de equipe na F-Truck. Brasiliense e paranaense seguirão pilotando caminhões Mercedes-Benz da ABF Santos Desenvolvimento

Geraldo Piquet, representante de Brasília (DF), e Wellington Cirino, de Francisco Beltrão (PR), vão formar pelo 12º ano consecutivo a dupla da ABF Santos Desenvolvimento na Fórmula Truck. Esta é a formação mais duradoura entre todas as equipes que terão seus caminhões na pista de Caruaru (PE), no Autódromo Internacional Ayrton Senna, no dia 16 de março, para a primeira etapa dos campeonatos Brasileiro e Sul-Americano de 2014.

Cirino começou a competir na F-Truck em 1997, com um dos caminhões da ABF/Volvo. Em 2001, seu primeiro ano como titular da ABF/Mercedes-Benz (rebatizada em 2013 por conta da parceria com o Santos Futebol Clube), conquistou o primeiro de seus quatro títulos – os outros viriam em 2003, 2005 e 2008. Ele é recordista de pole-positions, com 28, e segundo maior vitorioso da história, com 23 primeiros lugares, quatro menos que Renato Martins.

Piquet defende a equipe desde que estreou na Fórmula Truck, em 2003. Foi duas vezes vice-campeão brasileiro, em 2008 e 2011. Participou de 97 corridas e subiu 35 vezes ao pódio, em 10 delas como vencedor, histórico que o mantém ao lado dos campeões Beto Monteiro e Leandro Totti em oitavo lugar no ranking de primeiros lugares da categoria. O brasiliense largou quatro vezes da pole-position, sendo o 11º colocado nesse quesito.

“Em começo de temporada a gente sempre leva uma expectativa muito positiva. Neste ano, como todas as outras equipes, estamos começando tudo do zero”, manifesta Piquet, em alusão às alterações no regulamento técnico da Fórmula Truck, centralizadas no fim do uso do catalisador. “Isso deve favorecer todo mundo, porque deveremos ver um número menor de quebras. As equipes vão conseguir exigir menos do equipamento”, ele pondera.

A ABF Santos Desenvolvimento não fez testes de pré-temporada. “Nós focamos todo o trabalho desse começo de ano na oficina. Nossos caminhões passaram por modificações na parte de entre-eixos e de suspensão, a ideia é melhorar a estabilidade e a tração”, informa Piquet, que esteve três vezes no pódio da etapa de Caruaru – foi segundo em 2008, terceiro em 2010 e quarto em 2012. “Lá, quando não há problemas, nosso resultado é sempre bom”, diz.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade