Publicidade

Fogaça vai à pista e DF Racing Fans classifica três caminhões em Caruaru. Prova que abre a temporada 2014 da Fórmula Truck será disputada a partir das 13h deste domingo em Pernambuco

O sábado da etapa que abre a temporada da Fórmula Truck 2014, prova que está sendo disputada em Caruaru (PE), marcou a volta de Djalma Fogaça ao cockpit do mítico caminhão #72. O piloto da cidade de Sorocaba (SP) definiu na manhã deste sábado sua participação no segundo dia de treinos e classificou o terceiro caminhão da equipe DF Racing Fans no grid de largada, junto de Raijan Mascarello e David Muffato.

Aos 50 anos de idade, Fogaça fechou a temporada 2013 com dois pódios, consolidando sua posição de um dos pilotos mais rápidos da categoria. Ele voltou a vestir macacão e capacete na manhã deste sábado, mas ainda não tem definida sua participação na corrida.

“Defini apenas hoje pela manhã participar da classificação, mas não tenho um caminhão 100% pronto para a prova. É um modelo com uma eletrônica e câmbio antigos, então ainda vamos avaliar se vale a pena largar nesta etapa. Mas é sempre bom voltar a pilotar”, comentou o o piloto, que também dirige a equipe.

No período da tarde, a Fórmula Truck teve o primeiro treino classificatório do ano – uma sessão marcada, especialmente, pelos critérios adotados pela direção de prova para punir os caminhões com excesso de fumaça. Para evitar o problema causado pela retirada dos filtros catalisadores – que foram banidos por regulamento -, Fogaça adotou a estratégia de fazer uma volta lenta e ganhar posições com as punições. A falta delas, porém, deixou o piloto de Sorocaba na 10ª fila do grid.

“A questão da fumaça é muito difícil, inclusive para os comissários. É difícil ser justo. Puniram três caminhões no treino classificatório por excesso de fumaça, mas tinham pelo menos 18 que poderiam ser desclassificados. Inclusive um dos nossos. Então, para não ter fumaça, eu decidi não acelerar tudo. Fiquei dentro do regulamento e na minha frente tem, pelo menos, 15 caminhões que poderiam ser punidos”, avaliou. “Acho que a categoria deve voltar atrás e retomar o uso dos catalisadores. Senão a disputa pode não ser justa”, completou.

Os outros dois pilotos da DF Racing Fans também tiveram um sábado de desafios em Caruaru. Com uma falha elétrica, David Muffato completou poucas voltas nos treinos da manhã, e acabou entrando “no escuro” no treino classificatório.

“Andei pouco hoje. O sábado foi muito abaixo da expectativa. Acabei piorando cinco segundos em relação ao meu próprio tempo”, comentou o piloto. “Entrei na classificação sem ter testado algumas mudanças que fizemos no caminhão. Para piorar, tive um vazamento de diesel que ocasiou uma grande perda de potência. O resultado ficou muito abaixo do que eu esperava, mas tudo isso faz parte desse processo de aprendizado. Minha meta, agora, é completar a corrida e pegar ritmo de pilotagem no Truck”, completou.

Raijan Mascarello, apesar das dificuldades, fechou o sábado com a expectativa de uma melhora de desempenho para a corrida. O piloto de Sapezal, no Mato Grosso, fez uma modificação na suspensão dianteira de seu Ford Cargo antes da tomada de tempos. Apesar das únicas três voltas do treino classificatório, a mudança parece ter surtido efeito.

“Tivemos um problema na frente do caminhão. Ou ele pulava demais nas ondulações, ou a dianteira raspava no chão durante as freadas. Decidimos fazer um teste, mesmo na tomada de tempos, que parece ter solucionado esse problema de suspensão. Ainda estamos longe de um acerto ideal, mas a expectativa aumentou. Vamos para a corrida com foco em ficar na pista e marcar pontos”, disse o piloto, que parte da sétima fila no grid de largada.

A pole position da etapa de abertura da F-Truck 2014 ficou com o paranaense Leandro Totti. A prova tem largada marcada para às 13h deste domingo em Caruaru (PE). Confira como terminou o treino classificatório:

1) Leandro Totti (Volkswagen, PR), 1:48.803
2) Roberval Andrade (Scania, SP), 1:48.994
3) Wellington Cirino (Mercedes, PR), 1:49.296
4) Diogo Pachenki (Volvo, PR), 1:49.719
5) Felipe Giaffone (MAN, SP), 1:50.655
6) Geraldo Piquet (Mercedes, DF), 1:51.731
7) André Marques (Volkswagen, SP), 1:58.740
8) Paulo Salustiano (Mercedes, SP), 2:09.443
9) Marcello Cesquim (Mercedes, PR), 1:51.346
10) Adalberto Jardim (Volkswagen, SP), 1:51.466
11) Danilo Dirani (Scania, SP), 1:51.489
12) João Maistro (Volvo, PR), 1:51.727
13) Ronaldo Kastropil (Mercedes, SP), 1:52.256
14) Raijan Mascarello (Ford, MT), 1:52.579
15) Fabiano Brito (Volvo, PR), 1:52.606
16) Jansen Bueno (Scania, PR), 1:53.068
17) Debora Rodrigues (Volkswagen, SP), 1:53.671
18) Jaidson Zini (Iveco, PR), 1:54.029
19) David Muffato (Ford, PR), 1:56.499
20) Djalma Fogaça (Ford, SP), 2:06.898
21) Leandro Reis (Ford, GO), 20:38.859
22) Beto Monteiro (Iveco, PE), s/ tempo
23) Luis Lopes (Iveco, SP), s/ tempo
24) Valmir Benavides (Iveco, SP), s/tempo
25) Pedro Muffato (Scania, PR), s/ tempo


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade