Publicidade

Mercedes-Benz A 250 Turbo Sport chega ao Brasil com maior potência e dinamismo. Design de linhas arrojadas garante ao modelo grande desempenho aerodinâmico, com CD recorde de 0,27

Menos de um ano após o lançamento no Brasil do novo Classe A, seguido por um período de vendas expressivas no país, a Mercedes-Benz passa a importar o modelo topo de linha de seu revolucionário compacto. O A 250 Turbo Sport conta com motor 2.0 de 211 cv e transmissão com sete velocidades e dupla embreagem montados transversalmente, uma combinação que dá ao automóvel um comportamento dinâmico de um modelo esportivo.

Como toda a linha do Classe A, o A 250 é mais um produto resultante da estratégia NGCC (New Generation of Compact Cars – nova geração de carros compactos) da Mercedes-Benz, um capítulo completamente novo tanto na história da marca como na do segmento dos compactos, marcado pela união de um design emocionante com poderosos e eficientes motores.

Mais do que linhas arrojadas, o design do A 250 garante um desempenho aerodinâmico excepcional, com o CD recorde de 0,27, obtido pela soma de inúmeras medidas de otimização, entre elas o defletor de teto de série. Como em toda a linha de automóveis da Mercedes-Benz, segurança é prioridade e não há concessões ligadas ao preço de cada modelo. As especificações de série incluem sete airbags e, entre outras tecnologias, o sistema ATTENTION ASSIST, que detecta a fadiga do condutor, além dos freios Adaptive Brake (ABR), controle eletrônico de estabilidade (ESP), distribuição de força de frenagem eletrônica (EBD), freios antiblocantes (ABS), controle de tração (ASR), tração eletrônica (ETS), assistente de freio (BAS), assistente de partida na subida (HSA), priming, brake drying e função HOLD, que ajudam o condutor em situações de alto risco.

Com sua original interpretação do clássico formato de dois volumes, os designers da Mercedes criaram um exterior pleno de emoção, com claro ar esportivo. As linhas quase esculturais do A 250 são típicas da Mercedes-Benz. Já na parte interna, o objetivo foi complementar o visual esportivo do exterior explorando a linguagem de design da marca e a escolha e combinação dos materiais de alta qualidade empregados. Reforçando o caráter dinâmico do veículo, a versão do A 250 Turbo Sport trazida para o Brasil conta com o exclusivo pacote Sport AMG, que o torna mais atraente e diferenciado.

Tecnologia de motores da Classe S para o Classe A

O motor do A 250 Turbo Sport, com 1.991 cm³, desenvolve 211 cv e tem torque máximo de 350 Nm entre 1.200 e 4.000 rpm. O desempenho resultante está ao nível de um esportivo, com aceleração de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos e velocidade máxima de 240 km/h.

O pacote tecnológico presente neste motor a gasolina de quatro cilindros inclui vários novos desenvolvimentos incorporados inicialmente aos ultramodernos motores V6 e V8 da Classe S da Mercedes-Benz, disponibilizados agora para o segmento compacto.

O processo de combustão é baseado na terceira geração da injeção direta da Mercedes-Benz, que utiliza a precisa tecnologia da múltipla injeção piezelétrica. A Mercedes-Benz foi a primeira fabricante de automóveis a apresentar a injeção direta com combustão dirigida por aspersão em modelos de produção em série. Novos injetores piezo permitem que ocorram até cinco injeções por ciclo de combustão. Na fase de aquecimento, isto permite reduzir as emissões de material particulado em mais de 90%. O resultado é que os valores de emissões, incluindo partículas, já estão abaixo dos limites estabelecidos pela norma Euro 6, que só entrará em vigor em 2015.

Função ECO start/stop com partida direta

O sistema start/stop, de série, opera com partida direta. Isto significa que, quando o motor é desligado, a posição do virabrequim é registrada por um sensor para que a unidade de controle saiba a posição de cada um dos pistões. No momento de dar novamente a partida, ela seleciona o pistão que está melhor posicionado para receber a primeira ignição. Assim que o motor de partida começa a girar o motor, é possível acionar a injeção e ignição no cilindro selecionado e a combustão se inicia imediatamente.

Transmissão revolucionária

Toda a eficiência do motor é otimizada pela transmissão automática 7G-DCT com dupla embreagem. Pesando apenas 86 quilogramas, o câmbio tem sete velocidades, distribuídas em duas subtransmissões, cada uma com sua própria embreagem. Graças a essa configuração, as mudanças para a próxima marcha – acima ou abaixo – são quase imediatas, sem perda da força de tração. A utilização de sete velocidades permite um escalonamento de marchas mais próximo, tornando as trocas mais suaves, mantendo o motor sempre dentro de sua faixa ideal de rotações, para melhor desempenho dinâmico e eficiência de consumo.

Um fator determinante para a eficiência geral e o dinamismo do A 250 é a integração entre a transmissão e o motor. As unidades eletrônicas de controle dos dois componentes trocam dados continuamente, levando ao melhor aproveitamento do motor em quaisquer circunstâncias. Com o pacote esportivo AMG, o gerenciamento do trem de força privilegia o desempenho e até mesmo o ruído do motor torna-se mais perceptível para o motorista.

Suspensão, aerodinâmica e segurança

O A 250 Turbo Sport possui acerto de suspensão esportivo desenvolvido pela AMG, adequado à maior agressividade de seu trem de força, totalmente construída em alumínio. O baixo centro de gravidade e um novo eixo traseiro 4-link formam a base do comportamento do veículo. A suspensão dianteira é tipo McPherson, configuração compacta que proporciona grande agilidade, maior conforto e alta segurança na condução. A geometria do eixo foi projetada para minimizar a influência das irregularidades do piso na direção, assim como a disposição dos componentes, com peso reduzido.

Na suspensão traseira, a construção permite que as movimentações e dinâmica longitudinal e lateral das rodas sejam praticamente independentes, mais uma vez reforçando as características de dirigibilidade e conforto de rodagem. A adoção do alumínio em toda a estrutura, reduzindo o peso, permite respostas mais imediatas às ondulações e irregularidades do piso.

A direção eletromecânica também tem o toque especial da AMG, proporcionando respostas mais diretas e precisas. O sistema tem o motor elétrico posicionado diretamente sobre a caixa de direção, que utiliza um sistema compacto de duplo pinhão. Alterações específicas feitas pela AMG no gerenciamento do motor, câmbio e acelerador, proporcionam ao condutor mais esportividade ao dirigir – até mesmo o sistema eletrônico de estabilidade (ESP) foi reajustado para permitir uma sensação de maior dinamismo em caminhos sinuosos.

Muita personalidade

A forte identidade do A 250 é realçada pelo pacote Sport AMG de série, que traz uma série de detalhes esportivos exclusivos. O para-choques dianteiro, com entradas de ar maiores, dá uma dose de agressividade ao veículo, que em sua concepção integral já denota a vocação esportiva, perceptível nas linhas frontais, em forma de flecha, suavizadas nas extremidades, com faróis com luzes de circulação diurnas em LEDs e lâmpadas bi-xenônio. A grade diamante é outro diferencial marcante, reforçando a personalidade única do modelo.

O pacote AMG inclui também detalhes em vermelho junto aos faróis e nos para-choques dianteiro e traseiro. A visão de perfil mostra, entre os raios das rodas exclusivas de 18 polegadas, os grandes discos de freios perfurados, com pinças vermelhas portando o logotipo AMG.

A traseira, visualmente estruturada horizontalmente, reforça a percepção de largura, comunicando força e disposição atlética. As lanternas estendem-se para baixo e para os lados e são formadas de peças únicas, com LEDs de alto desempenho. Os para-lamas traseiros salientes criam “ombros” largos para o automóvel e, para reforçar ainda mais a o visual alargado, o para-choque traz um difusor central integrado e recortes esportivos. Defletores aerodinâmicos com bordas cuidadosamente desenvolvidas otimizam o fluxo de ar sobre a larga e plana superfície do vidro traseiro.

Lateralmente, o A 250 se caracteriza pela linha do teto lembrando a de um cupê, que se curva no sentido da traseira, contrapondo-se à linha de cintura, que sobe na mesma direção, estreitando a área das janelas posteriores. Os retrovisores externos têm design aerodinâmico para redução do arrasto e de ruídos em alta velocidade e possuem luzes indicadoras de direção integradas.

Interior: padrão Mercedes-Benz, esportividade AMG

A atenção aos detalhes é evidenciada no interior do A 250 pelas formas, acabamentos das superfícies e seleção de materiais, que são combinados de forma harmoniosa e exclusiva. Com o pacote AMG, a cabine ganha uma aparência bem mais esportiva, com destaque para os bancos com acabamento em couro sintético ÁRTICO e microfibra, proporcionando ótima ergonomia. Cintos de segurança vermelhos lembram os usados em carros de competição. Os assentos dianteiros contam com controles elétricos e memória, além do ajuste lombar elétrico. O teto solar panorâmico se estende ao longo do habitáculo, proporcionando um visual exclusivo para os ocupantes e maior luminosidade interna.

O volante multifuncional AMG com três raios e base retificada possui 12 teclas e é revestido de couro, com costuras vermelhas contrastantes – detalhe presente também nos bancos, tapetes, painéis das portas e apoios de braços. No conjunto de instrumentos, destacam-se os quatro mostradores redondos – dois maiores, velocímetro e conta-giros, e dois menores, indicadores do nível do tanque e temperatura do motor, inseridos sobre os grandes. Ao centro, um display multifuncional com 11,4 cm.

O painel tem acabamento especial, simulando fibra de carbono, dando destaque às saídas de ar vermelhas. No console central fica o display digital de 7,0 polegadas com bordas cromadas. O automóvel possui ar-condicionado Thermotronic automático, com regulagem independente de temperatura para o motorista e o passageiro da frente. As saídas de ar do sistema de ventilação e climatização lembram turbinas. O porta-luvas iluminado tem capacidade de 6,6 litros e as bolsas das portas acomodam garrafas de até um litro. Graças à ausência da alavanca do câmbio, há mais espaço no console central.

A conveniência não foi deixada de lado: os espelhos retrovisores externos são rebatíveis, para maior proteção em vagas estreitas e ruas movimentadas, e o interno tem sistema antiofuscamento automático. O sistema Active Parking Assist possibilita estacionar o A 250 sem esforço em espaços limitados.

Conectividade

O A 250 traz de série o sistema Comand Online com navegação GPS, equipado com rádio, leitor de CDs e teclado de telefone, que pode ser operado por meio do volante multifuncional e inclui alto-falantes especialmente configurados para o modelo. Além disso, o automóvel possui Media Interface, que expande a interação entre o veículo e players de mídia. A operação de todas as funções é fácil e intuitiva, com uma interface compartilhada e um display a cores com tela de 14,7 centímetros (na diagonal). Também conta com interface Bluetooth com função hands-free e streaming de áudio para reproduzir arquivos de música, transferência de dados do telefone celular para a unidade principal via Bluetooth (PBAP – Phonebook Access Profile), entradas de áudio USB e AUX e conexão para a integração de dispositivos móveis no apoio de braços central.

O A 250 Turbo Sport chega aos concessionários brasileiros em março, com preço sugerido de R$ 163.500,00.

Dados técnicos

Cilindros / disposição
quatro em linha / transversal

Cilindrada
1.991 cm³

Potência
155 kW / 211 cv a 5.500 rpm

Torque
350 Nm entre 1.200 e 4.000 rpm

Aceleração 0 – 100 km/h (s)
6,6

Velocidade máxima (km/h)
240

Câmbio
Automático, dupla embreagem, 7 marchas

Peso /carga útil (kg)
1.465

Pneus
235/40 R18

Volume do porta-malas (l)
341

Capacidade do tanque de combustível/reserva (l)
50 / 6,0

Comprimento (mm)
4.292

Largura (com espelhos) (mm)
2.022

Altura (mm)
1.438


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade