Publicidade

Totti, líder, prevê aumento no número de candidatos à vitória na Fórmula Truck. Vencedor da etapa em Caruaru manifesta simpatia especial pela pista do Autódromo Internacional de Curitiba, palco do GP Crystal

A vitória na primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, disputada no dia 16 de março em Caruaru (PE), proporcionou a Leandro Totti um início de temporada bem diferente do que teve em 2013. Líder na tabela de pontuação, o piloto paranaense da RM Competições/MAN Latin America nutre a perspectiva de mais uma vez figurar como candidato a vitória na segunda etapa, que colocará em disputa o GP Crystal neste domingo (13).

A segunda corrida do ano confrontará os 27 pilotos da Truck em Pinhais (PR), no Autódromo Internacional de Curitiba. “No ano passado a situação era diferente no começo do ano. Eu tinha o título de 2012 para defender e estava para fazer a primeira corrida na equipe, tinha mudado de equipe e o trabalho de desenvolvimento do novo caminhão indicava que o começo de temporada seria muito difícil, recorda o piloto da cidade de Londrina.

A primeira etapa de 2013 aconteceu em Viamão (RS). Largando em 12º, Totti cruzou a linha de chegada em sexto. “Agora esse momento também é de novidades, com as mudanças no regulamento, e o trabalho que fizemos na pré-temporada parece ter funcionado muito bem”, avalia o líder do campeonato, que dominou maior parte dos treinos da etapa pernambucana do mês passado, conquistou a pole-position e venceu de ponta a ponta.

As mudanças no regulamento, centradas no fim do uso do catalisador e no trabalho das equipes para evitar a emissão de fumaça pelos caminhões – que pode gerar punições –, ditam a relação de forças do campeonato para esta segunda etapa, segundo Totti. “Quem não conseguiu um acerto tão bom para a primeira corrida teve tempo para trabalhar para Curitiba, então tudo indica que haja bem mais pilotos brigando de verdade pela vitória”, pondera.

Um panorama que o piloto paranaense identifica em sua própria equipe. “Lá em Caruaru o acerto do meu caminhão era diferente dos outros quatros, a gente precisava testar mais opções. O meu se comportou muito bem, tanto que a linha de acerto do meu caminhão foi adotada para os outros, também”, revela Totti, que divide atenções na RM Competições/MAN Latin America com Felipe Giaffone, André Marques, Débora Rodrigues e Adalberto Jardim.

Totti tem especial simpatia pelo circuito que recebe o GP Crystal. “Corri muito naquele autódromo no meu início de carreira, nos tempos de Paranaense de Marcas e de Speed Fusca… E teve também o título da Truck, aquela corrida que foi tão especial. O autódromo de Curitiba é um lugar onde gosto muito de estar”, afirma o líder da temporada, que conquistou no traçado paranaense o título brasileiro de 2012 da Truck em uma atuação histórica.

A corrida que valeu-lhe o título foi a penúltima da temporada de 2012 e marcou a única vitória de Totti até hoje em Pinhais. Ele largou dos boxes, depois de todos os demais pilotos, e lançou-se a uma corrida de recuperação capaz de levá-lo à liderança mesmo depois de uma rodada que o fez perder várias posições durante a prova. Foi a quinta das seis vitórias que construíram a campanha de seu único título brasileiro na Fórmula Truck até hoje.

Totti participou das dez últimas edições da etapa curitibana da Fórmula Truck e busca seu quinto pódio consecutivo. Além da vitória em 2012 e do segundo lugar no ano passado, duas ocasiões em que foi o autor da volta mais rápida das corridas, foi terceiro em 2010 e quarto em 2011. Ele também esteve no pódio nas edições de 2006 e 2007, nos dois casos em quinto lugar. Ficou em décimo em 2005 e não pontuou em 2003, 2008 e 2009.

Após a primeira das dez etapas previstas no calendário, a classificação do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck é a seguinte:

1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 32
2º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians, 23
3º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF-Santos Desenvolvimento, 18
4º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing, 14
5º) Danilo Dirani (SP/Scania), Ticket Car Corinthians, 12
6º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 10
7º) Fabiano Brito (PR/Volvo), ABF Volvo, 8
8º) Marcello Cesquim (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing, 7
9º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 6
10º) João Maistro (PR/Volvo), Copacol Clay Truck Racing, 5
11º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 4
11º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF-Santos Desenvolvimento, 4
13º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 3
14º) Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakarmotors, 2
14º) André Marques (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 2
16º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 1


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade