Publicidade

Audi inicia nova era no Mundial de Endurance. O FIA World Endurance Championship (WEC) agora tem novas regras

É uma mudança de proporções históricas: as novas regras do FIA World Endurance Championship (WEC) forçam as fabricantes automotivas a usarem uma quantidade significativamente menor de combustível comparado ao ano passado. As novas regras entrarão em vigor na abertura da temporada em Silverstone, Reino Unido, em 20 de abril. A Audi está aceitando o desafio como Campeã Mundial de 2012 e 2013 com um novo e redesenhado R18 e-tron quattro e dois fortes lineups de pilotos. Além de demonstrar suas habilidades na direção durante a corrida, eles também terão que fazer sua contribuição pessoal para a eficiência – pelo fato de que, seguindo uma adaptação de último minuto nas regras, carros de corrida com motores a diesel como o R18 e-tron quattro estão sujeitos a outra redução de combustível de energia em comparação com os competidores que usam motores a gasolina.

A Audi tem sido ativa em corridas com rápidos protótipos esportivos desde 1999, mas o nível de suspense deste ano está nas alturas. Regras que são novas em todos os aspectos, dois fortes concorrentes – Porsche e Toyota – além de conceitos completamente diferentes de carros de corrida LMP1 feitos por três fabricantes automotivos na área fascinam fãs e profissionais. A última geração do esportivo Audi R18 e-tron quattro híbrido a diesel está mais eficiente que nunca. Pela primeira vez, as regras limitam a energia disponível por volta, reduzindo o consumo para cerca de 30% comparado ao ano anterior.

A Audi começou o novo design do R18 e-tron quattro – que já era muito eficiente – em meados de 2012. Em março deste ano, a Audi apresentou o esportivo híbrido a diesel com seu uniforme e gráficos finais em um caminho espetacular no centro de Le Mans. Nenhum carro de corrida da Audi já foi mais leve do que o atual R18 e atingiu tão boas voltas com tão pouco combustível. Sua direção e-tron-quattro combina um motor TDI de 4 litros e faz mais de 537 hp no eixo traseiro com um sistema híbrido com uma produção de mais de 230 hp no eixo dianteiro. Os dados de consumo da Audi e dos outros competidores serão colocados à disposição dos administradores da competição via telemetria em tempo real. Violações das regras resultarão em penalidades. Todos os novos procedimentos terão que provar sua eficiência em condições de corridas pela primeira vez na abertura da temporada.

Uma nova classificação pouco antes da abertura da temporada agrava a situação. A lista final de atribuição de energia só foi emitida antes da abertura da temporada. A Audi agora tem menos combustível disponível por volta, o valor de fluxo permitido foi reduzido, a capacidade do tanque de combustível foi reduzida 0,5 l para 54,3 l e a seção transversal de entrada para reabastecimento ficou menor para o R18 e-tron quattro. Ao mesmo tempo, os parâmetros para as equipes LMP1 que usam motores a gasolina foram aumentadas.

Mas isso não só será um desafio adicional para os engenheiros e técnicos nessa temporada. Os pilotos também influenciam significativamente no consumo pelo seu estilo de dirigir. A Audi conta com pilotos que já demonstraram velocidade, talento e eficiência em 16 campeonatos vitoriosos até hoje, além de vários outros eventos que resultaram em muito sucesso. Como Campeões Mundiais, Loïc Duval e o nove vezes campeão de Le Mans Tom Kristensen correrão pela primeira vez com Lucas di Grassi, que já correu em WECs pela Audi em três ocasiões. Marcel Fässler, André Lotterer e Benoît Tréluyer – os campeões de 2012 – começarão no grid no carro número 2. Ambos os times já estão registrados para a temporada completa de 2014.

A primeira competição entre as três fabricantes automotivas na categoria LMP1 acontecerão em Silverstone e em um mercado importante. Nos dois últimos anos, a Audi venceu a corrida no circuito de 5,891 km que costumava ser um aeródromo. A pista e suas retas longas – a terceira mais rápida no calendário depois de Le Mans e Spa – será o primeiro local de testes da direção eficiente. Em adição aos primeiros pontos do Campeonato Mundial a serem feitos, um valioso troféu será uma recompensa especial nessa corrida: como no ano passado, os vencedores dessa rodada do WEC serão presenteados com o famoso Tourist Trophy – um dos mais tradicionais prêmios em corridas.

No Reino Unido, a Audi tem um alto nível de visibilidade não só pelo seu compromisso com as corridas, mas também por ter entregue 14,9% a mais veículos do que no ano anterior. Na Europa, com 142.039 unidades vendidas, a Grã-Bretanha seguiu a Alemanha como o segundo maior mercado de vendas da AUDI AG.

Tópicos do fim de semana

O quão balanceada será a performance das três fabricantes na categoria LMP1?
Como as novas regras afetarão o curso da corrida?
Quem construiu o carro mais eficiente?
A Audi conseguirá sua terceira vitória consecutiva em Silverstone?

Citações dos oficiais

Dr. Wolfgang Ullrich (Chefe do Audi Motorsport): “A nova temporada mostra que este Campeonato Mundial de Endurance com as três fabricantes na categoria LMP1 e o grande número de membros nos outros times está indo na direção certa. Tirar essa série do papel foi um grande desafio. Agora estamos sentindo que é mesmo a hora. Eu estarei muito feliz quando a temporada começar em Silverstone. Foi um inverno muito intenso, por causa do novo regulamento. Os atuais ajustes ao regulamento fazem a situação particularmente mais difícil para nós.”

Chris Heinke (Chefe da LMP): “Estamos no início de uma nova era. É tudo mais complicado por causa das dificuldades técnicas definidas pelos novos carros de corrida em um lado e a forte competição do outro. Vamos nos encontrar com dois rivais que devem ser levados muito a sério. Isso aumenta o nível da competição, da qual estamos felizes em participar. Nossa meta é começar a nova temporada com uma vitória.”

Ralf Jüttner (Diretor Técnico do Audi Sport Team Joest): “Os espectadores podem esperar por um ótimo início de temporada. Depois de sua montagem em Ingolstadt, nossos carros completaram todos os testes funcionais e também estavam na pista no WEC Prologue em Le Castellet, onde se encontraram com seu adversário anterior Toyota e, pela primeira vez, com o Porsche. A maneira que as novas regras foram escritas resultarão em uma gama muito próxima dos tempos impostos pelas fabricantes. As regras que entrarão em efeito são novas para todos nós. Será muito animador.”

Fatos e citações dos pilotos Audi

Lucas di Grassi (29 anos, Brasil), Audi e-tron quattro #1 (Audi Sport Team Joest)

Está começando sua primeira temporada completa no WEC com a Audi
É o novo companheiro de time de Loïc Duval e Tom Kristensen
“Silverstone será uma corrida muito especial para todo o WEC, para a Audi e para mim. Eu estou iniciando minha primeira temporada completa no mundial de endurance. Agora, os carros mais eficientes com melhores pilotos terão uma vantagem. Novas regras e novos adversários significam que tudo será ainda mais difícil. Eu me vejo como um novato nessa equipe, e quero aprender o máximo possível com Loïc Duval e Tom Kristensen.”

Loïc Duval (31 anos, França), Audi R18 e-tron quattro #1 (Audi Sport Team Joest)

Venceu há um ano na Inglaterra, correndo pela primeira vez com seus então novos parceiros de time
Está começando a temporada de 2014 com Tom Kristensen como Campeões Mundiais
“Nosso Campeonato Mundial começa em uma pista histórica. Muitos fãs lembrarão da incrível corrida face-a-face entre Benoît Tréluyer e Allan McNish no estágio final ano passado. Para mim, foi o primeiro sucesso com Tom Kristensen e Allan McNish. Como no ano passado, temos chances de vencer o Tourist Trophy lá, um dos prêmios mais tradicionais em corridas.”

Tom Kristensen (46 anos, Dinamarca), Audi R18 e-tron quattro #1 (Audi Sport Team Joest)

Iniciou seu caminho para a vitória mundial em Silverstone em 2013
Começa a nova temporada como o dono de recordes com nove vitórias em Le Mans
“Estou muito ansioso para nossa primeira corrida. Os relógios voltaram ao zero. É o primeiro ano sob as novas regras. Três fabricantes na maior categoria significa que a competição ficará ainda mais acirrada. Silverstone é o lugar perfeito para a abertura da temporada.”

Marcel Fässler (37 anos, Suíça), Audi R18 e-tron quattro #2 (Audi Sport Team Joest)

Está iniciando sua quinta temporada junto com André Lotterer e Benoît Tréluyer
Em 2012, o trio conseguiu o primeiro título de Campeões Mundiais WEC
“Estou muito ansioso para a abertura da temporada, porque o inverno, com todos os testes, foi muito longo. Agora estamos finalmente dirigindo por pontos. A pista na Inglaterra com seu layout desafiador é exatamente o que você quer, sendo um piloto de corridas. Um ano atrás, tivemos uma maravilhosa batalha pela vitória com nosso carro irmão lá. Já é hora da temporada começar.”

André Lotterer, (32 anos, Alemanha), Audi R18 e-tron quattro #2 (Audi Sport Team Joest)

Venceu incríveis seis rodadas na WEC com seus companheiros de time até hoje
Com seus companheiros de time, liderou 105 das 197 voltas em Silverstone no ano passado
“Será um destaque quando as três marcas se encontrarem na classe LMP1 em Silverstone. Eu mal posso esperar. É quando a parte esportiva da temporada começa, depois de todos os testes e desenvolvimentos. Seguindo o resultado estreito do ano passado, seria ótimo se pudéssemos vencer em Silverstone dessa vez.”

Benoît Tréluyer (37 anos, França), Audi R18 e-tron quattro #2 (Audi Sport Team Joest)

Venceu em Silverstone com seus companheiros de time dois anos atrás
Foi vencedor em Le Mans em 2011 e 2012
“Há um ano, vimos uma ótima corrida em Silverstone e lutamos uma ótima batalha com nosso companheiro de time Allan McNish. Agora, com as novas regras e um terceiro fabricante, as coisas ficarão bem mais interessantes, especialmente em uma pista tão clássica, que nós como pilotos, amamos.”

Os pilotos Audi em Silverstone

Lucas di Grassi (Brasil): Nascido em 11 de agosto de 1984 em São Paulo, Brasil; mora em: Mônaco, Mônaco; casado; 1,79m de altura, 75 kg; piloto Audi desde 2012; vitórias em Le Mans: 0; corridas no WEC: 3; vitórias no WEC: 0; pole positions no WEC: 0; voltas mais rápidas no WEC: 1; melhor resultado no WEC Silverstone: não participou.

Loïc Duval (França): Nascido em 12 de junho de 1982 em Chartres, França; mora em: Genebra, Suíça; casado com Gaëlle, um filho (Hugo); 1,78m de altura; 70 kg; motorista Audi desde 2012; vitórias em Le Mans: 1; corridas no WEC: 11; vitórias no WEC: 4; pole positions no WEC: 2; voltas mais rápidas no WEC: 1; melhor resultado no WEC Silverstone: 1º

Marcel Fässler (Suíça): Nascido em 27 de maio em Einsiedeln, Suíça; mora em: Gross, Suíça; casado com Isabel, quatro filhas (Shana, Elin, Yael e Delia); 1,78m de altura; 78 kg; motorista Audi desde 2008; vitórias em Le Mans: 2; corridas no WEC: 16; vitórias no WEC: 6; pole positions no WEC:2; voltas mais rápidas no WEC: 1; melhor resultado no WEC Silverstone: 1º

Tom Kristensen (Dinamarca): Nascido em 7 de julho de 1967 em Hobro, Dinamarca; mora em: Mônaco, Mônaco; solteiro (companheira: Hanne), dois filhos (Oliver e Oswald) e uma filha (Carla Marlou); 1,74m de altura, 72 kg, motorista Audi desde 2000; vitórias em Le Mans: 9; corridas no WEC: 16; vitórias no WEC: 4; pole positions no WEC: 0; voltas mais rápidas no WEC: 2; melhor resultado no WEC Silverstone: 1º

André Lotterer (Alemanha): Nascido em 19 de novembro de 1981 em Duisburg, Alemanha; mora em: Tóquio, Japão; solteiro; 1,84m de altura; 74 kg; motorista Audi desde 2010; vitórias em Le Mans: 2; corridas no WEC: 16; vitórias no WEC: 6; pole positions no WEC: 4; voltas mais rápidas no WEC: 4; melhor resultado no WEC Silverstone: 1º

Benoît Tréluyer (França): Nascido em 7 de dezembro de 1976 em Alençon, França; mora em: Gordes, França; casado com Melanie, um filho (Jules); 1,78m de altura; 68 kg; motorista Audi desde 2010; vitórias em Le Mans: 2; corridas no WEC: 16; vitórias no WEC: 6; pole positions no WEC: 3; voltas mais rápidas no WEC: 2; melhor resultado no WEC Silverstone: 1º

Todos os vencedores em Silverstone (desde 2004)

2004 Pierre Kaffer/Allan McNish (Audi)

2005 Allan McNish/Stéphane Ortelli (Audi)

2007 Marc Gené/Nicolas Minassian (Peugeot)

2008 Dindo Capello/Allan McNish (Audi)

2009 Olivier Panis/Nicolas Lapierre (Oreca)

2010 Anthony Davidson/Nicolas Minassian (Peugeot)

2011 Simon Pagenaud/Sébastien Bourdais (Peugeot)

2012 Marcel Fässler/André Lotterer/Benoît Tréluyer (Audi)

2013 Loïc Duval/Tom Kristensen/Allan McNish (Audi)

Informações da pista

Comprimento da pista: 5,891 km

Duração da corrida: 6 horas

Recorde qualificador nessa pista: Allan McNish (Audi), 1m 43,475s (204,954 km/h), 11 de setembro de 2010

Recorde de corrida nessa pista: Allan McNish (Audi), 1m 42.767s (206.366 km/h), Apr

14, 2013

Pole position 2013: Nicolas Lapierre/Alexander Wurz (Toyota), 1m 48.021s

(196.328 km/h), Apr 13, 2013

Volta mais rápida de 2013: Allan McNish (Audi), 1m 42.767s (206.366 km/h), Apr 14, 2013

Títulos Campeões Mundiais FIA WEC

2012 Marcel Fässler/André Lotterer/Benoît Tréluyer (Audi)

2013 Loïc Duval/Tom Kristensen/Allan McNish (Audi)

Lucas di Grassi sobre a pista de Silverstone

“Silverstone é uma pista com uma tradição fantástica, não só nas corridas de monopostos. Provas de endurance são parte da história desse circuito também. Tudo começou em um antigo aeródromo que, por suas várias retas longas, foi uma pista muito veloz por muitos anos. Desde então, a pista mudou muito. Existem algumas seções novas e muito estreitas no primeiro setor. Mas, felizmente, a combinação fascinante de voltas como Copse, Maggots e Becketts ficaram. Estou muito ansioso para ver qual será a sensação nessas curvas em uma sucessão muito rápida no nosso Audi R18 e-tron quattro. Mesmo com as conversões que foram feitas no circuito em anos recentes, ainda atingimos uma velocidade média de 200 km/h. Será uma ótima abertura de temporada.”

Agenda (horário local; CEST -1 hora)

Sexta-feira, 18 de abril

11:55 – 13:25 Treino livre 1

15:55 – 17:25 Treino livre 2

Sábado, 19 de abril

09:00 – 10:00 Treino livre 1

15:55 – 17:25 Treino livre 2

Domingo, 20 de abril

12:00 – 18:00 Corrida de 6 horas


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade