Publicidade

Ford Caminhões inicia a venda dos Novos Cargo 1723 Kolector e Cargo 1119 para coleta de resíduos

A Ford Caminhões iniciou a venda do novo modelo Cargo 1723 Kolector preparado para operação como coletor/compactador de lixo. O veículo vem com uma preparação de fábrica que facilita a implementação e favorece o desempenho nessa aplicação. Além do Kolector, a Ford Caminhões está disponibilizando o novo caminhão leve, Cargo 1119, para a coleta de resíduos.

“A área de coleta de resíduos é uma das mais exigentes para veículos comerciais. O novo Cargo Kolector já vem com uma preparação especial para atender essa operação com mais durabilidade, desempenho e economia. Já o Cargo 1119 é o único caminhão leve com peso bruto total de 11 toneladas destinado a esta operação. Ele tem também a maior potência do seu segmento e é indicado para operação em vias de difícil acesso, como ruas estreitas, instalações industriais, condomínios e comunidades sem infraestrutura urbana”, diz Osmar Hirashiki, gerente de Vendas a Frotistas da Ford Caminhões.

O objetivo da Ford Caminhões é buscar novamente a liderança desse segmento em que a Ford sempre teve forte presença e tradição. As duas novidades para este setor representam investimentos neste setor para trazer ao mercado as melhores possibilidades para essa aplicação de grande importância no País.

Apresentação aos clientes
A Ford Caminhões apresentou os dois veículos em um evento na fábrica em São Bernardo do Campo, SP. O encontro reuniu os principais implementadores e frotistas deste segmento de coleta de resíduos. Os dois modelos tiveram excelente receptividade.

“O caminhão para coleta de resíduos tem de ser específico. O Ford Cargo em geral é fácil de implementar e esse modelo vem praticamente pronto”, afirma Dilson Lima, diretor técnico da Facchini, uma das maiores fabricantes de implementos do Brasil.
“Esse caminhão é fantástico e o melhor de tudo é o resultado para o cliente”, acrescenta Thiago Sampaio, executivo de Vendas da Planalto Indústria Mecânica, que produz cerca de 1.000 compactadores/ano. “Ele já chega preparado, com feixe de molas curto e reforçado para melhor distribuição de carga na traseira, onde fica todo o peso. A tomada de força traseira também é importante para redução do custo de manutenção.”

Walter Cunha, da HBZ Sistemas de Suspensão, destaca outras vantagens. “Ele está mais fácil de implementar, mais robusto e reduz em 15% o custo e em 50% o tempo de instalação do terceiro eixo”, diz.

Representantes de empresas de grande experiência no ramo também deram sua opinião sobre os novos modelos Cargo. “A nossa expectativa com a chegada do Ford Kolector é boa”, afirma Cledson Valmir da Silva, da Ecourbis. “Hoje não existe no mercado um caminhão tão robusto como o Cargo 1119, por isso vamos testá-lo.”

“O diferencial do Cargo 1119 é a capacidade de carga e potência. E o Cargo 1723 vem praticamente pronto para implementar, com bom trem de força e relação do diferencial para a operação”, opina Charles Alves Fioravante, gerente de Suprimentos da Corpus.
“Vamos usar tanto o Cargo 1723 como o 1119 para áreas de difícil acesso. Principalmente em locais como São Paulo, onde os aterros são distantes e há o trânsito, é preciso otimizar a carga”, explica Luiz Antonio Carvalho, superintendente de Equipamentos da Estre Ambiental.

Para Paulo Studart Neto, superintendente nacional de Operações da Marquise Ambiental, o novo Cargo Kolector atende a várias demandas do segmento. “Ele já vem com alterações que antes fazíamos dentro de casa, agora vem pronto.” “O contato com a fábrica é importante para o acerto de detalhes que podem melhorar o desempenho do veículo na nossa atividade, que é muito severa”, completa Arnaldo de Mello Pinho, gerente nacional de Manutenção da Marquise.

Cargo Kolector
Com peso bruto total de 16.800 kg, ou 23.000 kg com terceiro eixo instalado, o Cargo 1723 Kolector chega praticamente pronto para implementação como coletor/compactador. Vem com chassi reforçado, novo eixo traseiro de simples redução, tomada de força traseira, suspensão com feixe de molas mais alto e reforçado, escapamento vertical, para-choque estreito e protetor do radiador. Traz ainda câmaras de freio traseiras tipo pistão com lonas reforçadas, manete de freio no painel para auxílio na partida em rampa, controle manual de aceleração e bancos revestidos em vinil.

Seu motor Cummins 6.7 L, de 230 cv, alcança o torque máximo de 821 Nm a apenas 1.100 rpm, com transmissão Eaton de seis marchas. O modelo conta com duas opções de distâncias entre-eixos, de 4.340 e 4.800 mm, para trabalhar com as diversas opções de compactadores disponíveis no mercado.

Cargo 1119
Para locais de difícil acesso onde caminhões grandes não entram, a Ford oferece o novo Cargo 1119, modelo leve que tem a maior capacidade de carga e potência da categoria. Robusto e compacto, ele tem peso bruto total de 10.510 kg, motor Cummins 4.5 L de 190 cv e transmissão Eaton de cinco marchas. É equipado com pneus 235/75 R17,5, novo eixo traseiro da Dana e oferece duas opções de distâncias entre-eixos, de 3.900 e 4.300 mm.

Como toda a linha Cargo 2014, os dois novos modelos vêm preparados para ser abastecidos com diesel B20 (com até 20% de biodiesel) e têm garantia total de 12 meses, mais 12 meses adicionais para o trem de força.

“O desenvolvimento do Cargo 1723 Kolector e do Cargo 1119 é resultado do nosso contato direto com os clientes, ouvindo suas sugestões e necessidades”, destaca Matheus Agi, consultor de Vendas a Frotistas da Ford Caminhões. “Eles foram desenvolvidos pela nossa engenharia e amplamente testados para garantir a eficiência e durabilidade, nas ruas e no Campo de Provas de Tatuí, o único do Brasil com estrutura para testes e validação de caminhões.”


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade