Publicidade

Fim da Poluição: Metra investe cada vez mais em “ônibus limpos”

Levantamento realizado pela Metra, empresa de ônibus de São Bernardo do Campo, de São Paulo, aponta que 9 mil toneladas de gás carbônico (CO2) deixaram de ser despejadas no ar durante sua operação pelo Corredor ABD, em 2013. Isso graças a sua frota de ônibus elétricos. No caso, se no lugar dessa tecnologia os ônibus fossem movidos a diesel, teriam sido queimados cerca de 4 milhões de litros do combustível, provocando a emissão de CO2 na atmosfera.

Além de garantir um serviço de qualidade aos seus passageiros, com ônibus confortáveis e que atendam toda a demanda nas cidades e regiões onde a Metra opera, a empresa tem investido cada vez mais em tecnologias para atingir seu objetivo maior, que é a emissão zero de poluentes. Para a diretoria da Metra, O cuidado com o meio ambiente é um dos principais compromissos da empresa com a população.

Como mostra dessa preocupação, no início deste ano, a empresa promoveu o lançamento do primeiro ônibus elétrico brasileiro movido 100% a baterias, chamado E-bus. Com 18 metros de comprimento e capacidade para transportar 150 passageiros, o veículo tem uma autonomia operacional de 200 km e dispõe de um sistema de recarga rápida, realizada de acordo com a necessidade da operação. Ainda em fase de testes, o E-bus está circulando apenas no trecho Diadema – Brooklin.

Por mês, a frota de ônibus da Metra transporta cerca de 7,5 milhões de passageiros pelos 33 km do Corredor ABD (São Mateus-Jabaquara) e 12 km no corredor (Diadema-Berrini). Toda a operação da Metra abrange nove terminais, 110 paradas e 13 linhas que atendem passageiros das zonas Sul e Leste de São Paulo e também das cidades de Mauá, Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade