Publicidade

Volvo leva simulador de direção do ônibus híbrido para a FetransRio

Ônibus VolvoQuem quiser passar pela experiência de dirigir um ônibus híbrido, pode ir até o estande da Volvo na FetransRio, que acontece no Rio de Janeiro, de 05 a 07 de novembro. A empresa leva para a feira um simulador de direção do veículo.

Durante a experiência na direção, o condutor poderá perceber as diferenças entre dirigir um ônibus puramente diesel e um híbrido. Uma das diferenças é a sensação de ausência de ruído quando entra no modo elétrico, e outra, é o sistema de frenagem regenerativa, que aproveita a energia dissipada durante a frenagem para recarregar a bateria.

“Para retirar todos os benefícios que a tecnologia oferece, é necessário ter uma condução otimizada suave, especialmente na hora de frear o veículo, para que o motorista aproveite toda a energia da frenagem para recarregar a bateria do motor elétrico”, explica Idam Stival, coordenador da engenharia de vendas da Volvo Bus Latin América.

Para que o motorista saiba qual foi a sua performance na condução, um visor no painel do simulador aponta quanto da frenagem ele aproveitou para recarregar a bateria. O simulador de direção do ôniubs híbrido foi desenvolvido pela Volvo para treinamento de motoristas no Brasil e outros países da América Latina.

Tecnologia

O ônibus híbrido da Volvo possui uma tecnologia chamada de “Híbrida em Paralelo”. Foi projetada para um ônibus com dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente.

O motor elétrico é utilizado para arrancar o ônibus e acelerá-lo até uma velocidade de aproximadamente 20 quilômetros por hora. O motor diesel entra em funcionamento em velocidades mais altas. Quando o veículo está parado, seja no trânsito, em pontos de ônibus ou em semáforos, o motor diesel fica desligado.

Estudos da Volvo demonstram que o tempo que o veículo fica parado pode representar até 50% do período total de operação do ônibus. Como o motor a diesel fica desligado, durante todo esse tempo, não há emissões de poluentes.

O sistema híbrido desenvolvido pela Volvo proporciona uma redução no consumo de combustível e nas emissões de CO2 de até 35%. Além disso, o veículo emite 50% menos material particulado (fumaça) e NOx (óxidos nocivos à saúde), em relação aos ônibus com tecnologia Euro 5. Quando comparados aos veículos com tecnologia Euro 3, esta redução é de 90%. Outra vantagem do veículo é que é mais silencioso e não emite ruído em cerca de 30% a 40% do tempo de operação.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade