Publicidade

Anfavea apresenta estudo sobre o mercado brasileiro de autoveículos em 2034

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Anfavea, apresentou na quinta-feira, 6, estudo que mostra a tendência do mercado brasileiro de autoveículos para um horizonte de 20 anos. Com o título “2034 – Uma Visão do Futuro”, o trabalho traça a tendência de crescimento da população, PIB, PIB per capita, taxa de motorização, frota e licenciamento em cenários otimista, básico e pessimista.

Uma das premissas mostra que a população brasileira vai saltar dos atuais 201 milhões de habitantes para 226 milhões em 2034, um crescimento médio de 0,5% ao ano. Em paralelo, ao considerar um aumento médio de 3% ao ano, o PIB brasileiro passará de US 2,243 trilhões em 2013 para US$ 4,036 trilhões em 2034. Tais indicadores resultam em uma elevação do PIB per capita de US$ 11,2 mil em 2013 para US$ 17,9 mil em 2034.

Ao considerar este aumento do PIB per capita e a tendência mundial de evolução da taxa de motorização – em cálculo feito pela Anfavea –, o estudo aponta que esta taxa no Brasil sairá de 5,1 habitantes por veículo em 2013 e chegará em 2,4 daqui 20 anos. Isto significa que a frota circulante, segundo o estudo, crescerá 140%, ou seja, atingirá 95,2 milhões de autoveículos – em 2013 a frota era 39,7 milhões.

O trabalho mostra também que para atingir estes resultados, o licenciamento em 2034 chegará ao patamar de 7,4 milhões de unidades comercializadas por ano – um crescimento médio de 3,7% ao ano no período. Para Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, o estudo é mais uma prova do potencial brasileiro:

“Uma das maiores riquezas do Brasil é o seu mercado interno. Somos um País com dimensões continentais e com uma população que cresce tanto em número quanto em renda. Não tenho dúvidas de que estes são alguns dados que chamam a atenção de grandes empresas, que atraem tantos investimentos para o Brasil e que nos dão a certeza de que o futuro é promissor”.

Outras informações:
O estudo completo pode ser acessado pelo link www.anfavea.com.br/coletiva.pdf.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade