Publicidade

Mercedes-Benz conquista a maior premiação do setor supermercadista brasileiro

Veículo Mercedes-BenzA Mercedes-Benz conquistou a maior premiação do setor supermercadista no Brasil. No fim de outubro, em evento realizado em São Paulo, ela foi anunciada como a vencedora da categoria “Transportes” do Troféu Ponto Extra. Esta é uma tradicional realização da Associação Paulista de Supermercados (APAS), que leva em conta a votação de cerca de 1.300 supermercadistas associados para anunciar os fornecedores que mais se destacaram ao longo do ano em 25 categorias de produtos.

“No segmento supermercadista, assim como nas diversas outras áreas da atividade econômica, os caminhões da nossa marca são reconhecidos pela alta qualidade, tecnologia de ponta, força, robustez, reduzido consumo de combustível, menor custo operacional, disponibilidade para o trabalho e elevado nível de conforto para o motorista”, destaca Gilson Mansur, diretor de Vendas e Marketing de Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Com isso, eles proporcionam excelente custo/benefício e produtividade para as atividades de transporte e logística, assegurando rentabilidade para os negócios dos nossos clientes”.

A Mercedes-Benz oferece aos clientes a mais completa linha de caminhões para o transporte de cargas, logística e distribuição urbana, bem como para curtas, médias e longas distâncias rodoviárias e operações fora de estrada. O diversificado portfólio é formado pelos caminhões leves Accelo (que contam com versões VUC, ideais para os supermercadistas pelo fato de poderem circular em zonas de restrição), médios e semipesados Atego e Atron e extrapesados Axor e Actros. Com isso, o cliente tem amplas opções à escolha, com diferentes ofertas de tipo de cabina, dimensões, entreeixos, capacidade de carga, motorização e itens de conforto e segurança.

Sprinter é destaque pela agilidade e versatilidade

“É uma imensa honra e satisfação ganhar a aprovação e a preferência de um setor altamente profissional e exigente como o dos supermercadistas paulistas”, afirma Carlos Garcia, gerente sênior de Vendas e Marketing da Sprinter no Brasil. “Para atender essas empresas, nossa linha de furgões e chassis oferece diversas soluções para o transporte urbano de cargas e a distribuição de produtos e mercadorias, mesmo em áreas de restrição à circulação, com alta produtividade e rentabilidade”.

As empresas e os transportadores que atuam no setor de supermercados desfrutam de mais vantagens proporcionadas pela Sprinter. Este é o caso do conforto de dirigibilidade e de manobras para os motoristas. Graças às dimensões compactas, ela agiliza e otimiza as operações de carregamento e descarregamento, mesmo em locais estreitos e de difícil acesso.

Com um amplo portfólio de mais de 50 modelos – que também inclui vans para transporte de passageiros – a família de veículos comerciais leves Sprinter é formada pelas versões 311 CDI Street (PBT de 3,50 toneladas), 415 CDI (3,88 toneladas) e 515 CDI (5 toneladas).

A oferta de furgões Sprinter abrange diversas opções de capacidade volumétrica de carga, que vão de 7,5 m³ a 15,5 m³. A maior porta lateral corrediça da categoria, com até 182 cm de altura e 130 cm de largura, permite o fácil carregamento de um palete pela lateral do veículo, o que também pode ser feito pela porta traseira, agilizando e otimizando a operação logística. Esta é uma vantagem essencial para a movimentação de cargas e produtos em supermercados e nas centrais de distribuição.

A abertura de 270 graus da porta traseira e a exclusiva versão com portas corrediças nas duas laterais do veículo ampliam as possibilidades de carga e descarga em locais estreitos e de difícil acesso, como no setor de supermercados. Com duas opções de alturas internas (1,65 e 1,94 m) e quatro comprimentos (5.245 / 5.910 / 6.945 / 7.345 mm), a linha de furgões assegura múltiplas escolhas e maior produtividade aos transportadores.

Robusto e resistente, o chassi Sprinter está apto para a implementação de vários tipos de carroçarias e equipamentos. Para o caso de baús, forte aplicação do veículo, permite capacidade volumétrica de carga até 22 m³ e, principalmente, o aproveitamento de 100% desta capacidade.

Sprinter Street pode circular livremente em zonas de restrição

O furgão e o chassi Sprinter 311 CDI Street são registrados como caminhonetes e podem ser conduzidos por motoristas com carteira de habilitação da categoria B. Estes veículos podem circular livremente pelas vias das grandes cidades, mesmo em zonas de restrição.

Graças a esse diferencial, os proprietários podem utilizar a Sprinter Street para o trabalho a qualquer hora do dia e em qualquer área da cidade, respeitando apenas regras de circulação municipais, tais como o rodízio de placas na cidade de São Paulo. Isso resulta em mais disponibilidade para o transporte e, consequentemente, maior lucratividade para o cliente e mais vantagens logísticas para o segmento.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade