Publicidade

Brasil movimenta cerca de R$ 8 bilhões de reais no mercado de personalização de veículos

Dedicado aos profissionais do setor automotivo e consumidores apaixonados em busca dos acessórios mais modernos para modificar, atualizar e personalizar seu veículo, a 2ª edição da AutoEsporte ExpoShow, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, teve sua abertura na manhã dessa quinta-feira, dia 20. Os números que envolvem o setor e atraem cada vez mais os olhares do público brasileiro são surpreendentes. Estima-se que o Brasil movimente cerca de R$ 8 bilhões de reais no mercado de personalização de veículos.

O piloto e customizador Fernando Baptista, ou “Batistinha”, acredita que o potencial de mercado é ainda maior do que o levantamento feito pela Associação Brasileira de Acessórios Automotivos. “O mercado de customização é para aqueles que gostam de veículos, sejam novos ou antigos, mas querem conforto, melhor performance. Temos um mercado gigantesco, já que carro para os brasileiros não é somente um veículo de locomoção, mas também um meio de lazer. Arrisco dizer que carro é uma religião a parte para os brasileiros. Atualmente os R$ 8 bilhões de reais movimentados com aftermarket são só a ponta do iceberg”, aposta.

Batistinha é precursor no mercado Brasileiro e já desenvolveu centenas de projetos. “Trabalhamos com um público que quer exclusividade. Mas, atualmente a personalização se tornou tendência entre as montadoras os carros esportivos virem de fábrica com vários itens diferenciados. Um exemplo são os faróis com máscara negra, uma personalização que se tornou comum, incorporada pelas montadoras, que perceberam que agrada o consumidor”, ressalta.

Outro setor que fomenta e movimenta a economia automotiva é o de veículos antigos. Segundo Roberto Suga, presidente da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA), o Brasil tem uma participação expressiva no mercado internacional de veículos antigos. “O segmento movimenta mais de R$200 milhões anuais, com compra e venda, peças e serviços para manutenção, preservação e restauração de veículos antigos. São mais de 150 mil colecionadores cadastrados, mas estimamos que o público interessado no segmento seja de mais de 1 milhão de pessoas no Brasil e cresce a cada ano”, explica Suga.

Para o presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora da feira, a AutoEsporte ExpoShow é a oportunidade dos aficionados, que esperam um ‘algo a mais’. “É um público atualizado em tecnologia, customização, competição e que gosta também de veículos clássicos. Percebemos que com o passar dos anos esse público precisaria de um evento específico. E, a AutoEsporte ExpoShow surge com essa proposta: respeito aos profissionais da personalização e um espaço dedicado ao público consumidor, colecionadores e apreciadores dessa arte automotiva”, salienta Juan Pablo De Vera.

Quem também esteve presente na cerimônia de abertura foi o ex-piloto bicampeão de F1, Emerson Fittipaldi. Ele esteve com os filhos, Emmo (7) e Victoria (3). Os três foram os primeiros a brincarem na maior pista do mundo de Hot Wheels, construída pela Mattel exclusivamente para a AutoEsporte ExpoShow 2014, e que conta com a inspeção de auditores do Guinnes World Records. “Eu lancei o primeiro carrinho. É espetacular reunirmos num único local diferentes gerações que são atraídas pelos carros”, comemorou.

A AutoEsporte ExpoShow ocorre até dia 23 de novembro, de sexta a sábado a feira estará aberta para visitação das 14h às 21h e, no domingo das 11h às 19h. O Pavilhão de Exposições do Anhembi fica na Avenida Olavo Fontoura, 1209.

Site oficial: www.autoesporteexposhow.com.br


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade