Publicidade

Allison Transmission e Cummins recebem aprovação ARB para o sistema híbrido H 40/50 EP™

A Allison Transmission Holdings Inc. (NYSE: ALSN) e a Cummins Inc. (NYSE: CMI) comunicaram o recebimento da aprovação da Air Resources Board (ARB), da Califórnia, para comercializar o sistema híbrido de propulsão Allison H 40/50 EP™ homologado para os motores híbridos diesel-elétricos Cummins ISB6.7 e ISL9, para ônibus urbanos.

“Temos o prazer de ser o primeiro fabricante de sistemas híbridos aprovado para atuar no mercado de ônibus urbanos da Califórnia”, disse Deborah Gordon, diretora executiva para Assuntos Regulatórios e Programas Híbridos da Allison Transmission.

O sistema de propulsão híbrido Allison H 40/50 EP, que pode ser usado tanto em ônibus urbanos comuns quanto em articulados, foi concebido para otimizar a economia de combustível em até 25% em relação aos sistemas semelhantes movidos a diesel. Paralelamente a isso, sua capacidade de frenagem regenerativa pode prolongar significativamente o intervalo de troca dos freios, aumentando sua vida útil em até 350%.

A Ordem Executiva (Executive Order) emitida pela ARB, tanto para Allison quanto para a Cummins, homologa as vendas do sistema Allison H 40/50 EP para os motores híbridos Cummins ISB6.7 e ISL9, e é válida para os modelos 2014. Ambas as empresas estão se habilitando para conseguir uma OE também para 2015.

“A Cummins está satisfeita com a aprovação do sistema híbrido pela ARB, uma vez que passa a oferecer aos seus clientes mais uma solução que vem ao encontro das suas necessidades de negócios”, afirmou Laura Chasse, gerente geral da North American Bus Business.

Os motores Cummins híbridos diesel-elétricos ISB6.7 e ISL9 usam recursos tecnológicos projetados e desenvolvidos internamente pela empresa e foram idealizados para oferecer aos ônibus a eficiência, durabilidade e desempenho que seus clientes que operam no transporte urbano de passageiros esperam. O híbrido diesel-elétrico ISB6.7 desenvolve 280 cv (209 kW), enquanto a versão híbrida diesel-elétrica ISL9 está disponível com 330 cv (246 kW).

“Um fator fundamental para a emissão da Ordem Executiva foi a aprovação do sistema Heavy Duty On-Board Diagnostics (HDOBD), da H 40/50 EP, marco importante para a Allison, a primeira a conseguir esse reconhecimento”, disse Gordon.

Desde a sua apresentação, em 2003, a Allison já entregou mais de 6.500 sistemas de propulsão híbridos que, conjuntamente, acumularam mais de 1 bilhão de quilômetros rodados. No decorrer desse período, economizaram mais de 34 milhões de litros de combustível e evitaram a emissão de 340 toneladas métricas de dióxido de carbono na atmosfera.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade