Publicidade

Bridgestone ajuda consumidor a conhecer dados técnicos dos pneus

Você sabia que é possível descobrir o tamanho, capacidade de carga e velocidade, modelo, origem, certificações de qualidade e data de fabricação na lateral do pneu? Todos os pneumáticos possuem estas informações em suas paredes laterais. Estes dados funcionam como o “DNA” do pneu e são de extrema importância para a segurança do motorista, além de úteis na troca dos pneus.

“Os pneus são o principal elo entre o veículo e o solo”, comenta José Carlos Quadrelli, gerente geral de Engenharia de Vendas da Bridgestone. “Eles exercem influência direta em todo o comportamento dinâmico de um carro. Por toda esta importância, as montadoras realizam testes rígidos para escolherem os modelos mais indicados de pneus para cada tipo de veículo. Todas as especificações do produto escolhido podem ser encontradas no manual do proprietário”, diz.

BS_Ecopia_EP150Para entender melhor as nomenclaturas, vamos tomar como exemplo o pneu Bridgestone B250 Ecopia 165/70R13 79T:

Bridgestone – nome do fabricante
B250 – denominação comercial do produto (modelo)
Ecopia – identificação de versão com baixa resistência ao rolamento
165 – largura nominal da seção do pneu em milímetros

70 – altura da seção do pneu (70% da medida da largura nominal da seção do pneu)
R – tipo de construção “Radial”
13 – diâmetro do aro em polegadas
79 – índice de capacidade de carga (437 kg)
T – símbolo de velocidade máxima (190 km/h)

Além destas indicações, existe um número de série composto de 11 dígitos em seguida à palavra “DOT” em uma das paredes laterais (que identifica o “Department of Transportation” dos EUA e que instituiu este tipo de marcação). Os quatro últimos dígitos deste número identificam a data de fabricação do pneu:

1316 – data de fabricação (Ex.: 13ª semana de 2016)

“Quando a vida útil do pneu chega ao fim, muitos motoristas ficam na dúvida sobre qual modelo comprar. Mesmo que a versão do pneu tenha sua produção encerrada ou se opte por outra fabricante, com essas informações, o consumidor consegue comprar um produto que segue as recomendações que constam no manual do veículo”, finaliza Quadrelli.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade