Publicidade

Volkswagen do Brasil patrocina o 24º SIMEA (Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva), em São Paulo

A Volkswagen do Brasil é patrocinadora da 24ª edição do SIMEA (Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva), que será promovido pela AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva) nos dias 5 e 6 de setembro, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo (SP). Com o tema “Eficiência Energética e Gases do Efeito Estufa: Impactos da Evolução da Tecnologia Automotiva”, o SIMEA 2016 conta também com uma exposição de tecnologia, na qual a Volkswagen do Brasil vai expor o modelo esportivo plug-in híbrido Golf GTE, que reúne sustentabilidade e desempenho, com emissão zero no modo elétrico.

Golf GTE“O patrocínio da Volkswagen do Brasil à AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva) e ao SIMEA (Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva) reconhece o excelente trabalho realizado pela entidade. O SIMEA é um dos principais eventos técnicos de engenharia automotiva no Brasil, no qual são discutidas e apresentadas soluções tecnológicas, estratégias e inovações para a mobilidade. Neste ano, representantes da indústria, do governo, acadêmicos, entidades e formadores de opinião colocarão em pauta alguns dos principais temas da atualidade: eficiência energética, inovação tecnológica e sustentabilidade, contribuindo para o desenvolvimento de todo o setor automotivo”, afirmou o diretor de Assuntos Governamentais da Volkswagen do Brasil, Antonio Megale, que também é presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) e integrante do Conselho Diretor da AEA na categoria Iniciativa Privada.

O tema Eficiência Energética é extremamente importante para a Volkswagen do Brasil. Um dos principais exemplos em seu porfólio de produtos é o motor 1.0 TSI Total Flex, da família EA211, que equipa o up! TSI. Trata-se de um dos motores mais avançados da Volkswagen no mundo e o mais moderno fabricado pela empresa no País. É o primeiro motor com injeção direta, turbocompressor e tecnologia flexível produzido no Brasil. O 1.0 TSI Total Flex reforça a identidade da Volkswagen como empresa líder em inovação. Fabricado na unidade de São Carlos (SP), foi desenvolvido segundo critérios de Eficiência Energética (com menor consumo de combustível, reduzindo as emissões) combinada a alto desempenho e robustez, para permitir ao up! TSI entregar mais prazer ao dirigir – é o mais compacto motor de alto desempenho feito no País. Com o novo motor, o up! TSI obteve a excelente marca de consumo energético de 1,44 MJ/km (conforme a Portaria INMETRO nº 10/2012), com classificação “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO.

O SIMEA 2016 oferecerá dois dias de debates e palestras de conteúdo técnico sobre inovações tecnológicas em prol da mobilidade, incluindo dois painéis: “Novas tecnologias de motores e veículos” e “Eficiência energética – Não é só questão de motor”. São esperados mais de 1.200 profissionais do setor automotivo.

A programação também conta com mais de 70 sessões técnicas sobre conectividade automotiva, motores, emissões, combustíveis, materiais, veículos virtuais, simulações e segurança. O trabalho técnico “Abordagem da Influência do Design na Vazão de Ar Através dos Trocadores de Calor do Veículo”, que será apresentado no dia 5, às 17h50, tem três profissionais da engenharia da Volkswagen do Brasil entre os autores. Confira todos os detalhes sobre o SIMEA no site do evento (www.simea.org.br).

Volkswagen expõe o esportivo plug-in híbrido Golf GTE no SIMEA

A Volkswagen do Brasil levará o esportivo plug-in híbrido Golf GTE para a exposição de tecnologia que integra a programação do SIMEA 2016. O modelo reúne sustentabilidade e desempenho, com emissão zero no modo elétrico, reforçando o compromisso da empresa em investir em tecnologias sustentáveis em todo o mundo.

O Golf GTE conta com dois motores: um a combustão, o 1.4 TSI BlueMotion Technology, com 150 cv; e um propulsor elétrico de 75 kW, que chega a 102 cv. Trabalhando em conjunto, os dois motores geram potência combinada de 204 cv. Quando toda a potência do sistema é utilizada, o Golf GTE vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos, atingindo velocidade máxima de 222 km/h.

Ainda mais significativo é o potencial de propulsão superior do Golf GTE, obtido graças à combinação de um motor a combustão com um motor elétrico, que produz torque máximo de 350 Nm (35,62 kgfm). Esse valor coloca o GTE à frente de outros modelos.

O motor elétrico recebe energia de uma bateria de íons de lítio de alta voltagem com arrefecimento líquido, que pode ser carregada por meio de um soquete localizado atrás do logotipo VW na grade dianteira. A bateria pesa 120 kg, aproximadamente 8% dos 1.524 kg referentes ao peso líquido do carro. O GTE tem transmissão automática DSG de 6 marchas com função Tiptronic, desenvolvida especificamente para veículos híbridos.

Segundo a norma NEDC, o Golf GTE pode rodar 100 km com 1,5 litro de combustível (66,66 km/l) e tem autonomia, em modo totalmente elétrico, de até 50 quilômetros. A autonomia total chega a até 939 quilômetros.

Apesar de sua potência e torque, o Golf GTE é um dos carros mais eficientes do mundo em termos energéticos. O motorista que costuma rodar principalmente em trechos curtos pode fazê-lo totalmente sem emissões, usando apenas o modo elétrico. A bateria precisa de aproximadamente três horas e meia para carregar completamente em uma tomada convencional. Se a bateria for carregada em uma estação de recarga, o tempo é reduzido para aproximadamente duas horas e meia. Graças às opções de controle do Golf GTE, o motorista pode garantir que, mesmo ao percorrer longos percursos, nas áreas urbanas apenas o motor elétrico seja utilizado.

Entre os equipamentos de série estão faróis e lanternas de LED, além dos recursos disponíveis na linha Golf, como sete airbags, controles de tração e estabilidade, bloqueio eletrônico de diferencial e sistema de frenagem automática pós-colisão, entre outros.

O modelo híbrido do tipo plug-in é a quinta opção de motorização oferecida para o Golf no mundo, juntando-se às versões a gasolina, diesel, gás natural comprimido e totalmente elétrica.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade