Publicidade

‘Construindo a qualidade do futuro: Desafios e soluções’ – por João Alexandre Gomes Jr.

Frente a uma nova revolução tecnológica acontecendo diante de nossos olhos no cenário global, muitas empresas já se preparam para atender novos requisitos de qualidade para produtos cada vez mais inteligentes, utilizando conceitos de automação, conectividade e sistemas analíticos avançados.

Com a internet cada vez mais ao alcance de todos, se torna difícil não pensar que o futuro da qualidade está totalmente vinculado à conectividade. Utilizamos no nosso cotidiano aplicativos de celular que possibilitam conexões em tempo real, transformando cada aparelho em um sensor móvel que retroalimenta um sistema analítico e se ajusta automaticamente, tendo como exemplo os aplicativos de navegação.

Muitos sistemas inteligentes podem ser vistos como os sensores utilizados na Fórmula 1, que avaliam a eficiência do carro e se ajustam automaticamente para atingir o melhor desempenho aerodinâmico, ou os aplicados na indústria aeronáutica, que possibilitam a verificação de itens críticos em pleno voo, otimizando o período de manutenções com redução do tempo da aeronave em solo, cancelamentos de voo ou possíveis falhas.

Até mesmo no segmento agropecuário é possível identificar exemplos de sistemas que utilizam a conectividade para melhoria de rendimento e redução de custos, podendo avaliar a qualidade de solo ou, por exemplo, a evolução de peso do rebanho, para possibilitar o melhor tratamento e por consequência, o melhor resultado.

Atualmente é impossível imaginar a vida sem esses sistemas inteligentes. Por vezes não pensamos em quanta tecnologia está envolvida para o alcance de resultados jamais esperados, e para tornar o trabalho cada vez mais fácil.

O grande desafio da indústria automotiva é se adequar a essa nova onda tecnológica com consumidores cada vez mais exigentes e ainda se manter competitiva, introduzir no mercado veículos com sistemas inteligentes que garantam um alto padrão de qualidade, conforto, segurança e desempenho. Tudo com base em processos robustos, para aumentar a eficiência e obter redução de custos.

A aplicação da internet industrial é o caminho a ser percorrido pelas empresas que desejam atender a este nicho de mercado e se preparar para a nova revolução tecnológica com sistemas integrados.

O conceito de integração se baseia em três pilares fundamentais: Máquinas inteligentes que possibilitem a utilização de sensores avançados para o aumento significativo de eficiência (OEE) e nível de qualidade; sistema analítico capaz de avaliar todos os dados do processo e ajustar as variáveis em busca do melhor desempenho; e pessoas, estando elas conectadas aos processos virtual ou fisicamente, trabalhando de forma colaborativa em equipamentos automatizados.

O Congresso da SAE BRASIL 2016 terá o privilégio de contar com quatro profissionais de gabarito internacional em seu painel de qualidade, para abordar temas relacionados à qualidade do futuro.

João Alexandre Gomes Jr. é engenheiro sênior na Mercedes-Benz do Brasil e membro do Comitê Manufatura, Logística e Qualidade do 25º Congresso SAE BRASIL

25º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade – “A Engenharia Criando a Mobilidade do Futuro – Intermodalidade – Conectividade – Veículos e Sistemas Inteligentes”
Data: 25 a 27 de outubro – das 8h30 às 20h30
Local: Expo Center Norte, Pavilhão Vermelho – Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme, SP

Painel Qualidade – “Construindo a Qualidade do Futuro: Desafios e Soluções”
27 de outubro, 9h – Auditório Santana 3
Mais informações acesse:

http://portal.saebrasil.org.br/Eventos/Congresso/Foruns-e-Paineis/qualidade


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade