Publicidade

Novo PEUGEOT 3008 DKR, pronto para a ação!

Erfoud, no Marrocos, e a Espanha, foram escolhidos como centros de testes da Peugeot Sport para a temporada 2016. São lugares que reúnem todas as características do Dakar (clima, variedade dos solos etc.) com condições favoráveis ao desenvolvimento dos carros de ralis cross-country. As duas sessões de testes do PEUGEOT 3008 DKR realizadas este ano confirmaram os esforços dos engenheiros da Peugeot ao longo do ano, embora nada possa substituir o funcionamento em condições reais de corrida, como será o caso da primeira prova em que o PEUGEOT 3008 DKR participará, no Marrocos.

Peugeot 3008 DKRO trabalho de desenvolvimento do PEUGEOT 3008 DKR foi focado em diversos parâmetros técnicos: modificações dos amortecedores e da geometria das suspensões para melhorar o comportamento do carro nas pistas acidentadas de cross-country; ajustes no torque para melhorar as retomadas em baixo regime, especialmente nas dunas; nova carroceria para aperfeiçoar a aerodinâmica do carro; sistema de climatização no cockpit, para permitir o melhor desempenho possível do Dream Team, mesmo sob altas temperaturas.

Com a palavra, o Dream Team…

“Fizemos um trabalho focado em alguns detalhes importantes para construir nosso novo carro para o Dakar, o PEUGEOT 3008 DKR, em função de nossas experiências nas corridas desta temporada. Conseguimos melhorar tudo o que tem a ver com a facilidade de utilização do motor e as suspensões; estes parâmetros otimizados podem fazer toda a diferença”, explica Carlos SAINZ (com seu co-piloto Lucas CRUZ). “Não se trata de mudanças fundamentais, como foi o caso no ano passado, quando fomos correr o Dakar 2016 com um carro completamente repensado em comparação com 2015. Realizamos sessões de testes com o novo carro na Espanha e no Marrocos. Essa competição agora, no Rali do Marrocos é importante, pois nos permitirá validar o trabalho de desenvolvimento de modo a chegarmos ao Dakar nas melhores condições possíveis. O programa será intenso até o final do ano”.

Cyril DESPRES (e seu co-piloto David CASTERA) – que detém cinco vitórias de moto no Dakar – participará do Rali do Marrocos com o PEUGEOT 2008 DKR pela primeira vez em sua jovem carreira na categoria carro. Ele conseguiu sua primeira vitória no Silk Way Rally deste ano (Moscou – Pequim) em uma corrida difícil.

“Não vou revelar todos os segredos do nosso novo carro, mas os engenheiros fizeram um trabalho formidável nos bastidores, desde o nosso regresso da América do Sul em janeiro. Nos testes, sentimos diretamente os efeitos positivos das melhorias efetuadas nas suspensões, o que contribui para a estabilidade do carro, assim como todo o trabalho de fiabilidade focado no ambiente motor. O Dakar é a corrida mais difícil do mundo e o percurso se torna mais intenso ano após ano. Portanto, é preciso ter um carro à altura, é preciso progredir para estar cada vez melhor preparado. Isto é válido para a mecânica, mas também para os homens, e por isso, depois do Marrocos, vou me dedicar à minha preparação física. Mal posso esperar para participar dessa corrida no Marrocos, onde fui bem sucedido na categoria moto: é um belíssimo rali, que vou correr pela primeira vez de carro, com a confiança suplementar que me dá a vitória no Silk Way Rally deste ano”.

Stéphane Peterhansel – piloto com mais títulos de toda a história do Dakar – também participou do processo de desenvolvimento do PEUGEOT 3008 DKR com seu co-piloto Jean Paul COTTRET. “Foi uma felicidade conseguir minha décima segunda vitória no Dakar este ano, com uma marca francesa tão prestigiosa como a Peugeot. O objetivo para 2017 será claramente tentar repetir o feito, embora a maior concorrência provavelmente virá de dentro da própria equipe, considerando os progressos realizados nesta temporada por meus colegas do Team Peugeot Total. Estou confiante nas orientações técnicas adotadas neste novo carro e muito satisfeito com a maneira como decorreu o programa de testes da Peugeot. Acompanharei com muito interesse a progressão do Carlos e do Cyril no Rali do Marrocos”.

Uma das estrelas do Dakar em 2016 foi o piloto Sébastien Loeb (e seu co-piloto Daniel ELENA), nove vezes Campeão do Mundo dos Ralis e que obteve o maior número de vitórias de etapa na primeira semana de corrida. Loebe prosseguiu sua aprendizagem no Cross-country ao longo da temporada e participou ativamente do programa Peugeot Hansen no campeonato do mundo de rallycross. Seu talento e sua experiência de pilotagem de alto nível foram os combustíveis do desenvolvimento no novo PEUGEOT 3008 DKR.

“Ainda tenho muito que aprender em ralis cross-country, e os quilômetros percorridos no Silk Way Rally foram claramente muito positivos para preparar o próximo Dakar. Além disso, com as sessões de teste ao longo do ano eu estou realmente começando a apreciar esta categoria e a me sentir à vontade. É muito interessante, é uma maneira diferente de negociar uma corrida, com longas distâncias, algo que ainda não conhecia. Com o Daniel, teremos que competir na areia e nas dunas, e foi neste tipo de terreno que concentramos nossos esforços de preparação”.

Rali do Marrocos – Itinerário da corrida

O Rali do Marrocos é composto por cinco etapas entre as cidades de Agadir e Erfoud, totalizando cerca de 1885 quilômetros de percurso. As verificações técnicas e administrativas serão realizadas em 1º de setembro e o Prólogo de 2 de outubro vai definir a ordem de partida da primeira etapa.
Etapa 1 – 3 de outubro : 240 quilômetros ao longo da costa.
Etapa 2 – 4 de outubro : etapa maratona de 554 quilômetros que conduzirá os concorrentes para um acampamento fechado do oceano para as dunas.
Etapa 3 – 5 de outubro : 390 quilômetros na Rota Oriental .
Etapa 4 – 6 de outubro : um circuito em Erfoud de 376km.
Etapa 5 – 7 de outubro : ERG Chebbi Final: os últimos 275 quilômetros de corrida.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade