Publicidade

Colômbia discute o transporte coletivo e a mobilidade latino-americana. Para o setor do ônibus, o mundo está se transformando em um único e grande mercado

Teve início hoje, segunda-feira, dia 5 de dezembro, na Plaza Mayor, em Medellín, na Colômbia, a primeira edição da Busworld Latin America, congresso e exposição da mobilidade e da indústria do ônibus. O evento, promovido pela Busworld, maior organizadora de feiras internacionais voltadas para o setor, termina dia 7 de dezembro.

Este é o quarto grande evento mundial do setor do ônibus neste ano, que já contou com congressos e exposições nestes mesmos moldes, na Turquia, um dos países que apresentam os maiores índices de crescimento na utilização e fabricação de ônibus em todo o mundo, na Índia, o segundo maior mercado internacional em volume de produção, e na Rússia.

Segundo a Busworld, os motivos que levaram à promoção da primeira edição na América do Sul foram: crescimento do mercado de transporte de passageiros e a expansão das redes de rotas internacionais; o desenvolvimento ativo e crescente da procura do ônibus para turismo interno; a necessidade de elevação qualitativa do transporte público e serviços nas grandes cidades latino-americanas, e a importância de desenvolvimento na renovação da frota.

A Busworld Latin America conta com a presença de autoridades internacionais, como o Ministro do Transporte da Colômbia, Jorge Eduardo Rojas, e representantes da Argentina, México e Espanha, entre outros países. Já a exposição reúne fabricantes de diversos países, como Daimler (Mercedes-Benz Colômbia), General Motors, Isuzu, Scania, Volvo, Otokar (França), Busscar, Carrocerias Condor, Megabuses, Inconcar e JGB, da Colômbia, Allison (Países Baixos), Voith (Alemanha), Dina (México) e Golden Dragon, da China.

Apesar da importância que tem no setor de transporte rodoviário no continente latino-americano, o Brasil não conta com nenhum palestrante e nem fabricante de grande porte, somente fornecedores, como Danval, Espumatec, FRT Tecnologia e Incavel, e entidades, como o SIMECS, Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul. Essa ausência provoca surpresa para o setor, pelo fato de o Brasil registrar crescimento nas vendas para o mercado internacional, especialmente na América Latina.

Em termos de mobilidade e sistemas avançados de transporte coletivo urbano, o Brasil registrou significativa evolução nos últimos três a quatro anos, mas está muito atrás de outros países do continente. Do México e da Colômbia, na implantação de sistemas BRT em diversas cidades, e até mesmo da Argentina, onde o transporte coletivo urbano é largamente utilizado pela população, com padrão de qualidade, conforto e eficiência acima dos padrões brasileiros.

Emissão Zero em ônibus

Um dos temas mais importantes do Busworld Academy Congress, congresso internacional, é a evolução do setor rumo à emissão zero de poluentes em ônibus nos grandes centros urbanos. Vários países já estão testando e deverão seguir a Europa na exigência de zero emissão, como a Colômbia, o México e o Chile. Apesar de no Brasil, em São Paulo, haver o compromisso de os ônibus não utilizarem combustíveis fóssis a partir de 2018, a aplicação de tecnologias como os ônibus 100% elétricos ou híbridos ocorrem somente em pouquíssimos locais, como o corredor ABD, na capital paulista, operado pela Metra Transportes.

Conhecido como plataforma de conhecimento para o segmento mundial do ônibus, o congresso Busworld Academy discute também o futuro do transporte coletivo urbano e rodoviário na América Latina e do Sul, com temas como a “Mobilidade urbana inteligente”, “Por que optar pelo ônibus como meio de transporte” e “O desenvolvimento dos sistemas BRT”.

A Busworld é a maior feira de negócios voltados para a indústria do ônibus em todo o mundo e reúne fabricantes de chassis, carrocerias e componentes e serviços dos segmentos rodoviário e urbano. A primeira feira Busworld foi realizada na cidade de Kortrijk, na Bélgica, em 1971, e se transformou em referência internacional da indústria de autocarros.

Na última edição, realizada em outubro de 2015, a Busworld Kortrijk contou com a participação de 411 expositores, de 35 países, e quase 35 mil visitantes de 118 países. Desde 2001, a Busworld começou sua expansão internacional com feiras que ocorrem a cada dois anos na Turquia (em abril), China (maio), Rússia (outubro), Índia (novembro) e na Colômbia (dezembro).


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade