Publicidade

Vendas da Audi crescem em todos os principais mercados da marca. Foram cerca de 154.050 entregas no mundo em novembro – um crescimento de 4.3%

A Audi registrou aumento de 4,3% nas vendas, com 154.050 unidades entregues no último mês. A demanda avançou na Europa, mercado onde dois importantes novos modelos, o Audi Q2 e o Audi A5, foram lançados recentemente. Com relação a todo o portfólio, as vendas na região cresceram cerca de 9,5%, somando 68.200 carros. Além disso, durante o mês, a marca também cresceu em duas outras importantes regiões: na América do Norte (+3.6%) e na Ásia-Pacifico (+0.8%). No acumulado do ano, foram 1.713.900 unidades comercializadas em todo o mundo, um volume 4.2%maior do que o mesmo período em 2015.

“A Europa representa, neste ano, o motor de crescimento mais forte da Audi. Apesar das grandes incertezas políticas e econômicas, conseguimos aumentar substancialmente as vendas em todos os principais mercados europeus”, ressalta Dietmar Voggenreiter, membro do board para Vendas e Marketing da AUDI AG. “ O lançamento do novo Q2 na Europa reforça ainda mais este desenvolvimento. O compacto SUV será um importante impulsionador de vendas na região no futuro, com já vem demostrando nos pedidos atuais”, completa.

AudiA chegada do novo A5 também refletiu no resultado total. As vendas do A5 Coupé na Europa dobraram, somando cerca de 1.130 unidades em novembro. A grande procura pelo novo A4 também teve impacto positivo nas entregas. Com cerca de 12.200 unidades comercializadas, as vendas do modelo no mês passado superaram em 51,6% as de novembro de 2015. Considerando todos os modelos, a Audi elevou suas vendas na Europa em 9,5% para 68.200 unidades no mês passado. O Reino Unido, (+18.0%, com 12.970 unidades), França (+32.0%, com 6.551 unidades), Itália (+18.8%, com 5.570 carros) e a Espanha (+24.7%, com 4.176 deliveries) apresentaram crescimento de dois dígitos. O mercado russo ainda tem queda (-32,1%), com 1.486 unidades no último mês. Entre janeiro e novembro, a Audi registrou 795.050 entregas, o que representa um avanço de 7,1% na comparação com 2015. A montadora também registrou bom desempenho de vendas no portfólio da Audi Sport, com destaque para o Audi R8. No acumulado do ano, o crescimento é de 27%, com 1.370 unidades comercializadas.

Na América do Norte, a montadora continua com desempenho positivo: foram 20.850 carros entregues em novembro, com aumento de 3,6%. O Canadá teve o maior crescimento na região, com 2.455 unidades comercializadas, volume 13,2% maior. A Audi of America também conseguiu expandir ainda mais as vendas, registrando 17.118 unidades, o que representa um aumento de 2,5% na comparação com o mesmo mês do ano passado. No acumulado, foram 187.018 carros comercializados no mercado norte-americano, com crescimento de 2,9%. O Audi Q7 teve grande impacto neste resultado e os Estados Unidos representam hoje o principal mercado para o modelo no mundo. Mais de um em cada quatro consumidores do SUV vêm dos Estados Unidos. Desde que a nova geração foi introduzida em janeiro, as entregas do Q7 neste mercado aumentam dois dígitos cada mês. No acumulado, foram 27.288 carros, o que representa um crescimento de 53,3%. Mundialmente, esse volume é de 91.450 unidades (+40%).

Em novembro, o maior crescimento individual veio da China. Foram 52.776 carros, aumento de 6,6%. A demanda pelo Q3 cresceu 46,8%. Já as entregas do A3 também subiram: foram 8.529 carros, volume 31% maior na comparação com o mesmo período do ano passado. No total, foram 540.040 carros entregues no país desde o começo do ano, um crescimento de 5,7%.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade