Publicidade

BMW anuncia novo centro de desenvolvimento para condução autônoma. Novo campus do BMW Group será implantado em Unterschleissheim, próximo de Munique

Com o lançamento do BMW iNEXT, o primeiro modelo elétrico do BMW Group totalmente autônomo e conectado à internet, programado para 2021, uma ampla gama de modelos altamente automatizados de todas as marcas da empresa será revelada em seguida. E para tornar esta meta uma realidade, o BMW Group está associando sua experiência no desenvolvimento de veículos conectados e de condução automatizada a um novo campus situado em Unterschleissheim, perto de Munique, na Alemanha.

Após a conclusão das novas instalações, mais de 2.000 funcionários trabalharão no local durante as próximas etapas do projeto de condução totalmente automatizada, desde o desenvolvimento do software até os testes em pista. “O caminho rumo à condução totalmente automatizada é uma oportunidade para a indústria automobilística da Alemanha. A decisão de desenvolver e realizar testes em pista destes veículos, nos arredores de Munique, mostra como o BMW Group e toda a região podem se beneficiar dessa mudança mudança na indústria automobilística”, explica Klaus Fröhlich, membro do Conselho de Administração, responsável pelo Desenvolvimento no BMW Group.

BMW iNEXTAgilidade como competência essencial

A partir de meados de 2017, a expertise, que está atualmente distribuída em várias localidades, será reunida em Unterschleissheim. “Para obtermos êxito, estamos estabelecendo novas formas de colaboração no âmbito do ‘Projeto i 2.0′, com pequenas equipes de especialistas para pronta resposta e envolvimento colaborativo em toda a empresa, bem como um elevado nível de competência para a tomada de decisão individual”, explica Fröhlich. As novas estruturas de trabalho serão caracterizadas por times ágeis, distâncias curtas, e, acima de tudo, por processos de tomada de decisão rápidos.

No novo campus, os desenvolvedores de software serão capazes de pegar um código que acabaram de registrar e testá-lo em um veículo real. “Estamos combinando as vantagens de uma start-up, como flexibilidade e rapidez, com os de uma empresa estabelecida, como segurança do processo e experiência de industrialização”, acrescenta o chefe de Desenvolvimento. “O futuro centro de desenvolvimento para a condução autônoma nos permitirá lançar o BMW iNEXT, o primeiro BMW autônomo, no mercado em 2021″, afirma Fröhlich. O BMW Group pretende iniciar os testes com veículos altamente automatizados em ambiente urbano, em Munique, ainda em 2017.

“Nós fazemos a nossa própria programação”

O BMW Group emprega atualmente cerca de 600 pessoas no desenvolvimento de uma condução altamente automatizada. A maioria delas são desenvolvedores de software – e seu número vai aumentar. “Nós ainda fazemos a nossa própria programação aqui e somos responsáveis por implementar os nossos próprios conceitos”, explica André Müller, um desenvolvedor de software da equipe de condução autônoma. “Usamos as mais recentes tecnologias, tais como ROS (Sistema Operacional de Robôs), e somos capazes de ver os resultados rapidamente e diretamente no veículo. É extremamente emocionante trabalhar em uma área tão importante para o futuro”. André Müller está ansioso para acolher os novos colegas. Com o campus de Unterschleissheim, o BMW Group continua a expandir seu desenvolvimento de veículos altamente automatizados e está à procura de especialistas em TI e desenvolvedores de software nas áreas de inteligência artificial, aprendizado automático e análise de dados.

Todas as oportunidades de emprego e informações sobre como fazer parte do BMW Group podem ser acessados em bmw.jobs/karrierewebsite. Já o desenvolvedor de software André Müller comenta sobre o seu trabalho em uma entrevista em bmw.jobs/facebookinterview (entrevista em alemão).


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade