Publicidade

Ford terá revelação brasileira pilotando o GT para defender o título nas 24 Horas de Le Mans e disputar O Mundial DE Endurance

A Ford anunciou a equipe selecionada para defender o título nas 24 Horas de Le Mans deste ano, com um piloto brasileiro na direção de um dos quatro GTs da escuderia Ford Chip Ganassi Racing. É o jovem Luis Felipe “Pipo” Derani, de 23 anos, revelação em provas de “endurance”, que venceu no ano passado as 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring.

Além da corrida de Le mans, na França, ele disputará as provas de Silverstone, na Inglaterra, e Spa, na Bélgica, válidas pelo Campeonato Mundial de Endurance 2017. Pipo Derani vai dividir o cockpit do Ford GT número 67 com os britânicos Andy Priaulx e Harry Tincknell. Talentoso, ele chamou a atenção da equipe da Ford em 2016, quando ganhou as duas importantes provas na sua estreia na categoria.

Ford GT “Estou muito feliz e orgulhoso por ter sido escolhido para representar uma marca vencedora e respeitada como a Ford”, diz Pipo Derani. “Competir numa equipe como a Ford Chip Ganassi Racing era um dos meus objetivos desde que comecei a correr e ser reconhecido por eles é uma grande conquista. Quero agradecer especialmente a George-Howard Chappell pela confiança em me dar esta oportunidade.”

Segundo o piloto, o desempenho do Ford GT nas corridas de resistência nos últimos 12 meses tem sido excepcional, o que aumenta o seu otimismo. “Estou muito ansioso para trabalhar com a equipe e tentar trazer mais vitórias no mundial e defender o título em Le Mans”, completa.

Vitória histórica

A vitória da Ford em Le Mans em 2016 veio cinquenta anos depois da histórica conquista em 1966, quando a marca dominou os três primeiros lugares da prova. Em 1967, a Ford voltou a vencer com o GT40 pilotado por Dan Gurney e A.J. Foyt, o que representa uma nova meta para a equipe.

“Quando viemos a Le Mans no ano passado, havia muita pressão sobre o time para vencer na comemoração de cinquenta anos do triplo pódio do GT40”, diz Raj Nair, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto Global da Ford. “Foi uma vitória fantástica, mas não vamos descansar sobre os louros. Vamos voltar a Le Mans em junho com a experiência de um ano correndo com o GT e sete vitórias, incluindo as 24 Horas de Le Mans de 2016 e as 24 Horas de Daytona de 2017. Não podemos esperar para correr novamente nesta prova incrível.”

Time forte

A Ford Chip Ganassi Racing terá novamente uma equipe forte para defender o título na classe LM GTE Pro em Le Mans este ano.

O trio formado pelo americano Joey Hand, o alemão Dirk Müller e o francês Sébastien Bourdais, campeões em Le Mans em 2016 e também nas 24 Horas de Daytona deste ano, continua a pilotar o Ford GT número 68.

O Ford GT 66 terá o alemão Stefan Mücke e o francês Olivier Pla, que já disputam o Mundial de Endurance, novamente acompanhados pelo americano Billy Johnson em Le Mans e nas corridas de Silverstone e Spa.

No Ford GT 69, o australiano Ryan Briscoe, o britânico Richard Westbrook e o neo-zelandês Scott Dixon, terceiro colocados em Le Mans em 2016, buscarão melhorar o seu tempo.

“Estamos ansiosos para voltar a Le Mans com o Ford GT este ano”, diz Chip Ganassi, dono da equipe. “Aprendemos muito com a vitória no ano passado e sinto que estaremos ainda melhor preparados desta vez. Mais uma vez, teremos quatro carros e 12 dos melhores pilotos do mundo. Não vejo a hora de voltar lá e defender o nosso título”.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima: