Publicidade

Nissan Argentina dá início a obras de sua sede em Córdoba

A Nissan Argentina deu início às obras da sua nova sede administrativa em Córdoba. Os novos escritórios abrigarão a equipe que está trabalhando nas bases do projeto industrial focado na fabricação de picapes a partir de 2018. A produção de picapes transformará a Nissan em uma fabricante automotiva na Argentina.

Há seis meses, 10 engenheiros japoneses estão trabalhando em Córdoba liderados pelo mexicano Oscar Posada Quevedo, diretor de projeto industrial. Em colaboração com a equipe da Nissan Argentina, a equipe de especialistas internacionais está trazendo ao projeto sua vasta experiência no desenvolvimento projetos de importância global.

“O projeto de fabricação de picapes da Nissan na Argentina está avançado a todo o vapor. Com a construção da sua sede na cidade, a Nissan finca sua bandeira em Córdoba. Nos bastidores deste ambicioso projeto, contudo, existe muito mais que tijolos. Uma equipe de especialistas de calibre mundial está comprometida em entregar um projeto que garantirá a mais alta qualidade de fabricação, de Córdoba para toda a América Latina”, disse José Valls, chairman da Nissan América Latina.

“Estou orgulhoso do avanço deste ambicioso projeto industrial. A construção da sede, a integração da equipe Nissan com a comunidade e os preparativos para garantir a qualidade da produção refletem o sonho da equipe e seus extraordinários esforços. Em breve, Córdoba se integrará a uma grande rede de fábricas da Nissan no mundo, como as da Tailândia, México e Espanha, conhecidas por sua força na fabricação da Frontier”, disse Diego Vignati, presidente e CEO da Nissan Argentina.

A estimativa é que a as obras de construção dos novos escritórios da Nissan sejam finalizadas na metade deste ano. Em relação ao projeto industrial, a nova linha de produção está sendo desenvolvida sob restritos controles para garantir a qualidade, confiabilidade e durabilidade presente no DNA japonês. Com mais de 14 milhões de picapes vendidas em todo o mundo ao longo de oito décadas, a Nissan é líder neste segmento. A produção de picapes Nissan na Argentina tem a missão de fortalecer essa liderança e criar um polo de exportação para toda a América Latina.

Em abril de 2015, a Nissan anunciou sua intenção de produzir picapes Frontier na Argentina a partir de um investimento de 600 milhões de dólares, o qual viabilizará a fabricação de 70 mil unidades anuais de veículos para as marcas Nissan, Renault e Mercedes Benz.

Em setembro de 2015, a Nissan mudou seu modelo de negócio no país: passou de importadora à subsidiária, liderando diretamente as operações comerciais e o projeto de produção local. Ao fazer isso, a Nissan apostou no potencial que a Argentina tem como mercado e como futuro polo na fabricação de picapes. A companhia considera este modelo de negócio como um componente-chave de sua estratégia de longo prazo de posicionamento da marca entre os top 3 na América Latina.

A Nissan Frontier é a 12ª geração de picapes da Nissan, e a 8ª geração disponível na América Latina. O veículo dá continuidade à tradição de picapes que transcende mais de oito décadas.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade