Publicidade

IQA disponibiliza o manual VDA 5.2. Publicação alemã aborda a capacidade de medição dos processos de inspeção de torque em juntas aparafusadas

Representante oficial da VDA-QMC no Brasil, o IQA – Instituto da Qualidade Automotiva disponibiliza ao mercado a primeira edição em português do manual VDA 5.2 – Capacidade de Medição dos Processos de Inspeção de Torque em Juntas Aparafusadas. A publicação alemã visa reduzir os esforços necessários para um grau adequado de medição, pois define a capacidade dos processos de acordo com a abordagem da Anfavea/ Sindipeças.

Segundo Rodrigo Lopes, coordenador de Marketing do IQA, as juntas aparafusadas são muito utilizadas pela indústria automotiva, sobretudo em processos de montagem de componentes e sistemas veiculares, podendo definir características de segurança do produto. “As juntas aparafusadas são montadas com o uso de ferramentas apropriadas, selecionadas de acordo com as especificações de aperto”, afirma.

O VDA 5.2 evita que a organização enfrente problemas ao implementar e certificar o sistema de gestão da qualidade como as dificuldades ao avaliar processos de medição de torques estáticos. “Este é um dos problemas que podem ser evitados a partir da aplicação do conhecimento técnico. Essa dificuldade geralmente aparece quando as tolerâncias de torque são definidas com base em especificações de aperto para torques de montagens dinâmicas”, explica Lopes.

Entre os principais tópicos deste manual estão relações mecânicas em juntas aparafusadas; métodos e princípios de medição; capacidade dos processos de medição do torque após o processo de aparafusamento; e verificação contínua. Os interessados em obter mais informações sobre esta ou outras publicações técnicas podem contatar o IQA por meio do telefone (11) 5091-4545 ou do e-mail manuais@iqa.org.br.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade