Publicidade

Gemalto habilita chave digital em smartphones para automóveis

Gemalto (Euronext NL0000400653 GTO), empresa líder mundial em segurança digital, inicia o fornecimento do serviço Trusted Services Hub (TSH) para o novo sistema de chave digital em smartphones dos automóveis da Daimler AG – modelos E-Class da Mercedes-Benz. A inovadora solução da fabricante de carros de luxo oferece ao motorista a liberdade de trancar/destravar e ligar seus veículos utilizando apenas um smartphone com NFC. O TSH da Gemalto permite a transmissão integrada e segura over-the-air das chaves digitais em qualquer celular compatível com essa solução.

Após o download seguro da chave em um elemento de segurança* via TSH da Gemalto, os motoristas podem travar/destravar seus carros ao aproximar seus smartphones da maçaneta da porta. O motor também pode ser iniciado quando o celular estiver carregando na bandeja de recarga do painel e pressionando o botão de iniciar. O procedimento pode ser realizado mesmo com o celular sem bateria**, eliminando assim a necessidade de se carregar uma chave convencional.

Chave digital

Como parte integral do programa “Mercedes me connect”, a chave digital se conectará perfeitamente a todos os serviços que atendem às necessidades da vida moderna digital e móvel dos seus clientes.

“A digitalização exige que as empresas utilizem sua expertise para estabelecer relacionamentos fortes com as diversas partes interessadas do ecossistema de carros conectados”, afirmou Christine Caviglioli, vice-presidente da New Mobility Solutions da Gemalto. “Para a Daimler AG, esse objetivo é completamente suportado por nossas soluções, as quais lhes permitem oferecer serviços inovadores para os clientes, por meio dos seus dispositivos favoritos, sem comprometer sua segurança. ”

*Um Elemento de Segurança é uma plataforma de hardware resistente a adulterações, capaz de abrigar e armazenar de forma segura os aplicativos e os dados confidenciais e criptografados. Ele está presente nos cartões SIM fornecidos por Operadoras Móveis e/ou um eSE (Embedded Secure Element), que é integrado nos aparelhos celulares pelas OEMs. ”

**é possível travar/destrancar no máximo 10 vezes em até 24 horas, caso seu smartphone ofereça essa funcionalidade.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade