Publicidade

Deutsche Post DHL Group se compromete a eliminar emissões em suas operações logísticas até 2050

O Deutsche Post DHL Group, a maior empresa de serviços de entrega expressa e logística do mundo, reduzirá a zero todas as emissões de suas operações logísticas até 2050. Ao perseguir essa nova meta ambiciosa, o Deutsche Post DHL Group espera dar uma contribuição significativa para a limitação do aquecimento global a um nível bem inferior aos 2ºC definidos na Conferência do clima de Paris de 2015 (a COP 21) e para a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). O Deutsche Post DHL Group também deseja tornar-se o líder de mercado em logística ecológica e pretende expandir seu portfólio de produtos e serviços ecológicos para ajudar os clientes a atingir suas própr ias metas de proteção climática. “As decisões que tomamos hoje determinarão como nossos filhos viverão daqui a 30 anos”, disse Frank Appel, CEO do Deutsche Post DHL Group.

Metas preliminares ambiciosas

A meta de proteção climática do Deutsche Post DHL Group de reduzir a zero as emissões em suas operações logísticas até 2050 se aplica tanto às atividades da própria empresa quanto às dos prestadores de serviços de transporte subcontratados. A missão de reduzir as emissões a zero nas operações logísticas é respaldada por marcos preliminares, a ser atingidos até 2025, no contexto do programa de proteção ambiental do grupo, o GoGreen:

Em nível global, o Deutsche Post DHL Group aumentará em 50% a eficiência de carbono de suas próprias atividades e das dos prestadores de serviços de transporte subcontratados em relação ao ano-base de 2007.

Em nível local, o objetivo do grupo é melhorar a vida das pessoas nos lugares onde vivem e trabalham com o uso de soluções de transporte ecológicas. O Deutsche Post DHL Group operará 70% de seus serviços próprios de primeira e última milha com soluções ecológicas de coleta e entrega, utilizando, por exemplo, bicicletas e carros elétricos. Mais de 50% das vendas incorporarão soluções ecológicas, tornando as cadeias de suprimento dos clientes mais “verdes”.

O Grupo treinará e certificará 80% de seus funcionários como especialistas GoGreen até 2025 e os envolverá ativamente em suas atividades de proteção ambiental e climática. Além disso, a empresa pretende criar parcerias para o plantio de 1 milhão de árvores a cada ano.

Com o programa de proteção ambiental GoGreen, o Deutsche Post DHL Group também apoia a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). A Agenda cria a base para a obtenção de progresso econômico dentro dos limites ecológicos da Terra e em harmonia com a justiça social. As medidas de proteção ambiental do Grupo respaldam os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, particularmente os de número 11 (“Cidades e comunidades sustentáveis”) e 13 (“Combate às alterações climáticas”).

Meta de proteção climática anterior atingida antes do prazo

As novas metas e atividades de proteção climática fundamentam-se na experiência do Grupo com seu programa de proteção ambiental GoGreen. A meta de proteção climática anterior – melhorar a eficiência de carbono em 30% a partir do ano-base de 2007 – foi alcançada em 2016, quatro anos antes do prazo, graças a uma diversificada gama de medidas para otimizar a frota de veículos do Grupo, seus edifícios e redes logísticas.

Proteção climática com o programa GoGreen

O programa de proteção ambiental GoGreen, do Deutsche Post DHL Group, orienta-se por dois princípios básicos: queime menos e queime ecologicamente. A abordagem “queime menos” diz respeito a reduzir o consumo de energia sem alterar a fonte energética, abrangendo, por exemplo, medidas para aumentar a capacidade de carga. A abordagem “queime ecologicamente” se concentra no uso de fontes e combustíveis “verdes”, como carros elétricos para coleta e entrega. A combinação dos dois princípios permite atingir ótimos resultados. O Deutsche Post DHL Group também envolve os clientes nas medidas de otimização. O Grupo oferece uma série de soluções padronizadas e apoio personalizado por meio da linha de soluções GoGreen. Os produtos de otimização ecológica incluem soluções logísticas sob medida que ajudam os clientes a reduzir emissões em suas respectivas cadeias de suprimento.

Mais informações podem ser encontradas no Relatório de responsabilidade corporativa de 2016, que foi publicado no site do Deutsche Post DHL Group.

Iniciativas brasileiras

As três divisões do Deutsche Post DHL Group atuantes no Brasil (DHL Global Forwarding, DHL Express e DHL Supply Chain) também estão se mobilizando para atingir esta meta. A DHL Supply Chain, especialista em distribuição e armazenagem, por exemplo, está substituindo lâmpadas de vapor de sódio, mercúrio e fluorescentes por lâmpadas de LED em seus mais de 50 Centros de Distribuição e outras instalações, o que proporcionará uma redução significativa de consumo de energia e emissão de CO2. Outras ações da mesma divisão são a substituição de empilhadeiras a gás por elétricas, no momento da renovação do contrato de aluguel, e o início da utilização de carros elétricos para a distribuição de produtos.

Já a DHL Express, especialista em entregas expressas, está expandindo sua frota movida a gás natural, além de utilizar bicicletas e motos elétricas para algumas entregas urbanas. A empresa também disponibiliza para todos seus clientes, pessoas jurídicas e físicas, 6 opções de embalagens feitas de materiais recicláveis.

A DHL Global Forwarding dispõe do Carbon Calculator, aplicativo que permite estimar o volume de emissões de gases que provocam o efeito estufa ao longo da cadeia logística, possibilitando assim, ações de redução. A unidade, especialista em fretes aéreos, marítimos e rodoviários, tem incentivado o uso nas cadeias de suprimentos de modais eficientes e que emitem menos CO2, como é o caso da cabotagem e das balsas oceânicas.

A avaliação dos progressos nas emissões e eficiência do Deutsche Post DHL Group baseia-se em métodos de cálculo reconhecidos e comprovados. As emissões dos gases do efeito estufa do Grupo são calculadas de acordo com as diretrizes do Protocolo de Gases do Efeito Estufa e estão alinhadas com a norma EN 16258 e os requisitos do Sistema Europeu de Comércio de Emissões (EU-ETS). O Deutsche Post DHL Group usa o Índice de Eficiência de Carbono (CEX) para medir sua eficiência em seus diversos meios de transporte e divisões. Os resultados são consolidados para o todo o Grupo, calculando-se as ponderações conforme a contribuição absoluta de emissões de cada divisão, que é ajustada para refletir melhorias nas emissões.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade