Publicidade

Nissan Chile aposta em veículos elétricos e entrega uma frota de 25 Nissan LEAF para funcionários da ENEL

A Nissan Chile entregou uma frota de 25 carros Nissan LEAF para funcionários da ENEL, empresa multinacional de energia, em uma iniciativa que faz parte de seu primeiro programa de vendas de veículos elétricos, neste caso exclusivamente para clientes frotistas. A cerimônia de entrega dos carros foi liderada pelo ministro da Energia do Chile, Andrés Rebolledo; o Gerente Geral da Enel Chile, Nicola Cotugno; e o Presidente da Nissan Chile, Santiago Castro.

Como parte de sua política de sustentabilidade, a ENEL, a maior holding de energia do país, ofereceu a seus funcionários um subsídio para a compra de um carro elétrico. Após um sorteio de 30 lotes, 25 dos seus funcionários escolheram o Nissan LEAF pela sua capacidade de oferecer o mesmo desempenho que um veículo de combustão interna, sem emissões para o ambiente e baixo nível de ruído.

Mas as vantagens de um veículo elétrico vão além disso. Um proprietário do Nissan LEAF pode carregar o seu veículo em casa nos momentos em que a eletricidade é mais barata – durante as horas de sono – e, por outro lado, devolver eletricidade quando ela é mais cara – na volta para casa – e pode armazenar até 30KW/H, suficiente energia para alimentar uma casa por cerca de 3 dias.

Nissan LeafAlém disso, 25% do Nissan LEAF é feito de materiais reciclados, de eletrodomésticos e para-choques, bem como tecidos reciclados e bio Pet, tudo livre de emissões de CO2. Desse modo, a ENEL e a Nissan favorecem a condução consciente com o planeta através da mobilidade elétrica.

A Nissan, através de sua visão de Mobilidade Inteligente, procura integrar novas tecnologias ao portfólio de produtos que oferecem benefícios concretos para o cliente e para o meio ambiente. Uma vasta gama de novas tecnologias está disponível em todos os segmentos, desde câmeras de 360 ​​graus, carros de condução autônomos e também veículos elétricos de propulsão avançada, dependendo do país.

Por seu lado, a ENEL está focando em novos usos da energia na condução elétrica. “Hoje celebramos um marco muito importante para a Enel, que marcará o antes e o depois na massificação da mobilidade elétrica no Chile. Através de nossos funcionários, colocaremos carros elétricos em circulação nas ruas de Santiago. Também, estamos dando um passo muito importante na real contribuição para a descontaminação de nossa cidade”, disse Nicola Cotugno, Gerente Geral da Enel Chile.

Os veículos LEAF comercializados pela Nissan Chile serão apoiados pelo distribuidor Salazar & Israel, que possui os equipamentos e conhecimentos técnicos necessários, já que seus funcionários foram treinados pela Nissan Chile, que por sua vez recebeu instruções no Japão e no México.

Santiago Castro, Presidente da Nissan Chile, comentou: “Estamos felizes em trazer para o Chile o carro elétrico mais vendido do mundo. O Nissan LEAF já está disponível no país exclusivamente para clientes frotistas. No caso da ENEL, compartilhamos a visão e a cultura interna do uso de tecnologia para o meio ambiente. Estamos satisfeitos com o interesse dos nossos parceiros em serem pioneiros no Chile, da mesma forma que a Nissan foi quando lançamos o primeiro veículo elétrico de massa, em 2010″.

A marca lançou o Nissan LEAF em 2010, hoje o veículo elétrico mais vendido do mundo, com aproximadamente 270.000 unidades comercializadas globalmente. A Nissan tornou-se pioneira em veículos elétricos, acumulando experiência global extensa comprovada com o desempenho do LEAF.

Em 2016, pelo segundo ano consecutivo, o Nissan LEAF foi reconhecido com o prêmio de “Lealdade Automotiva”, concedido pelo Congresso Mundial de Notícias Automotivas e também foi escolhido como o “Carro 4WD do Ano 2016″, concedido pela FIPA, ambos nos E.U.A.

O motor elétrico do LEAF trabalha com uma corrente alternada que entrega 107 hp e um torque disponível em baixas revoluções. Além disso, seu design aerodinâmico não compromete o espaço interior e consegue um coeficiente de resistência de 0,28, obtendo menos consumo de energia, menos ruído dentro do veículo e maior estabilidade em altas velocidades.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade