Publicidade

Régis Boessio “renasce” para as corridas de caminhões e é vice-líder da Copa Truck

Único gaúcho no grid da mais nova categoria do automobilismo nacional, Régis Boessio era um dos mais animados após a disputa da primeira etapa da Copa Truck, no último domingo (28) no Autódromo Internacional de Goiânia. O piloto da Clay Truck Racing/Boessio Motorsports terminou a primeira corrida do evento de abertura de temporada em quarto lugar e foi segundo colocado na prova final, assumindo a vice-liderança da competição.

O desempenho em Goiânia deixou Boessio com 40 pontos na tabela de classificação, apenas um a menos que o paulista Roberval Andrade, vencedor da primeira corrida e quinto colocado na outra. “Foi maravilhoso, tudo perfeito, ou quase perfeito”, exultou o piloto gaúcho. “No meu caso, tive uma dificuldade pontual no caminhão, mas no geral tudo foi ótimo. Eu tinha ‘morrido’ para as corridas de caminhões, e agora consegui ‘renascer’ na Copa Truck”, falou.

Régis BoessioO piloto manifestou uma dificuldade técnica em saídas de curvas. “Meu caminhão não tinha tanta tração para sair de curva, e isso me fazia perder um pouquinho de rendimento. Em compensação, nas retas, era comigo mesmo, o equipamento rendia muitíssimo bem”, destacou, frisando a participação de seu pai, Luiz Boessio, no trabalho de desenvolvimento do equipamento. “Ele, como sempre, foi incansável, fez um ótimo trabalho ao lado da equipe”, atribuiu.

Depois da quarta posição na primeira corrida, Boessio chegou a avançar para a liderança da prova final. “Com esse problema de tração, sequer tentei resistir ao Beto”, admitiu, sobre a ultrapassagem que sofreu do pernambucano Beto Monteiro, que venceu. “No fim, eu saí no lucro. Algum caminhão teve um vazamento de óleo que obrigou todo mundo a diminuir o ritmo. Com isso, pude me manter em segundo, senão perderia mais posições”, descreveu.

Boessio disputa a primeira temporada da Copa Truck pilotando o Volvo número 83 da Clay Truck Racing/Boessio Competições, em que exibe as cores e logos dos patrocinadores e apoiadores Suspentech, Buffon Rede de Postos e Magrão Auto Peças. A segunda etapa da temporada, definindo o título da Copa Truck Centro-Oeste, tem suas duas corridas marcadas para dia 11 de junho no Autódromo Internacional de Campo Grande.

COPA TRUCK – CLASSIFICAÇÃO
1º) Roberval Andrade (SP/Iveco), Corinthians Motorsport, 41 pontos
2º) Regis Boessio (RS/Volvo), Clay Truck Racing-Boessio Competições, 40
3º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Lucar Motorsports), 38
3º) Débora Rodrigues (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 38
5º) Fábio Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, 29
5º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 29
7º) Renato Martins (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 28
8º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 25
9º) Danilo Dirani (SP/Scania), Corinthians Motorsport, 22
10º) Rodrigo Belinati (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 21
11º) David Muffato (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 20
12º) Joel Mendes Jr. (SC/Scania), Luhrs Motorspor, 11
13º) Duda Bana (PR/Scania), Luhrs Motorsport, 10
14º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, 9
15º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 1

__________________________________________
Texto: Grelak Comunicação
Imagem: Bárbara Bonfim


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade