Publicidade

6 dicas para troca de óleo ecologicamente correta

Adotar medidas ecologicamente corretas em nosso dia a dia já é um tipo de comportamento inevitável para preservar o meio ambiente, sendo um compromisso com o planeta e com as futuras gerações. É por isso que, no momento de fazer a troca de óleo do carro, precisamos tomar cuidados especiais.

“No serviço pós-venda, realizado em nossas concessionárias, alertarmos os clientes sobre a importância das revisões e cuidados com o carro não somente para a preservação do veículo, mas também do meio ambiente, lembrando que a manutenção veicular é uma das medidas que controla ou reduz a emissão de gases poluentes”, ressalta Marcelo Dantas, superintendente de pós-venda e qualidade da Rodobens Automóveis.

O especialista alerta ainda sobre os cuidados necessários com a troca de óleo. “Se descartado ou armazenado de maneira errada, o óleo pode provocar sérios danos ambientais”, afirma.

No mês do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a Rodobens Automóveis dá dicas para trocas de óleo ambientalmente adequadas. Afinal de contas, não é preciso deixar o veículo desregulado para preservar a natureza.

6 dicas para troca de óleo:

· O descarte incorreto do óleo lubrificante é danoso para o meio ambiente, pode contaminar a água e o solo. O melhor destino para esse resíduo é a coleta e o envio obrigatório a um rerrefinador, capaz de retirar os contaminantes do produto usado e recuperá-lo. As concessionárias Rodobens fazem não somente a troca de óleo, mas também o seu descarte na maneira correta. Endereços no site: http://www.rodobens.com.br/automoveis/SitePages/default.aspx

· É necessário tomar cuidado para que o óleo retirado do veículo fique corretamente armazenado enquanto espera sua destinação, de forma que não contamine o meio ambiente.

· Os lubrificantes têm um período de troca pré-determinado pela montadora do veículo. Na dúvida, procure se informar no manual do proprietário. O que define a hora de substituir o óleo é a quilometragem ou o tempo do produto no motor do veículo.

· O nível correto do óleo é entre as marcações “máximo” e “mínimo” da vareta, ou seja, não se deve manter a quantidade do produto próximo a nenhuma das extremidades.

· Para uma leitura mais precisa do nível do óleo na vareta, é importante que o motor e o veículo estejam frios – se preciso, aguarde aproximadamente 10 minutos após estacionar, para que o óleo retorne ao cárter.

· Já no momento da troca do óleo, é importante que o motor esteja quente, para que haja maior fluidez e o lubrificante carregue com ele a sujeira do motor.

Sobre a Rodobens

Com sete unidades de negócio no segmento financeiro e de varejo automotivo – Banco, Consórcio, Corretora de Seguros, Leasing & Locação, Automóveis, Veículos Comerciais e Seminovos – a Rodobens é uma empresa de São José do Rio Preto (SP), com atuação nacional e faturamento anual de R$ 3 bilhões.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade