Publicidade

PIB do setor de transporte cresce 2,8%

Depois de nove trimestres consecutivos de resultados negativos, o PIB – Produto Interno Bruto do setor de transporte e logística registrou crescimento de 2,8% no primeiro trimestre de 2017 em relação ao último trimestre de 2016. Esse é o resultado divulgado no dia primeiro de junho pelo IBGE que, no mesmo período apurou crescimento de 1% no PIB geral do Brasil.

Assim como o resultado geral, o PIB do transporte foi beneficiado pelo escoamento da safra recorde de soja. A agropecuária registrou incremento de 13,4% também em relação ao último trimestre do ano passado. Na comparação com o primeiro trimestre de 2016, o setor de transporte ainda registra queda de 2,2%. No acumulado dos quatro últimos trimestres, transporte e logística registram queda de 5,9%.

Segundo o presidente da Confederação Nacional do Transporte – CNT, Clésio Andrade, o leve crescimento do PIB é mais um sinal de recuperação da economia indicando que as políticas adotadas nos últimos meses estão dando resultado e devem ser mantidas. “Além dos esforços para equilibrar a macroeconomia, é preciso dar prosseguimento às reformas Trabalhista e Previdenciária sinalizando um compromisso do Estado brasileiro com a criação da um ambiente favorável ao investimento produtivo e com a geração de empregos”.

Clésio Andrade citou a melhora da projeção de crescimento do Brasil divulgada ontem pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE como mais um sinal de que a economia está saindo do quadro de recessão. “Mais do que isso, a visão otimista da OCDE indica recuperação da imagem do Brasil no mercado internacional, uma condição essencial para que o país possa retomar os fortes investimentos em infraestrutura e iniciar um novo ciclo de desenvolvimento econômico sustentável”, concluiu o presidente da CNT. A projeção de crescimento do Brasil em 2016 feita pela OCDE subiu de zero para 0,7%.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade