Publicidade

Volare comemora 19 anos como marca líder no Brasil na produção de veículos leves para o transporte de pessoas

A Volare, montadora de veículos leves e unidade de negócios da Marcopolo S.A., comemora, em junho, 19 anos de atividades. Nesse período, a marca alcançou grande sucesso, no Brasil e no exterior, com a produção de uma linha diversificada de modelos, desde o compacto Volare Cinco até o W-L, para 36 passageiros, passando pelo Escolarbus e versões 4×4.

São mais de 60 mil unidades comercializadas, com destaque para o fornecimento de aproximadamente 10 mil veículos para diversos municípios brasileiros dentro do programa Caminho da Escola, do Governo Federal, o que faz da marca a de maior sucesso neste importante segmento.

VolareA Volare nasceu como um modelo leve para o transporte de pessoas e se transformou em montadora de uma linha completa de veículos. Tendo como principal diferencial desenvolver veículos funcionais, práticos, robustos e diferenciados, produz miniônibus para os segmentos de turismo e fretamento, escolar, urbano, rodoviário e autoescolas (CFC), entre outros.

“Nesses 19 anos, conquistamos a liderança de mercado no Brasil para veículos leves até 10.000 kg de PBT, com mais de 50% de market-share. A Volare é reconhecida pelo contínuo lançamento de novos modelos e versões que transformaram a marca em referência no transporte, desde para a aplicação urbana até para o uso no turismo ou como veículo de transporte de estudantes”, explica João Paulo Ledur, gestor do Negócio Volare.

A Volare possui duas unidades fabris, em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, e em São Mateus, no Espírito Santo. Em 2017, comercializou 1.368 unidades, das quais mais de 400 para o mercado externo.

História de sucesso

Além de todos os modelos desenvolvidos, a Volare, ao longo de sua trajetória, apresentou diversas inovações no mercado como o Escolarbus, em 1999, primeiro modelo projetado para o transporte de estudantes e que se transformou em referência para o mercado nacional. Outras novidades importantes foram os modelos com tração 4×4, piso baixo e suspensão pneumática, além da utilização de conceitos automotivos inéditos na indústria do ônibus.

Em 2015, a Volare lançou o Access, o primeiro miniônibus com piso baixo, suspensão pneumática “Full Air” e motor traseiro. O novo veículo foi projetado e concebido para oferecer total acessibilidade, mais conforto e segurança para os passageiros e atender à crescente demanda nacional por um transporte coletivo, seletivo e Escolar, com o mais elevado padrão de qualidade.

O Volare Access foi desenvolvido com o objetivo de ser uma importante referência em seu segmento. “Desenvolvemos um veículo que alia a agilidade e a versatilidade de um miniônibus, com padrão de conforto, segurança e acessibilidade superiores, somente encontrados em modelos tecnicamente mais avançados” destaca Ledur. O veículo vem sendo utilizado com grande sucesso nas mais diferentes aplicações, desde o transporte urbano, como na cidade paulista de Santos, ou no Balneário de Camboriú, em Santa Catarina, até a versão escolar exportada, no ano passado, para o DTC (Dubai Taxi Company/School bus Division), operador de transporte de Dubai, nos Emirados Árabes.

No ano passado, a marca lançou o Volare Cinco, modelo inédito e diferente de todos os veículos para o transporte de pessoas existentes no mercado brasileiro, que oferece aos passageiros e motorista os mais elevados padrões de conforto, ergonomia, segurança e eficiência. O Volare Cinco reúne as principais características e vantagens de uma van, como agilidade, dirigibilidade, manobrabilidade e baixos consumo de combustível e custo de aquisição, com os atributos de um ônibus pequeno (quantidade de lugares, poltronas confortáveis, robustez (durabilidade), custo de manutenção, visibilidade, rede de pós-venda, preço de revenda e imagem da marca).

Este ano, a Volare prepara-se para lançar o primeiro miniônibus com motorização 100% elétrico produzido no Brasil. Em parceria com a BYD – empresa líder mundial no desenvolvimento de powertrain para veículos elétricos, o novo modelo deverá entrar em testes ainda em 2017 e é único em sua categoria em todo o mundo, pois tem comprimento e peso reduzidos e conta com piso baixo, suspensão pneumática e zero emissão de poluentes. Sua autonomia é de 250 quilômetros.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade