Publicidade

Concessionárias lucram R$ 347 milhões com pregão eletrônico de veículos seminovos

As concessionárias de veículos no Brasil encontraram no repasse online de seminovos uma alternativa para reforçar seus negócios no Brasil e combater a queda nas vendas do zero quilômetro. De janeiro a abril deste ano, o lucro com a venda de usados via pregão eletrônico foi da ordem de R$ 347 milhões.

Levantamento exclusivo realizado na plataforma AutoAvaliar, com base nas transações realizadas entre 1,7 mil concessionárias e 20 mil lojistas multimarcas no País entre janeiro e abril deste ano, mostra que um veículo seminovo fica em média apenas 17 dias em estoque, desde a entrada na loja (quando o consumidor deixa o automóvel como parte em um negócio) e a sua revenda pelo pregão online.

Além do pregão online, também integram o lucro das concessionárias o uso da plataforma de gestão de vendas e estoque e do sistema de avaliação e cotação de usados da AutoAvaliar.

No ranking da AutoAvaliar com os dez seminovos com menor tempo de estoque nas concessionárias, estão o HB20 2014 e o Onix 2014, ambos com a média de 13 dias, seguido pelo Palio 2013, com 14 dias (veja abaixo lista completa).

Segundo Daniel Nino, diretor da AutoAvaliar, as concessionárias brasileiras estão reinventando seus negócios com a aposta nos seminovos. “O uso de uma plataforma B2B para comércio de veículos traz mais agilidade e garante, sobretudo, maior transparência no repasse de automóveis feito entre concessionárias e lojistas”, comenta Nino.

Para se ter uma ideia, a rentabilidade dos nossos clientes com o repasse de veículos chega a dobrar, impulsionado especialmente pela gestão eficiente e controle efetivo na operação”, acrescenta Nino.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade