Publicidade

Audi será a primeira montadora na Fórmula E

A Audi será a primeira fabricante alemã a correr na Fórmula E. A marca está assumindo o lugar da ABT Sportsline na grade. A ABT é baseada em Allgäu, região entre o sul da Alemanha e norte da Áustria, e é uma das equipes bem-sucedidas na Fórmula E desde a inserção das disputas com carros elétricos e, no futuro, vai cuidar dos carros de corrida da Audi como time de campo. Audi Sport ABT Schaeffler começará a quarta temporada de Fórmula E em Hong Kong no início de dezembro.

Audi tem patrocinado a equipe desde a temporada inaugural da fórmula E, em 2014, quando cedeu o seu piloto da fábrica, o brasileiro Lucas di Grassi, para a equipe da Fórmula E. Além disso, a equipe baseada em Allgäu usa a infraestrutura do Centro de Competências em Motorsport em Neuburg. Para a temporada 2016/2017, a Audi intensificou a parceria, fornecendo suporte financeiro e técnico. Agora, ao assumir a ABT Sportsline, o passo final tem sido dado no sentido de um comprometimento completo com a equipe, que ficará sob o nome de Audi Sport ABT Schaeffler.

Audi“Nos últimos meses, temos apoiado de forma mais intensa a Fórmula E – nos dias de corrida, no desenvolvimento do novo powertrain e em inúmeras atividades fora da pista”, ressalta o Dr. Peter Mertens, membro do board para Gestão e Desenvolvimento Técnico da AUDI AG. “Ser a primeira fabricante alemã a participar ativamente das competições a partir da próxima temporada é um compromisso claro da nossa marca com a mobilidade elétrica, com carros que estarão na pista de corrida a partir de dezembro e no próximo ano nas ruas, com o novo Audi e-tron”, completa.

A quarta temporada da Fórmula E começa em Hong Kong no dia 2 de dezembro e seguirá, posteriormente, para a América do Sul e do Norte, África, Roma, Paris, entre outras localidades. “A Fórmula E é um esporte espetacular que passa por cidades fascinantes e é um grande palco para apresentar a mobilidade elétrica e o automobilismo em suas formas mais emotivas”, destaca Dieter Gass, Head do Audi Motorsport. “Estamos vendo uma temporada emocionante, uma grande corrida pelo título. Estou feliz porque agora tudo está no caminho para um futuro de sucesso”, completa.

A equipe Audi Sport ABT Schaeffler, com os pilotos Daniel Abt e Lucas di Grassi, conquistou 23 pódios, incluindo cinco vitórias, nas 29 corridas realizadas, sendo a atual vice-campeã da competição. “Como um dos membros fundadores, estamos orgulhosos de ter escrito um capítulo histórico do automobilismo”, disse Hans-Jürgen Abt, dono da equipe. “Em apenas alguns anos, a Fórmula E viu um desenvolvimento tão forte que uma equipe não pode mais ser competitiva sem o apoio de um fabricante de automóveis. É por isso que estamos entregando o comando à Audi – um parceiro com o qual cooperamos há muitas décadas. Não há dúvida de que também vamos continuar esta história de sucesso na Fórmula E “, completa.

Juntamente com o parceiro de tecnologia oficial Schaeffler, a Audi está atualmente no processo de desenvolvimento de um novo powertrain, que deverá ser lançado na próxima temporada. “Já completamos com sucesso, na Espanha e em Neuburg, os testes com os novos componentes e nosso projeto está no cronograma”, diz Dieter Gass. No momento, a liberdade na Fórmula E concedida aos fabricantes se limita ao motor, à transmissão, aos componentes da suspensão e ao software. “A competitividade na Fórmula E entre fabricantes, equipes e pilotos é enorme. Isso torna os detalhes no desenvolvimento ainda mais cruciais “, diz.

Nos dias 15 e 16 de julho, a Fórmula E estará em Nova York (EUA) e depois seguirá para as duas últimas rodadas da terceira temporada em Montreal (Canadá). Depois de oito das 200 corridas, Lucas di Grassi e ABT Schaeffler Audi Sport estão em segundo lugar na classificação dos pilotos e times.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade