Publicidade

Randon Consórcios comemora 30 anos como referência no segmento. São 180 mil cotas comercializadas e mais de 86 mil contempladas

A Randon Consórcios, criada inicialmente como uma opção para facilitar a aquisição de implementos rodoviários da marca Randon, completa, em 6 de agosto, três décadas de atividades. Hoje, cresceu em suas operações e administra seis diferentes marcas, sendo referência no mercado nacional de consórcios.

O rápido crescimento da empresa, motivado pela demanda desde os primeiros grupos de consórcio formados em 1987, permitiu expandir sua atuação, em 1991, para o segmento de veículos e, em 1993, de imóveis, os quais, mais tarde, deram origem à Racon Consórcios. Sob essa marca, desde 2001, opera pelo sistema de franquias, um modelo de negócio até então inédito para o segmento de consórcios e que permitiu a expansão da sua rede de vendas pelo País.

Como estratégia para ampliar os produtos ofertados pelo consórcio, a partir de 1997, foi iniciado o processo de parcerias com outros fabricantes, além da co-irmã Randon. A primeira delas foi com a John Deere Brasil, que deu origem ao Consórcio Nacional John Deere, de máquinas e equipamentos agrícolas.

Outras parcerias de sucesso surgiram ao longo dos anos: o Consórcio Nacional Volare, de miniônibus; o Consórcio Nacional Foton Caminhões, de caminhões leves e o Consórcio Nacional DAF, de caminhões pesados, consolidando a presença da Randon Consórcios entre os clientes de fabricantes de destaque no mercado nacional e mundial.

Para o gerente executivo da Randon Consórcios, Augusto Giongo Letti, o balanço desses 30 anos é extremamente positivo. “São cerca de 180 mil cotas comercializadas e mais de 86 mil delas contempladas, o que representa aproximadamente R$ 8,1 bilhões em créditos distribuídos. Esses números mostram que o consórcio é uma excelente forma de viabilizar aos nossos parceiros fabricantes mais uma alternativa de comercialização dos seus produtos, ao mesmo tempo em que permite aos clientes realizarem suas aquisições com planejamento e economia”, afirma.

Linha do tempo:

1987 – A empresa é criada em 6 de agosto. As operações iniciaram efetivamente em 30 de dezembro do mesmo ano.

1989 – Começam as transmissões das assembleias de contemplação ao vivo, pelo sistema Embratel.

1991 – Surgem os primeiros grupos de consórcio para aquisição de automóveis.

1993 – A empresa agrega um novo segmento de consórcio, desta vez, de imóveis.

1997 – A Randon Consórcios é a primeira empresa de consórcio do sul do país e a terceira do Brasil certificada pela NBR ISO 9002:1994.

1997 – Inicia uma nova fase de expansão, com a parceria com a John Deere, maior fabricante de máquinas e equipamentos agrícolas do mundo, dando origem ao Consórcio Nacional John Deere.

2000 – Criada a marca Racon para os segmentos de imóveis e veículos, a qual, no ano seguinte, passou a operar pelo sistema e franquias.

2004 – Um novo parceiro de negócios dá origem a mais um segmento de atuação, o Consórcio Nacional Volare, de miniônibus da marca, em parceria com a Marcopolo.

2010 – A empresa muda suas instalações para uma nova sede, ainda no complexo industrial Randon, em Caxias do Sul/RS para oferecer uma estrutura que comporte o seu crescimento e ofereça mais facilidade de acesso a parceiros e clientes.

2011 – O processo de expansão da Racon ganha força, com o aprimoramento no modelo de negócio, que proporciona um salto no número de unidades da marca pelo Brasil.

2014 – Firmada nova parceria de negócios, desta vez, com a Foton Aumark, fabricante chinesa que chega ao Brasil, originando o consórcio de caminhões leves da marca, chamado Consórcio Nacional Foton Caminhões.

2015 – Um novo segmento eleva para seis as marcas administradas pela Randon Consórcios. A DAF Caminhões, empresa de origem holandesa que tem fábrica no Brasil chega para dar origem ao Consórcio Nacional DAF, de caminhões extrapesados.

2016 – A marca Racon é revitalizada, para melhor expressar suas perspectivas: ser mais conectada, acessível, fácil e humana, para atender as expectativas dos clientes atuais e futuros.


Publicidade


Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade